Página Inicial » Mundo Islâmico » Países da Península Arábica: Quais são e o que visitar?
Anuncios Livres
Países da Península Arábica

Países da Península Arábica: Quais são e o que visitar?

  • Os países da Península Arábica são geograficamente e culturalmente semelhantes, no entanto, suas atrações turísticas são diversas.
  • Ao longo da península, há uma série de patrimônios históricos, como museus, mercados e construções luxuosas.
  • Na Península Arábica, há um grande contraste entre a tradição e as estruturas modernas.

A Península Arábica é uma região que fica ao sul do Oriente Médio, onde reside a maior parte dos povos árabes. Sete países a compõem: Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Kuwait, Omã e Catar.

Apesar de possuírem uma formação cultural e geográfica muito semelhante, os países da Península Arábica apresentam opções de turismo bem diversificadas, capazes de agradar os gostos de todos os tipos de viajantes.

1. Arábia Saudita

Madain Saleh na Arábia Saudita
Ruínas de Madain Saleh

A Arábia Saudita guarda muitas atrações turísticas históricas. Além dos locais da peregrinação islâmica em Meca e Medina, há também antigas ruínas de cidades erguidas pelos grandes impérios que viveram naquela região.

Entre elas, podemos destacar a Madain Saleh, que fica a quatro horas de carro da cidade de Medina. O local é considerado patrimônio histórico pela UNESCO, e suas construções são datadas entre os séculos I e II, erguidas pelos antigos povos Nabateus.

Sua beleza se destaca pela arquitetura e pelo fato de as construções serem esculpidas diretamente nas rochas do deserto, sendo que algumas possuem mais de 20 metros de altura. O local também abriga algumas tumbas que chamam atenção por suas características únicas, que seguiam a arte nativa daquele povo. 

Desde que descobriu os enormes poços de petróleo, a dinastia saudita enriqueceu bastante, o que teve repercussão no desenvolvimento das cidades do país. Dessa forma, as principais cidades possuem megas estruturas urbanas, com grande malha asfáltica e construções luxuosas.

Além disso, a Arábia Saudita conta com alguns museus que valem a pena ser visitados. O principal deles é o Museu Nacional da Arábia Saudita, que está anexado ao Centro Histórico Rei Abdul Aziz, em Riad, que mostra boa parte da história do país, trazendo relatos de vários povos que habitaram aquela região, desde os períodos pré-islâmicos.

2. Omã

Muscat, capital de Omã
Muscat, capital de Omã

O sultanato de Omã conta com várias opções para aqueles que desejam explorar paisagens naturais. Boa parte do país, incluindo a capital, Muscat, está na costa litorânea, na região sudeste da Península Arábica. 

A região desértica de Omã, por sua vez, é muito procurada por turistas que desejam fazer safaris. Estes podem ser feitos com carros ou montados em camelos. 

Um fato interessante sobre Omã é que, próximo a cada uma de todas as cidades do país, há um forte militar desativado. No passado, durante os séculos XVII e XVIII, esses fortes eram utilizados para a proteção desses locais. Hoje, eles são atrações históricas que os turistas podem visitar.

Recomendado para você:  Astro do K-Pop converte ao Islam e torna-se Muçulmano

O país ainda preserva a antiga Rota dos Incensos, que no passado era utilizada para transportar plantas aromáticas. Além disso, em Omã há um interessante sistema de irrigação com mais de 2000 anos de existência.

As cidades históricas do país são muito bem preservadas e pelas ruas é possível encontrar os mercados que vendem iguarias típicas daquela região. Junto ao comércio dos ambulantes, há também modernos shoppings centers que foram construídos em tempos mais recentes. 

3. Emirados Árabes Unidos

Al Bastakiya nos Emirados Árabe Unidos
Al Bastakiya nos Emirados Árabe Unidos. Foto: Alex DROP

Os Emirados Árabes são conhecidos por suas principais cidades, Dubai e a capital Abu Dhabi. No entanto, outros emirados como Ajman, Fujairah, Ras al-Khaimah e Sharjah também possuem atrações que recebem visitação de turistas.

De fato, as atrações turísticas que mais chamam atenção nesses lugares são suas construções luxuosas e modernas. Dubai é o local que mais recebe turistas, que viajam ao local para conhecer estruturas como a Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo, e o imponente hotel Burj al Arab.

Dubai também possui arquipélagos artificiais, como a Palm Islands e a World Islands, que também atraem bastante a atenção dos visitantes. A cidade também tem o maior shopping do mundo, o Dubai Mall, e possui um complexo urbano repleto de estruturas faraônicas.

Apesar de os prédios de arquitetura luxuosa serem o tipo de atração predominante nos Emirados Árabes, o país também possui outros tipos de lazer e atrações para aqueles que têm outros interesses durante uma viagem. Um bom exemplo é a Grande Mesquita de Dubai, com uma arquitetura sofisticada e encantadora.

Dubai também conta com o centro histórico de Al Bastakiya, com suas antigas construções, como as torres de vento, que serviam para gerar ventilação natural, e que também abriga o museu da antiga escola de Al Ahmadiya.

Em Abu Dhabi também é possível visitar belas construções, como a mesquita Sheikh Zayed, o corniche próximo às praias e as ilhas de Yas, com seus parques temáticos. A capital fica próxima ao deserto de Rub al-Khalil, onde há um oásis em que ocorrem eventos esportivos como rally e corridas de camelo.

4. Bahrein

Forte do Bahrain
Forte do Bahrain

O Bahrein possui uma série de atrações para quem aprecia as regionalidades do Oriente Médio. O país possui diversas construções históricas, como o Forte do Bahrein, construído no século XVI pelos portugueses. Hoje, além da bela estrutura, o local possui um museu e um café em suas dependências.

Recomendado para você:  Sheikh diz que Sol gira em torno da Terra

Por ter abrigado antigas civilizações, o Bahrein possui vários sítios arqueológicos, como as ruínas de Saar, o templo de Barbar e o templo de Diraz.

Entre as atrações religiosas, está a mesquita Al-Fateh, um grande local de oração com capacidade para sete mil pessoas, construído com uma arquitetura exuberante. O templo é aberto aos não-muçulmanos que desejarem fazer uma visita guiada, no entanto, é preciso ir vestido de acordo com o código de vestimenta islâmica.

No país também existe a ilha de Amwaj, que foi inspirada na cidade de Veneza e conta com canais fluviais que dividem as casas, além de um belo palácio à beira-mar. Neste local, é possível banhar-se no oceano.

5. Iêmen

Cidade de Sana no Iêmen
Cidade de Sana, capital do Iêmen. Foto: Rod Waddington

Infelizmente, desde os conflitos civis no Iêmen, que se iniciaram em 2015, o país se tornou um local perigoso para turistas. No entanto, o lugar abriga alguns patrimônios e paisagens que chamam atenção por sua história e beleza.

A UNESCO reconhece quatro locais no Iêmen como patrimônios mundiais. O primeiro a ser reconhecido foi a antiga cidade de Shibam, construída no século XVI, famosa por ser o projeto urbanístico vertical mais antigo do mundo. O local possui uma muralha de edifícios feitos em argila, que lembram bastante as grandes metrópoles do mundo atual, o que lhe conferiu o apelido de “Manhattan do deserto”.

A própria capital do país também é reconhecida como patrimônio mundial. A cidade de Sana possui um centro histórico com construções dos séculos IV, V e VI, que despertam interesse pelas características de sua arquitetura. Suas casas feitas em adobe possuem ornamentos na cor branca, o que confere o estilo único da tradição iemenita.

O terceiro local é a antiga cidade de Zabid, onde há belas construções, algumas com características dos tempos primitivos do Islam. Infelizmente, o local está em mal estado de conservação e boa parte das construções originais foram demolidas ou estão em estado de degradação.

O último patrimônio do Iêmen é uma paisagem natural exótica com uma vegetação única e um oceano com águas cristalinas. O arquipélago de Socotrá é formado por quatro ilhas que ficam ao sul do país, e chama atenção por sua beleza exuberante.

6. Kuwait

Parque Al Shaheed no Kuwait
Parque Al Shaheed no Kuwait

A cidade do Kuwait, capital do país com o mesmo nome, possui uma arquitetura moderna que dá aos seus visitantes a sensação de estarem em um filme de ficção científica. A arquitetura futurista dos principais prédios locais coloca a metrópole como uma referência no modernismo.

Entre os prédios que se destacam, estão as três torres da Kuwait Towers, que têm em sua decoração 41 mil discos de aço esmaltado. Além delas, há também a Liberation Tower, que é uma torre de telecomunicações com 372 metros de altura. 

Recomendado para você:  Como o Islam Influenciou a Gastronomia Indiana

A arquitetura clássica fica por conta da Grande Mesquita do Kuwait. Apesar de ser um dos poucos prédios de estilo clássico, em meio a tantos modernos, sua exuberância se destaca.

O estilo ousado da cidade segue a linha de locais como as cidades de Dubai e Abu Dhabi. A cidade do Kuwait também possui ilhas artificiais, como a Green Island, que foi a primeira a ser construída na Península Arábica. 

Outro cartão postal da cidade é a Assembleia do Kuwait, projetada por Jorn Utzon, que desenhou a Ópera de Sidney. 

Entre as opções de lazer, estão o Museu de Arte Khalifa & Lidia Qattan, o Museu de Artes Islâmicas Tareq Rajab e o Museu de Caligrafia Islâmica Tareq Rajab. Além das galerias, há o imenso Parque Al Shaheed, com vinte hectares e grande área verde, bastante agradável para passeios.

Para quem gosta de compras, a capital possui dois shoppings luxuosos. Um deles é o 360 Mall e outro é o The Avenues Mall, com mais de 800 lojas. Há também o mercado regional Souk Al-Mubarakyia. 

7. Catar

Museu de Arte Islâmica de Doha
Museu de Arte Islâmica de Doha

Embora o Catar seja um país pequeno, suas atrações são envolventes e variam entre o estilo contemporâneo e o clássico. Um dos lugares mais frequentados pelos turistas é o Museu de Artes Islâmicas, em Doha, um dos mais belos do país, que apresenta ao público quatorze séculos de história envolvendo a arte e o Islam.

Para quem deseja visitar outras exposições relacionadas ao Islam, o Catar também possui o Centro Cultural Islâmico. O local também oferece atrações culturais e muitos workshops com temas ligados ao Islam.

Entre as atrações históricas do país, estão as ruínas de Al Zubarah, que são resquícios de uma cidade construída no século XVIII, mas que foi destruída no ano de 1811. O sítio arqueológico é considerado pela UNESCO como patrimônio histórico. 

Para aqueles que são apreciadores dos mercados regionais, o Souq Waqif é a melhor opção de Doha. Além de encontrar produtos locais, os turistas podem se encantar com a arquitetura secular do comércio.

As ilhas artificiais, que são tão marcantes em outros países árabes, também estão presentes no Catar. A The Pearl é uma ilha construída em um antigo sítio de pérolas, e o formato de sua arquitetura lembra uma ostra com uma pérola ao centro. O local é um dos pontos luxuosos de Doha. 

Links para Leitura

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.