Página Inicial » Teologia Islâmica » Decreto Divino: Se está decretado, por que devemos agir?
Decreto Divino

Decreto Divino: Se está decretado, por que devemos agir?

Pergunta:

Se todas as coisas já foram decididas por Allah, por que os muçulmanos devem agir? Como o Islam reconcilia o livre arbítrio com a providência (al-qadr)?

Resposta:

Em Nome de Allah, o Infinitamente Bom, o Misericordioso.

A fé islâmica correta está entre a desorientação dos fatalistas (al-jabriyyah) e a dos que negam a providência de Allah (al-qadriyyah). Allah decretou tudo que ocorrerá até o fim dos tempos, mas Ele reserva o direito de apagar o que Ele quiser dos destinos particulares das pessoas.

Todas as coisas foram escritas na Tábua Preservada (al-lawh al-mahfuz) e nada mudará.

Allah disse:

إِنَّا كُلَّ شَيْءٍ خَلَقْنَاهُ بِقَدَرٍ

“Em verdade, criamos todas as coisas com providência.” (Surah Al-Qamar, 54:49)

E Allah disse:

إِنَّا نَحْنُ نُحْيِي الْمَوْتَىٰ وَنَكْتُبُ مَا قَدَّمُوا وَآثَارَهُمْ ۚ وَكُلَّ شَيْءٍ أَحْصَيْنَاهُ فِي إِمَامٍ مُّبِينٍ

“Em verdade, Nós que ressuscitamos os mortos e registramos as suas ações e seus rastros, e enumeramos todas as coisas num livro lúcido.” (Surah Ya Sīn, 36:12)

Ibn Abbas relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

وَاعْلَمْ أَنَّ الْأُمَّةَ لَوْ اجْتَمَعَتْ عَلَى أَنْ يَنْفَعُوكَ بِشَيْءٍ لَمْ يَنْفَعُوكَ إِلَّا بِشَيْءٍ قَدْ كَتَبَهُ اللَّهُ لَكَ وَلَوْ اجْتَمَعُوا عَلَى أَنْ يَضُرُّوكَ بِشَيْءٍ لَمْ يَضُرُّوكَ 

إِلَّا بِشَيْءٍ قَدْ كَتَبَهُ اللَّهُ عَلَيْكَ رُفِعَتْ الْأَقْلَامُ وَجَفَّتْ الصُّحُفُ

“Saiba que, se toda a criação se reunisse para vos beneficiar, eles não os beneficiariam exceto segundo a vontade de Allah. E, se toda a criação se reunisse para vos prejudicar, eles não os prejudicariam exceto segundo a vontade de Allah. As penas foram levantadas e as páginas secaram.”

Fonte: Sunan At-Tirmidhi, 2516. Hadith Autêntico (Sahih).

Há muitos versículos e tradições que transmitem esse significado, que todas as coisas foram decretadas por Allah do começo ao fim dos tempos.

Devemos entender que não podemos nem fazer nem realizar coisa alguma, exceto com a ajuda de Allah. Portanto, devemos depositar n’Ele nossa confiança e dependência (tawakkul).

No entanto, Allah reserva o direito de apagar o que quiser do destino individual das pessoas devido às escolhas, ações, e súplicas delas. Allah faz assim pela Sua sabedoria e Seu conhecimento perfeitos, não por esquecimento ou ignorância, pois Ele sabia como as pessoas agiriam antes de criá-las. Devemos entender que o nosso destino é determinado por como usamos o livre arbítrio que Allah nos deu.

Recomendado para você:  A Controversa Influência de Ibn Taymiyyah sobre o Terrorismo

Allah disse:

يَمْحُو اللَّهُ مَا يَشَاءُ وَيُثْبِتُ ۖ وَعِندَهُ أُمُّ الْكِتَابِ

“Allah elimina ou confirma o que quiser, porque o Livro-matriz está em Seu poder.” (Surah Ar-Ra’d, 13:39)

E Allah disse:

كُلَّ يَوْمٍ هُوَ فِي شَأْنٍ

“A cada dia Ele está ocupado em uma nova obra.” (Surat Ar-Rahman, 55:29)

Portanto, é permissível pedir para Allah que mude nossos destinos para o melhor.

Ibn Taymiyyah relatou: “Umar ibn Al-Khattab dizia:

اللَّهُمَّ إنْ كُنْتَ كَتَبْتَنِي شَقِيًّا فَامْحُنِي وَاكْتُبْنِي سَعِيدًا فَإِنَّكَ تَمْحُو مَا تَشَاءُ

‘Ó Allah, se me registrou entre os perversos, apaga e me registra entre os bem-aventurados. Em verdade, pode apagar o que quiser.’”

Fonte: Majmu’ Al-Fatawa, 8/540.

Ibn Kathir relatou: “Mansur perguntou a Mujahid sobre a súplica:

اللَّهُمَّ إِنْ كَانَ اسْمِي فِي السُّعَدَاءِ فَأَثْبِتْهُ فِيهِمْ وَإِنْ كَانَ فِي الْأَشْقِيَاءِ فَامْحُهُ عَنْهُمْ وَاجْعَلْهُ فِي السُّعَدَاءِ

‘Ó Allah, se meu nome estiver com aqueles que são bem-aventurados, afirma meu nome entre eles, e, se meu nome estiver entre os infelizes, remova-o e o coloca entre os bem-aventurados.’

Mujahid disse: ‘Essa é uma boa súplica.’” E Abu Wail Shaqiq ibn Salamah disse que recitava frequentemente a seguinte súplica:

اللَّهُمَّ إِنْ كُنْتَ كَتَبْتَنَا أَشْقِيَاءَ فَامْحُهُ وَاكْتُبْنَا سُعَدَاءَ وَإِنْ كُنْتَ كَتَبْتَنَا سُعَدَاءَ فَأَثْبِتْنَا فَإِنَّكَ تَمْحُو مَا تَشَاءُ وَتُثْبِتُ وَعِنْدَكَ أُمُّ الْكِتَابِ

“Ó Allah, se nos registrou entre os infelizes, retira isso de nós e nos registra entre os abençoados, e, se nos registrou entre os abençoados, nos permita continuar assim. Em verdade, pode apagar e confirmar o que quiser, e contigo está o livro-matriz.”

Fonte: Tafsīr ibn Kathir, 13:39

Há narrações do Profeta ﷺ que indicam que Allah pode mudar o destino das pessoas devido às ações e às súplicas delas.

Abu Huraira relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

مَنْ سَرَّهُ أَنْ يُبْسَطَ لَهُ فِي رِزْقِهِ وَأَنْ يُنْسَأَ لَهُ فِي أَثَرِهِ فَلْيَصِلْ رَحِمَهُ

Quem se agrada em ter seu sustento ampliado e sua vida prolongada, que mantenha boas relações com a família..’”

Fonte: Sahih Bukhari, 5639. Hadith Autêntico (Sahih).

Ubadah ibn As-Samit relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

مَا عَلَى الْأَرْضِ مُسْلِمٌ يَدْعُو اللَّهَ بِدَعْوَةٍ إِلَّا آتَاهُ اللَّهُ إِيَّاهَا أَوْ صَرَفَ عَنْهُ مِنْ السُّوءِ مِثْلَهَا مَا لَمْ يَدْعُ بِإِثْمٍ أَوْ قَطِيعَةِ رَحِمٍ

Recomendado para você:  De acordo com a teologia islâmica, Deus pode ter filhos? - Sheykh Abdullah bin Hamid Ali

A todo muçulmano na terra que invocar Allah em súplica, Allah concederá [o que pediu] ou afastará dele algum mal, contanto que ele não peça por algo pecaminoso ou que laços familiares sejam cortados.

Fonte: Sunan At-Tirmidhi, 3573. Hadith Autêntico (Sahih)

Hasan ibn Ali relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

اللَّهُمَّ اهْدِنِي فِيمَنْ هَدَيْتَ وَعَافِنِي فِيمَنْ عَافَيْتَ وَتَوَلَّنِي فِيمَنْ تَوَلَّيْتَ وَبَارِكْ لِي فِيمَا أَعْطَيْتَ وَقِنِي شَرَّ مَا قَضَيْتَ فَإِنَّكَ تَقْضِي وَلَا يُقْضَى عَلَيْكَ

Ó Allah, me orienta entre os que orientaste, me perdoa entre os que perdoaste, me proteja entre os que protegeste, me abençoa no que concedeste a mim, e me guarda do mal daquilo que criaste. Em verdade, Tu somente decretas e ninguém pode decretar algo a Ti.’”

Fonte: Sunan At-Tirmidhi, 464. Hadith Autêntico (Sahih).

Abu Huraira relatou:

أَنَّ النَّبِيَّ صَلَّى اللَّهُ عَلَيْهِ وَسَلَّمَ كَانَ يَتَعَوَّذُ مِنْ سُوءِ الْقَضَاءِ

“O Profeta ﷺ buscava refúgio em Allah do mal do decreto divino.”

Fonte: Sahih Muslim, 2707. Hadith Autêntico (Sahih)

Salman relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

لَا يَرُدُّ الْقَضَاءَ إِلَّا الدُّعَاءُ وَلَا يَزِيدُ فِي الْعُمْرِ إِلَّا الْبِرُّ

Nada afasta o decreto divino, exceto a súplica, e nada aumenta a vida, senão a virtude.’”

Fonte: Sunan At-Tirmidhi, 2139. Hadith Válido (Hasan).

Thawban relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

لاَ يَزِيدُ فِي الْعُمْرِ إِلاَّ الْبِرُّ وَلاَ يَرُدُّ الْقَدَرَ إِلاَّ الدُّعَاءُ وَإِنَّ الرَّجُلَ لَيُحْرَمُ الرِّزْقَ لِلْخَطِيئَةِ يَعْمَلُهَا

A vida se prolonga somente com a virtude, e a providência só muda com a súplica. Em verdade, o homem só é privado do sustento pelos pecados que comete.’”

Fonte: Sunan ibn Majah. Hadith Válido (Hasan).

Portanto, Allah decretou destinos gerais para todas as pessoas antes da criação delas, mas seus destinos específicos podem ser mudados de acordo com o uso do livre arbítrio.

Esse é um segredo na criação em que devemos crer, pois foi relatado em textos autênticos, apesar de que podemos ter dificuldade em compreendê-lo, uma vez que a nossa base de referência é limitada pelo tempo e pelo espaço. Por esse motivo, o Profeta ﷺ proibiu os muçulmanos de se aprofundarem demais no decreto divino e de discutir a sua natureza exata.

Recomendado para você:  Pedir a Allah Misericórdia por um Falecido Não-Muçulmano

Abu Huraira relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ chegou enquanto estávamos discutindo o assunto da providência. O Profeta ﷺ se irou até seu rosto ficar vermelho, como se uma romã tivesse estourado em suas bochechas. O Profeta ﷺ disse:

أَبِهَذَا أُمِرْتُمْ أَمْ بِهَذَا أُرْسِلْتُ إِلَيْكُمْ إِنَّمَا هَلَكَ مَنْ كَانَ قَبْلَكُمْ حِينَ تَنَازَعُوا فِي هَذَا الْأَمْرِ عَزَمْتُ عَلَيْكُمْ أَلَّا تَتَنَازَعُوا فِيهِ

É isso que ordenei de vós? É esse o motivo de eu ter sido enviado a vós? Em verdade, os povos antes de vós foram destruídos quando discutiram sobre este assunto. Ordeno que não debatam sobre ele.’”

Fonte: Sunan At-Tirmidhi. Hadith Válido (Hasan)

At-Tahawi afirma em seu credo:

وَأَصْلُ الْقَدَرِ سِرُّ اللَّهِ تَعَالَى فِي خَلْقِهِ لَمْ يَطَّلِعْ عَلَى ذَلِكَ مَلَكٌ مُقَرَّبٌ وَلَا نَبِيٌّ مُرْسَلٌ وَالتَّعَمُّقُ وَالنَّظَرُ فِي ذَلِكَ ذَرِيعَةُ الْخِذْلَانِ وَسُلَّمُ الْحِرْمَانِ وَدَرَجَةُ الطُّغْيَانِ

“A exata natureza do decreto é um segredo de Allah em Sua criação, e nenhum anjo próximo ao Trono, nem Profetas enviados com a mensagem, receberam conhecimento acerca dele. Se aprofundar nessa questão e refletir muito sobre ela são coisas que levam somente à perda e à destruição e resultam em rebeldia.”

Fonte: Aqīdah At-Tahawi

Para concluir, a crença correta no Islam acerca da providência (al-qadr) é de que Allah decretou todas as coisas universalmente, mas Ele determina os destinos particulares das pessoas segundo a maneira com que elas usam o livre arbítrio.

Não acreditamos em fatalismo, que rejeita o livre arbítrio e a responsabilidade das pessoas e nem negamos a providência divina achando que não estamos sujeitos à vontade de Allah. Em vez disso, o Islam nos ensina a seguir o caminho do meio entre esses dois extremos. A natureza exata da providência divina é um segredo da criação que somente Allah conhece verdadeiramente. Fomos ordenados a não discutir sobre ele e a não buscar seus segredos invisíveis.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe mais.

Links para Leitura

Fonte: https://abuaminaelias.com/why-should-a-muslim-act-if-everything-is-already-decreed-by-allah/

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.