Página Inicial » Hadith e Sunnah » As 3 classes nas quais se dividem os Eruditos Sunitas

As 3 classes nas quais se dividem os Eruditos Sunitas

Al Imam Tajuddin Ibn Taqiddin As Subki disse em sua explicação do credo de Ibn Hajib (que Allah tenha misericórdia deles):

“É sabido que os Ahlu Sunnah wal Jamaah são unânimes sobre o obrigatório, o permissível e o impossível sobre Allah, eles usaram metodologias e fundamentos diferentes para alcançar isso. De modo geral, existem três grupos notados por dedução (istiqra):

1) O povo de hadith (ahlu hadith). Seus princípios fundamentais são a evidência textual retirada da revelação; Quero dizer: Alcorão, Sunnah e Ijmaa (o consenso dos sábios).

2) As pessoas do exame racional (ahlu nazar il aqliah). Eles são os Ashari e os Hanafi (quer dizer, os Maturidi).

O Sheikh dos Ashari é Abu Hasan Al Ashari. O Sheikh dos Hanafi é Abu Mansur Al Maturidi. Estão de acordo com os fundamentos intelectuais em cada domínio onde a evidência textual é necessária, bem como sobre os princípios fundamentais da revelação, onde o intelecto pode entender o que só é permitido [compreender], e também sobre os fundamentos que eles reúnem ao mesmo tempo fé, intelecto e revelação. Todos concordam em todo o domínio da crença, exceto sobre o takwin e sobre a questão do taqlid. [1]

3) O povo do êxtase e da descoberta (ahlu wijdan wal kashf) são os sufis [2]. Seus princípios fundamentais são baseados naqueles das pessoas da busca (do conhecimento) e no hadith; vem a descoberta e inspiração divina (al ilham) no final [de seu raciocínio].

Fim da citação

Notas:

[1] Essa divergência teológica é parte das divergências que não levam, de forma alguma, ao desvio de uma pessoa, seja qual for a notificação que tenha escolhido.

Com relação ao takwin (fazer as coisas existirem), Sheikh Ahmad Ibn Kamal Basha (que Allah tenha misericórdia) disse “Al Maturidi disse que em takwin [o ato de criar] é um Atributo eterno inerente à Essência de Allah, como é o caso de todos os Seus Atributos, e que isto é diferente do que é trazido à existência [mukawwan], e que está relacionado com o que foi trazido à existência neste mundo e com cada uma das suas partes (do mundo) desde o seu início. Assim, a vontade de Allah é eterna e relacionada com o que Ele queria no momento de seu início. Assim como a vontade de Allah é eterna e relacionada ao que é desejado no momento de sua existência. Sua eterna onipotência está [relacionada] com o que é decretado. Al Ashari disse que é um Atributo contingente que não é inerente à Essência de Allah e, ​​de acordo com ele, este Atributo é parte dos Atributos da ação e não dos Atributos eternos. De acordo com Al Ashari, os Atributos da ação são todos contingentes. Este é também o caso de takwin, com o fato de trazer à existência e com o surgimento do mundo com a palavra: “Seja!”  [Risalat Ul Ikhtilaf Bayn Il Asha’irah wal Maturidiyyah].

Recomendado para você:  O significado de Sunnah no Alcorão

Quanto à divergência sobre taqlid, Sheikh Shafiq Jakhurah (que Allah o preserve) disse: “O significado do taqlid na crença é acreditar em tudo que o Profeta (s.a.w.s) transmitiu, sem usar suas próprias habilidades para deduzir sua veracidade. A opinião de Hanafi e Maturidi é que isso é aceitável e que tal pessoa será considerada um crente, ainda que ele possa ser culpado de um pecado, por não ter usado sua própria capacidade de dedução. Os Ashari, pelo contrário, argumentam que tal crença não é suficiente”. Os Ashari consideram inválida a fé daqueles que acreditam em Allah e Sua Mensagem apenas seguindo as crenças de seus familiares. Assim, essa pessoa não tem uma crença baseada em textos sagrados ou uma convicção profunda, mas apenas segue cegamente outros, sem possuir nenhuma prova. Enquanto para o Maturidi, a fé desta pessoa é válida, somente no caso em que ele não continuaria a seguir os outros cegamente se eles cometessem apostasia. Em suma, aquele que acredita em Allah e em Sua Mensagem depois de ter acreditado no Alcorão ou nos ensinamentos do Ahlu Sunnah é considerado um crente pelos Ashari e pelos Maturidi, mas no que diz respeito àqueles que acreditam em Allah e em Sua Mensagem somente seguindo seus pais, por exemplo, nunca tendo aprendido a base da crença ou meditado em textos sagrados, os Maturidi o consideram crente, somente se ele tiver convicção pessoal suficiente para se recusar a seguir qualquer eventual apostasia de seus antepassados.

[2] Por “Sufi“, deve-se entender os Awliah (os santos). Sheikh Ahmad Ibn Attaillah al Iskandari (que Allah esteja satisfeito com ele) relatou que Imam Abu Hasan Shadhili (que Allah esteja satisfeito com ele) disse:“Quanto a mim, eu não concedo este nome, se não, apenas para heróis espirituais (al fata) dotados de pureza. Que foram assim purificado até atingir o ponto de serem chamados de Sufis”. [Lataif Ul Minan] .

Recomendado para você:  Hadith fora do contexto nº 1: Teria o profeta batido em Aisha?

Fonte:https://fiqh-maliki.blogspot.com/2010/12/las-tres-grandes-familias-de-los-ahl-us.html?fbclid=IwAR1X6HfFK54auNfL3OtpW0rlufL7Vun872M6aQP0WiuWjMc9ElF5BqS-y9Y

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.