Página Inicial » Notícias » Astro do K-Pop converte ao Islam e torna-se Muçulmano
Astro do K Pop se reverte ao Islam
(Foto: Reprodução / Instagram)

Astro do K-Pop converte ao Islam e torna-se Muçulmano

O youtuber Jay Kim, que ficou conhecido na Coreia do Sul por suas performances musicais e também pelos seus vlogs, anunciou em outubro deste ano que se reverteu ao Islam. 

Em seu canal, o astro coreano publicou um vídeo em que aparece fazendo a shahada, o testemunho de fé feito pelos muçulmanos. O registro ocorreu na Mesquita Central de Seul, a capital da Coreia do Sul.

Após a reversão, ele adotou um novo nome: decidiu que, desde aquele dia, passaria a se chamar Daud Kim. A escolha foi feita a partir do nome de batismo do youtuber na igreja católica, que era David.

Desde que se reverteu, Daud Kim tem dedicado a maior parte do conteúdo de seu canal no YouTube para responder dúvidas frequentes acerca do Islam. Ele também conta sobre o cotidiano da mesquita que frequenta e mostra detalhes sobre como é a vida dos muçulmanos na Coreia do Sul.

Recentemente, um vídeo que mostra Daud contando para a mãe sobre sua reversão viralizou na internet. Nele, o jovem comunica sobre sua decisão e, em seguida, é fortemente contestado por sua mãe. No entanto, com muita paciência e respeito, ele conseguiu acalmá-la. “Não se preocupe, tudo vai funcionar de alguma maneira, Inshallah!”, disse Daud, em tom de bom humor.

Embora a reação do público não tenha sido unânime, a maior parte dos internautas apoiou a reversão de Daud. ‘‘Estou me interessando pelo Islam. Eu nunca imaginei que poderia ser uma religião tão maravilhosa”, comentou uma usuária no Youtube. “Eu estou muito feliz por você. Aproveite, você merece ser feliz”, disse uma fã do astro.

O canal de Daud possui mais de 877 mil inscritos. O vídeo em que ele exibe sua reversão ao Islam foi reproduzido mais de 2 milhões de vezes. Ele também possui muitos seguidores no Facebook e no Instagram. 

Recomendado para você:  Juíza cristã condena 3 homens muçulmanos a memorizarem versos do Alcorão por insultarem o Cristianismo no Líbano

Apesar do jovem sul-coreano ter feito a shahada recentemente, ele já tratou de assuntos relacionados ao Islam em vídeos mais antigos. Isso revela que o interesse dele pela religião já o acompanhava há bastante tempo.

O Islam na Coreia do Sul

A presença do Islam não é muito grande na Coreia do Sul. Ao todo, há cerca 150.000 muçulmanos no país, o que representa 0,3% de toda população. A maior parte deste número corresponde a imigrantes. Entre os coreanos, estima-se que 35 mil sejam adeptos.

Há apenas oito mesquitas no país, entre elas a de Seul, que foi construída em 1976 com a ajuda financeira de diversos países islâmicos.

Os muçulmanos que vivem na Coreia do Sul relatam diversos casos de preconceito. Muitos se esforçam constantemente para mudar a percepção equivocada que algumas pessoas têm sobre a religião.

A maioria dos coreanos é composta por cristãos protestantes, mas a presença do catolicismo e do budismo também é muito forte no país.

Mesmo que o Islam ainda não seja comum para a cultura local, o interesse pela religião cresceu na última década. As mesquitas do país registraram um aumento das visitas e também do número de seguidores nas redes sociais. 

Embora ainda seja cedo para prever alguma mudança, o comportamento dos coreanos indica que uma parte da população tem aceitado melhor a presença dos muçulmanos.

Links para a Leitura

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.