Página Inicial » Notícias » Manifestantes no Líbano Cantam “Baby Shark” Para Bebê
Manifestantes no Líbano Cantam Baby Shark Para Bebê
(Foto: Reprodução)

Manifestantes no Líbano Cantam “Baby Shark” Para Bebê

Uma curiosa  imagem feita no Líbano foi destaque em diversos veículos de imprensa ao redor do mundo nesta semana. Em meio à onda de protestos que ocorrem no país, os manifestantes do distrito de Baabda, no sul de Beirute, quebraram o clima de tensão apenas para poder alegrar um bebê que estava no carro com sua mãe.

A mulher que dirigia o carro é Eliane Jabbour. Ela conduziu o veículo até um ponto em que ficou rodeada de manifestantes. Neste momento, o barulho da manifestação começou a assustar o filho dela, Robin, de apenas 1 ano e três meses de idade. 

Em entrevista à rede CNN, ela contou que havia dito aos manifestantes que estava com um bebê no carro, e pediu para que eles não fizessem tanto barulho. Neste momento, o inusitado aconteceu: as pessoas que participavam do protesto começaram a cantar “Baby Shark”, uma canção infantil que está fazendo sucesso em vários países.  

O bebê, que antes estava assustado com a agitação, começou a se acalmar quando escutou a música. “Foi espontâneo”, disse Eliane. “Ele escuta isso em casa várias vezes e ri”.

Confira as imagens:

O vídeo se espalhou pelo Líbano tão rapidamente que, de acordo com Eliane, o marido dela assistiu às imagens antes que ela pudesse lhe contar o caso pessoalmente.

Protestos no Líbano

Protestos no Líbano
(Foto:AFP / Anwar AMRO)

Desde a última quinta-feira (17/10/19), quando o governo propôs novos impostos para a população, está ocorrendo uma série de protestos no Líbano. O governo anunciou algumas medidas que causaram grande insatisfação entre os libaneses, como a taxa de 20 centavos por dia para realizar chamadas de voz pelo WhatsApp. 

No entanto, a insatisfação com os governantes vai além dos impostos. A classe política do país, composta por membros da elite, não teve muitas mudanças desde o final da guerra civil, em 1990, e a população acusa o governo de corrupção.

Recomendado para você:  Enem 2019: Conheça Os Direitos Dos Candidatos Muçulmanos

O país também atravessa um período de crise econômica. Além disso, o alto custo de vida e os graves problemas de infraestrutura estão afetando o acesso da população a serviços básicos, como água potável e energia elétrica. 

Pressionado, o governo se manifestou nesta semana. Na segunda-feira (21/10/19), o primeiro ministro libanês Saad Hariri anunciou novas medidas para o orçamento de 2020. Foram anunciados cortes nos salários do presidente, de ministros e de legisladores; extinção de alguns órgãos estatais, inclusive do Ministério da Informação; aumento de impostos sobre os lucros bancários (o que, segundo o governo, gerará arrecadação U$3,4 bilhões) e também foi declarado que não serão criados outros impostos. 

Mas mesmo com as novas medidas, muitos libaneses ainda permanecem insatisfeitos. Uma greve geral foi convocada no país, e os protestos continuam acontecendo pelo sexto dia seguido em diversas cidades.

Apesar do pedido que fez aos manifestantes quando os encontrou, Eliane Jabbour se diz favorável às manifestações. “As crianças do Líbano merecem um futuro melhor”, afirma a mulher. “Robin verá este vídeo quando crescer e saberá que esses rapazes libaneses estavam lutando por ele”, concluiu.

Links para Leitura

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.