Página Inicial » Teologia Islâmica » As Pessoas Serão Punidas no Inferno para Sempre?
As Pessoas Serão Punidas no Inferno para Sempre

As Pessoas Serão Punidas no Inferno para Sempre?

Em Nome de Allah, o Infinitamente Bom, O Misericordioso.

A maioria dos sábios muçulmanos acredita que o Inferno existirá para sempre e que os descrentes permanecerão nele para sempre. Uma minoria de sábios, no entanto, acredita que o Inferno existirá para sempre, mas que eventualmente será esvaziado de todos os habitantes. Esses dois pontos de vista são opiniões teológicas que são apoiadas pelo Alcorão, pela Sunnah e pelos pontos de vista dos companheiros do Profeta ﷺ e dos primeiros muçulmanos.

Alguns versículos dizem que os habitantes do Inferno “permanecerão nele” (khālidīin fīha) e às vezes descrevem isso com “para sempre” (abada). Na superfície, esses versículos aparentam descrever um castigo eterno.

Allah disse:

وَمَن يَعْصِ اللَّهَ وَرَسُولَهُ فَإِنَّ لَهُ نَارَ جَهَنَّمَ خَالِدِينَ فِيهَا أَبَدًا

“E aqueles que desobedecem a Deus e ao Seu Mensageiro, certamente terão o fogo infernal, onde morarão eternamente.” (Surat al-Jinn, 72:23)

E Allah disse:

إِنَّ اللَّهَ لَعَنَ الْكَافِرِينَ وَأَعَدَّ لَهُمْ سَعِيرًا خَالِدِينَ فِيهَا أَبَدًا

“Em verdade, Deus amaldiçoou os incrédulos e lhes preparou o tártaro, onde permanecerão eternamente.” (Surat al-Ahzab, 33:64-65)

O Profeta ﷺ nos informou de que não haverá morte na próxima vida. A existência da morte, que virá na forma simbólica de um carneiro, será sacrificada no Dia da Ressurreição, de forma que todos saberão que a próxima vida nunca acabará.

Abu Sa ͑īd relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

يُجَاءُ بِالْمَوْتِ يَوْمَ الْقِيَامَةِ كَأَنَّهُ كَبْشٌ أَمْلَحُ زَادَ أَبُو كُرَيْبٍ فَيُوقَفُ بَيْنَ الْجَنَّةِ وَالنَّارِ وَاتَّفَقَا فِي بَاقِي الْحَدِيثِ فَيُقَالُ يَا أَهْلَ الْجَنَّةِ هَلْ تَعْرِفُونَ هَذَا فَيَشْرَئِبُّونَ وَيَنْظُرُونَ وَيَقُولُونَ نَعَمْ هَذَا الْمَوْتُ قَالَ وَيُقَالُ يَا أَهْلَ النَّارِ هَلْ تَعْرِفُونَ هَذَا قَالَ فَيَشْرَئِبُّونَ وَيَنْظُرُونَ وَيَقُولُونَ نَعَمْ هَذَا الْمَوْتُ قَالَ فَيُؤْمَرُ بِهِ فَيُذْبَحُ قَالَ ثُمَّ يُقَالُ يَا أَهْلَ الْجَنَّةِ خُلُودٌ فَلَا مَوْتَ وَيَا أَهْلَ النَّارِ خُلُودٌ فَلَا مَوْتَ

‘A morte virá no Dia da Ressurreição na forma de um carneiro branco, e ela ficará entre o Paraíso e o Inferno. Será dito ao povo do Paraíso: ‘Reconhecem isto?’ Eles levantarão as cabeças, olhando-o, e dirão: Sim, isto é a morte. Então será dito ao povo do Inferno: Reconhecem isto? Eles levantarão as cabeças, olhando-o, e dirão: Sim, isto é a morte. Então a ordem será dada para que sacrifiquem o carneiro, e será dito: Ó povo do Paraíso, há vida eterna para vocês, e não há morte! E será dito: Ó povo do Inferno, há vida eterna para vocês, e não há morte!’”

Fonte: Ṣaḥīḥ al-Bukhārī, 4453. Hadith autêntico (Muttafaqun Alayhi).

Mesmo assim, a ausência da morte não significa necessariamente que as pessoas ficarão no Inferno para sempre. Os sábios que acreditam na eternidade do castigo no Inferno também reconhecem as provas de que os muçulmanos e os monoteístas que cometeram grandes pecados serão punidos no Inferno por um período longo como uma forma de purificação e expiação. Eles eventualmente serão removidos do Fogo e aceitos no Paraíso.

Abu Dharr relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

أَتَانِي جِبْرِيلُ عَلَيْهِ السَّلَام فَبَشَّرَنِي أَنَّهُ مَنْ مَاتَ مِنْ أُمَّتِكَ لَا يُشْرِكُ بِاللَّهِ شَيْئًا دَخَلَ الْجَنَّةَ

Gabriel, que a paz esteja com ele, veio me dar as boas novas de que todos da minha nação que morrerem sem associar parceiros a Allah entrarão no Paraíso.

Eu disse: ‘Mesmo se cometerem adultério e roubar?’ O Profeta ﷺ disse:

وَإِنْ زَنَى وَإِنْ سَرَقَ

Mesmo se cometerem adultério e roubar.’”

Fonte: Ṣaḥīḥ al-Bukhārī, 1180. Hadith Autêntico (Muttafaqun Alayhi).

Jabir relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

يُعَذَّبُ نَاسٌ مِنْ أَهْلِ التَّوْحِيدِ فِي النَّارِ حَتَّى يَكُونُوا فِيهَا حُمَمًا ثُمَّ تُدْرِكُهُمْ الرَّحْمَةُ فَيُخْرَجُونَ وَيُطْرَحُونَ عَلَى أَبْوَابِ الْجَنَّةِ قَالَ فَيَرُشُّ عَلَيْهِمْ أَهْلُ الْجَنَّةِ الْمَاءَ فَيَنْبُتُونَ كَمَا يَنْبُتُ الْغُثَاءُ فِي حِمَالَةِ السَّيْلِ ثُمَّ يَدْخُلُونَ الْجَنَّةَ

As pessoas entre os que adoraram Allah somente (ahl al-tawḥīd) serão punidas no Inferno até virarem carvões. Então a misericórdia de Allah as alcançará e elas serão retiradas e apresentadas nos portões do Paraíso. O povo do Paraíso despejará água sobre elas e elas crescerão como cresce o restolho que carregam as correntes [dos rios], então entrarão no Paraíso.’”

Recomendado para você:  O Islam Acredita na Predestinação ou no Livre Arbítrio?

Fonte: Sunan al-Tirmidhī, 2597. Hadith Autêntico (Sahih).

An-Nawawi comentou sobre essas tradições:

فَهُوَ حُجَّةٌ لِمَذْهَبِ أَهْلِ السَّنَةِ أَنَّ أَصْحَابَ الْكَبَائِرِ لَا يُقْطَعُ لَهُمْ بِالنَّارِ وَأَنَّهُمْ إِنْ دَخَلُوهَا أُخْرِجُوا مِنْهَا وَخُتِمَ لَهُمْ بِالْخُلُودِ فِي الْجَنَّةِ

É uma prova para o povo da tradição profética (sunnah), que aqueles que cometem pecados grandes não permanecerão para sempre no Inferno. Se entrarem nele, serão retirados e eventualmente serão aceitos no Paraíso.

Fonte: Sharḥ Ṣaḥīḥ Muslim, 94.

Isso é indicação da misericórdia de Allah e de Sua grande sabedoria, mas ainda é uma concessão que não devemos assumir como garantida. Alguns dos judeus e cristãos usaram essa concessão para continuar cometendo seus pecados, dizendo que teriam de suportar o Fogo por pouco tempo apenas.

Allah disse:

وَقَالُوا لَن تَمَسَّنَا النَّارُ إِلَّا أَيَّامًا مَّعْدُودَةً ۚ قُلْ أَتَّخَذْتُمْ عِندَ اللَّهِ عَهْدًا فَلَن يُخْلِفَ اللَّهُ عَهْدَهُ ۖ أَمْ تَقُولُونَ عَلَى اللَّهِ مَا لَا تَعْلَمُونَ

“E asseveram: O fogo não vos atormentará, senão por dias contados. Pergunta-lhes: Recebestes, acaso, de Deus um compromisso? Pois sabei que Deus jamais quebra o Seu compromisso. Ou dizeis de Deus o que ignorais?” (Surat al-Baqarah, 2:80)

E Allah disse:

ذَٰلِكَ بِأَنَّهُمْ قَالُوا لَن تَمَسَّنَا النَّارُ إِلَّا أَيَّامًا مَّعْدُودَاتٍ ۖ وَغَرَّهُمْ فِي دِينِهِم مَّا كَانُوا يَفْتَرُونَ

“E ainda disseram: O fogo infernal não nos atingirá, senão por alguns dias. Suas próprias invenções os enganaram, em sua religião.” (Surat al-Imran, 3:24)

De fato, alguns dos muçulmanos dizem a mesma coisa a si mesmos para racionalizarem seus pecados. Mas devemos saber que um só momento no Inferno é pior do que qualquer quantidade de prazer que podemos tirar do mundo. Pessoas serão imergidas no Fogo somente uma vez e, devido a essa dor, esquecerão todas as coisas boas pelas quais já passaram. 

Anas ibn Malik relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

يُؤْتَى بِأَنْعَمِ أَهْلِ الدُّنْيَا مِنْ أَهْلِ النَّارِ يَوْمَ الْقِيَامَةِ فَيُصْبَغُ فِي النَّارِ صَبْغَةً ثُمَّ يُقَالُ يَا ابْنَ آدَمَ هَلْ رَأَيْتَ خَيْرًا قَطُّ هَلْ مَرَّ بِكَ نَعِيمٌ قَطُّ فَيَقُولُ لَا وَاللَّهِ يَا رَبِّ

As pessoas mais privilegiadas no mundo, entre o povo do Inferno, virão no Dia da Ressurreição para serem imergidas no Fogo, então será dito: ‘Ó filho de Adão, viu algum bem? Viu alguma bênção? Ele dirá: Não, por Allah, meu Senhor!’”

Fonte: Ṣaḥīḥ Muslim, 2807. Hadith Autêntico (Sahih).

Se uma pessoa não consegue ficar nem mesmo um só momento no Inferno, então de que vale ficar lá um ano? Ou cem anos? Ou mil anos? Como podem mil anos no Inferno serem descritos como algo diferente de uma eternidade, mesmo que eventualmente chegue ao fim?

Os sábios que acreditam na eternidade do castigo no Inferno são compreensivelmente cuidadosos para não exagerarem na ênfase sobre a misericórdia de Allah, pois alguns abusariam dessa misericórdia para cometer o mal.

No entanto, outros sábios citam provas que indicam que todas as pessoas eventualmente sairão do Inferno. Alguns versículos aparentam limitar a duração do Inferno, o que fica para o julgamento de Allah.

Allah disse:

قَالَ النَّارُ مَثْوَاكُمْ خَالِدِينَ فِيهَا إِلَّا مَا شَاءَ اللَّهُ ۗ إِنَّ رَبَّكَ حَكِيمٌ عَلِيمٌ

“O fogo será a vossa morada, onde permanecereis eternamente, salvo para quem Allah quiser livrar disso. Teu Senhor é Prudente, Sapientíssimo.” (Surat al-An ͑am, 6:128)

E Allah disse:

فَأَمَّا الَّذِينَ شَقُوا فَفِي النَّارِ لَهُمْ فِيهَا زَفِيرٌ وَشَهِيقٌ خَالِدِينَ فِيهَا مَا دَامَتِ السَّمَاوَاتُ وَالْأَرْضُ إِلَّا مَا شَاءَ رَبُّكَ ۚ إِنَّ رَبَّكَ فَعَّالٌ لِّمَا يُرِيدُ

“Quanto aos desventurados, serão precipitados no fogo, donde exalarão gemidos e gritos, onde permanecerão eternamente, enquanto perdurarem os céus e a terra, a menos que teu Senhor disponha outra sorte, porque dispõe como Lhe apraz.” (Surat Hud, 11:106-107)

E Allah disse:

إِنَّ جَهَنَّمَ كَانَتْ مِرْصَادًا لِّلطَّاغِينَ مَآبًا لَّابِثِينَ فِيهَا أَحْقَابًا

“Em verdade, o inferno será uma emboscada, morada para os transgressores, onde permanecerão, por tempo ininterrupto.”

Recomendado para você:  Pedir a Allah Misericórdia por um Falecido Não-Muçulmano

Surat al-Naba, 78:21-23.

At-Tabari escreveu que as palavras atenuantes usadas nesses versículos foram interpretadas por alguns dos primeiros muçulmanos de maneira a incluir todos que entrarão no Paraíso, não apenas os muçulmanos ou os monoteístas.

Abdullah ibn Masud disse:

لَيَأْتِيَنَّ عَلَى جَهَنَّمَ زَمَانٌ تُخْفِقُ أَبْوَابُهَا لَيْسَ فِيهَا أَحَدٌ وَذَلِكَ بَعْدَ مَا يَلْبَثُونَ فِيهَا أَحْقَابًا

“Chegará um momento em que as portas do Inferno serão escancaradas e não restará ninguém nele. Isso depois que eles ficarem lá dentro por eras.”

Fonte: Tafsīr al-Ṭabarī, 11:107.

Os que aceitaram esse ponto de vista também observaram que Allah muitas vezes menciona as recompensas ininterruptas do povo do Paraíso, mas não usa sentenças semelhantes para descrever o castigo do fogo. Em outras palavras, está confirmado que o Paraíso é eterno e durará para sempre, enquanto a mesma questão sobre o Inferno é deixada sem resposta.

Ibn Zaid disse:

وَأَخْبَرَنَا بِالَّذِي يَشَاءُ لِأَهْلِ الْجَنَّةِ فَقَالَ عَطَاءً غَيْرَ مَجْذُوذٍ وَلَمْ يُخْبِرْنَا بِالَّذِي يَشَاءُ لِأَهْلِ النَّارِ

Allah nos informou do que Ele estabeleceu para o povo do Paraíso, dizendo: Uma graça ininterrupta. (Alcorão, 11:108) E Ele não nos disse o que estabeleceu para o povo do Inferno.

Fonte: Tafsīr al-Ṭabarī, 11:107.

Dessa forma, sempre que o Alcorão diz “permanecerão nele” (khālidīin fīha), é algo implicitamente limitado à duração que Allah determina. “Para sempre”, ao se referir à permanência no Inferno, é uma figura retórica, o que significa que ficarão nele por eras e eras, e não literalmente por toda a eternidade.

At-Tabari registrou que alguns companheiros do Profeta ﷺ disseram:

فِي قَوْلِهِ إِلَّا مَا شَاءَ رَبُّكَ قَالَ هَذِهِ الْآيَةُ تَأْتِي عَلَى الْقُرْآنِ كُلِّهِ يَقُولُ حَيْثُ كَانَ فِي الْقُرْآنِ خَالِدِينَ فِيهَا تَأْتِي عَلَيْهِ

“Quando ele diz: a menos que teu Senhor disponha outra sorte (Alcorão, 11:107), este versículo cobre todo o Alcorão. Sempre que o Alcorão diz que eles “permanecerão nele”, carrega esse significado.”

Fonte: Tafsīr al-Ṭabarī, 11:107.

Ibn al-Qayyim escreveu:

ولكن مجرد ذكر الخلود والتأبيد لا يقتضي عدم النهاية بل الخلود هو المكث الطويل

“A menção de eternidade (al-khulūd) e para sempre (al-ta’bīd) não indica necessariamente que seja sem fim, pois eternidade pode significar durar muito tempo.”

Fonte: Shifā’ al-‘Alīl, 1/257

O Profeta ﷺ também nos informou de que haverá algumas pessoas pelas quais Allah mesmo intercederá, as tirando do Inferno. Elas eventualmente serão admitidas no Paraíso para passar a eternidade nele, mesmo nunca tendo feito nenhuma boa obra.

Abu Said relatou: “O Mensageiro de Allah ﷺ disse:

فَيَقُولُ اللَّهُ عَزَّ وَجَلَّ شَفَعَتْ الْمَلَائِكَةُ وَشَفَعَ النَّبِيُّونَ وَشَفَعَ الْمُؤْمِنُونَ وَلَمْ يَبْقَ إِلَّا أَرْحَمُ الرَّاحِمِينَ فَيَقْبِضُ قَبْضَةً مِنْ النَّارِ فَيُخْرِجُ مِنْهَا قَوْمًا لَمْ يَعْمَلُوا خَيْرًا قَطُّ قَدْ عَادُوا حُمَمًا فَيُلْقِيهِمْ فِي نَهَرٍ فِي أَفْوَاهِ الْجَنَّةِ يُقَالُ لَهُ نَهَرُ الْحَيَاةِ فَيَخْرُجُونَ كَمَا تَخْرُجُ الْحِبَّةُ فِي حَمِيلِ السَّيْلِ أَلَا تَرَوْنَهَا تَكُونُ إِلَى الْحَجَرِ أَوْ إِلَى الشَّجَرِ مَا يَكُونُ إِلَى الشَّمْسِ أُصَيْفِرُ وَأُخَيْضِرُ وَمَا يَكُونُ مِنْهَا إِلَى الظِّلِّ يَكُونُ أَبْيَضَ

Allah, o Altíssimo, dirá: Os anjos intercederam, os profetas intercederam, os crentes intercederam e não resta ninguém para interceder, senão o Mais Misericordioso dos misericordiosos. Ele pegará um punhado do Inferno e tirará dele pessoas que nunca fizeram bem algum, que viraram carvão. Ele os jogará num rio chamado Rio da Vida nas cercanias do Paraíso. Eles sairão como saem sementes dos sedimentos que as inundações carregam. Você a vê perto de uma pedra ou uma árvore. O que está exposto ao sol é amarelo ou verde, e o que está sob a sombra é branco.

Eles disseram: ‘Ó Mensageiro de Allah, parece que você estava cuidando de um rebanho na selva.’ O Profeta prosseguiu:

فَيَخْرُجُونَ كَاللُّؤْلُؤِ فِي رِقَابِهِمْ الْخَوَاتِمُ يَعْرِفُهُمْ أَهْلُ الْجَنَّةِ هَؤُلَاءِ عُتَقَاءُ اللَّهِ الَّذِينَ أَدْخَلَهُمْ اللَّهُ الْجَنَّةَ بِغَيْرِ عَمَلٍ عَمِلُوهُ وَلَا خَيْرٍ قَدَّمُوهُ ثُمَّ يَقُولُ ادْخُلُوا الْجَنَّةَ فَمَا رَأَيْتُمُوهُ فَهُوَ لَكُمْ فَيَقُولُونَ رَبَّنَا أَعْطَيْتَنَا مَا لَمْ تُعْطِ أَحَدًا مِنْ الْعَالَمِينَ فَيَقُولُ لَكُمْ عِنْدِي أَفْضَلُ مِنْ هَذَا فَيَقُولُونَ يَا رَبَّنَا أَيُّ شَيْءٍ أَفْضَلُ مِنْ هَذَا فَيَقُولُ رِضَايَ فَلَا أَسْخَطُ عَلَيْكُمْ بَعْدَهُ أَبَدًا

Recomendado para você:  A Misericórdia de Allah é maior que Sua Ira

Eles sairão como pérolas, com marcas em seus pescoços. O povo do Paraíso os reconhecerá e dirá: São esses que foram libertados por Allah, que Allah permitiu entrarem no Paraíso sem que tenham feito boa obra alguma ou passado adiante qualquer bem. Então Allah dirá: Entrem no Paraíso e o que quer que virem dentro, é de vocês. Eles dirão: Ó Senhor, nos concedeu graças que não concedeu a mais ninguém entre os mundos. Allah dirá: Tenho uma graça melhor do que essa. Eles dirão: Ó Senhor, o que poderia ser melhor do que isso? Allah dirá: É a minha satisfação, pois jamais me irarei convosco após isso.’”

Fonte: Ṣaḥīḥ Muslim, 183. Hadith Autêntico (Sahih).

Podemos entender nessa tradição que o propósito do Inferno é purificar as pessoas de seus pecados e prepará-las para uma vida de pureza no Paraíso. Não é simplesmente castigar só por castigar. Se há esperança de que os piores dos piores entrarão no Paraíso eventualmente, então como será para os que fizeram ao menos algumas boas ações durante a vida?

Ibn al-Qayyim menciona os argumentos dos sábios que acreditam que o castigo do Inferno eventualmente terá um fim. Num capítulo comprido, ele detalha vinte e cinco argumentos e provas que eles usavam para apoiar essa interpretação, entre eles uma ênfase na misericórdia de Allah e em Sua sabedoria.

Ibn al-Qayyim escreve:

النار خلقت تخويفا للمؤمنين وتطهيرا للخاطئين والمجرمين فهي طهرة من الخبث الذي اكتسبته النفس في هذا العالم فان تطهرت هاهنا بالتوبة النصوح والحسنات الماحية والمصائب المكفرة

“O Inferno foi criado para intimidar os crentes e purificar os pecadores e os criminosos. É um meio para a purificação pela sujeira que as almas fizeram neste mundo. A purificação neste mundo se dá por meio de arrependimento, sinceridade, boas obras, reparações, calamidades e expiações.”

Fonte: Ḥādī al-Arwāḥ, 1/367

E ele escreve:

العفو أحب إليه سبحانه من الانتقام والرحمة أحب إليه من العقوبة والرضا أحب إليه من الغضب والفضل أحب إليه من العدل

“O perdão é mais amado a Allah do que a vingança, a misericórdia é mais amada a Ele do que o castigo, a satisfação é mais amada a Ele do que a raiva e a generosidade é mais amada a Ele do que a justiça.”

Fonte: Ḥādī al-Arwāḥ, 1/372

E escreve:

أنه سبحانه وتعالى اخبر إن رحمته وسعت كل شيء فليس شيء من الأشياء إلا وفيه رحمته ولا ينافي هذا

“Allah, o Altíssimo, nos informou que a misericórdia d’Ele abrange a todas as coisas e não há coisa alguma em que a misericórdia d’Ele não esteja presente, e isso não foi revogado.”

Fonte: Ḥādī al-Arwāḥ, 1/376.

E ele escreve:

أنه ليس في حكمة احكم الحاكمين إن يخلق خلقا يعذبهم ابد الآباد عذابا سرمدا لا نهاية له ولا انقطاع أبدا

“Não é adequado à sabedoria do Sapientíssimo juiz que Ele criaria alguém para punir para todo o sempre em castigo eterno, sem final ou alteração.”

Fonte: Ḥādī al-Arwāḥ, 1/378.

Ibn Al-Qayyim parecia simpatizar com esse ponto de vista, mas nunca o respaldou completamente. Este ponto de vista sempre foi uma opinião minoritária na teologia islâmica, porém, como ele certamente demonstrou, não é sem fundamento válido.

No fim, Allah somente que sabe o que realmente acontecerá no Dia da Ressurreição e como Ele lidará com os pecadores entre Sua criação. Podemos somente interpretar as provas da revelação da melhor maneira possível, uma vez que a verdadeira magnitude da realidade da Derradeira Vida é desconhecida para nós. O que sabemos com certeza é que Allah é Justo, Sábio e Misericordioso. A justiça, a sabedoria e a misericórdia d’Ele se cumprirão na próxima vida de maneiras que não somos capazes de imaginar.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe mais.

Links para Leitura

Fonte: https://abuaminaelias.com/will-people-be-punished-in-hellfire-forever/

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.