Página Inicial » Perguntas e Respostas » Como o Islam vê o destino dos Não-Muçulmanos após a morte?

Como o Islam vê o destino dos Não-Muçulmanos após a morte?

Pergunta:

Allah perdoará pessoas que não aceitaram o Islam?

Resposta:

Em nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

A regra geral é que as pessoas que ouvem a mensagem do Islam em sua verdadeira forma devem acreditar no Profeta Muhammad, ﷺ, e no Alcorão. Aqueles que rejeitarem a mensagem do Islam entrarão no Inferno. 

No entanto, é possível que Allah perdoe algumas pessoas que tenham uma desculpa válida, como honesta ignorância (de Sua Unicidade ou existência) ou nunca terem recebido a mensagem do Islam em sua verdadeira forma. Allah tem o direito de perdoar e recompensar quem Ele quiser, pois Allah os conhece melhor e, em geral, não podemos assumir com certeza o destino final dos indivíduos.

O dever da humanidade de abraçar a religião do Islam é confirmado em muitos versículos e narrações autênticas.

Allah disse:

إِنَّ الدِّينَ عِندَ اللَّهِ الْإِسْلَامُ

Em verdade, para Allah a religião é o Islam. (03:19)

E Allah disse:

وَمَن يَبْتَغِ غَيْرَ الْإِسْلَامِ دِينًا فَلَن يُقْبَلَ مِنْهُ وَهُوَ فِي الْآخِرَةِ مِنَ الْخَاسِرِينَ

E quem quer que almeje (impingir) outra religião, que não seja o Islam, (essa) jamais será aceita e, no outro mundo, essa pessoa contar-se-á entre os desventurados. (03:85)

Abu Huraira relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

والذي نفس محمد بيده لا يسمع بي أحد من هذه الأمة يهودي ولا نصراني ثم يموت ولم يؤمن بالذي أرسلت به إلا كان من أصحاب النار

Por aquele em cuja mão está a alma de Muhammad, não há ninguém que me ouça desta nação de judeus e cristãos e depois morra sem acreditar na minha mensagem, exceto que ele será um companheiro do Fogo do Inferno.

Fonte: Sahih Muslim – 153

No entanto, o fato é que muitos judeus, cristãos e outros não-muçulmanos conhecem uma versão distorcida do Islam. Eles seguem sinceramente suas próprias religiões, acreditando que são a verdade. É possível que Allah perdoe essas pessoas e as recompense por sua sinceridade.

Allah disse:

وَمَا كُنَّا مُعَذِّبِينَ حَتَّىٰ نَبْعَثَ رَسُولً

Jamais castigamos (um povo), sem antes termos enviado um mensageiro (17:15)

Recomendado para você:  Um muçulmano pode trabalhar para um restaurante que serve carne de porco e álcool?

A questão do destino de judeus e cristãos na outra vida foi feita na frente do Profeta, então Allah revelou versículos a respeito deles.

Salman Al-Farisi relatou: Perguntei ao Profeta, ﷺ, sobre as pessoas da religião que estavam comigo, mencionando suas orações e atos de adoração. Então Allah revelou o verso:

إن الذين آمنوا والذين هادوا والنصارى والصابئين من آمن بالله واليوم الآخر وعمل صالحا فلهم أجرهم عند ربهم ولا خوف عليهم ولا هم يحزنون

Os fiéis, os judeus, os cristãos e os sabeus, enfim, todos os que crêem em Allah, no Dia do Juízo Final, e praticam o bem, receberão a sua recompensa de seu Senhor e não serão presas do temor, nem de atribulações. (02:62)

Fonte: Tafseer Ibn Abi Hatim – 02:62

Outro versículo faz alusão ao destino dos cristãos que vieram depois de Issa, عليه السلام, e erroneamente, o adoraram em vez de Allah.

Allah disse:

إِن تُعَذِّبْهُمْ فَإِنَّهُمْ عِبَادُكَ ۖ وَإِن تَغْفِرْ لَهُمْ فَإِنَّكَ أَنتَ الْعَزِيزُ الْحَكِيمُ

Issa dirá: Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo. (05:118)

Issa deixa o destino deles para Allah, como talvez eles pudessem ter sido sinceros, mas confusos ou negados ao acesso da verdadeira revelação. Por esse motivo, Al Ghazali acreditava que muitos cristãos e não muçulmanos em seu tempo seriam perdoados porque nunca tiveram acesso aos verdadeiros ensinamentos islâmicos.

Al Ghazali escreve:

إن الرحمة تشمل كثيرا من الأمم السالفة وإن كان أكثرهم يعرضون على النار إما عرضة خفيفة حتى في لحظة أو في ساعة وإما في مدة حتى يطلق عليهم اسم بعث النار بل أقول إن أكثر نصارى الروم والترك في هذا الزمان تشملهم الرحمة إن شاء الله تعالى … بل سمعوا أيضا منذ الصبا أن كذابا ملبسا اسمهمحمد ادعى النبوة

Eu digo que a misericórdia de Allah também abrangerá muitas comunidades passadas, mesmo que a maioria delas possa ser brevemente exposta ao Fogo do Inferno por um segundo, ou uma hora, ou algum período de tempo, em virtude do qual eles ganham o título de “partido do Fogo do Inferno.” Eu diria que, se Allah quiser, a maioria dos cristãos de Bizâncio e dos turcos dessa época será coberta pela misericórdia de Allah… Tudo o que ouviram desde a infância foi que algum grande mentiroso com o nome de Muhammad afirmou ser profeta.

Fonte: Faysal At-Tafriqan – 12

Recomendado para você:  Resposta de uma muçulmana a pergunta: ''Por que você está dirigindo?'' ''A shariah não te proíbe?''

Aqueles que cometem atos externos de descrença não são necessariamente considerados incrédulos absolutos. Ibn Al-Qayyim mantém a opinião, baseada na narração autêntica, de que aqueles que cometerem atos de descrença devido à ignorância honesta serão perdoados.

Ibn Al-Qayyim escreve:

وأما جحد ذلك جهلا أو تأويلا يعذر فيه صاحبه فلا يكفر صاحبه به كحديث الذي جحد قدرة الله عليه وأمر أهله أن يحرقوه ويذروه في الريح ومع هذا فقد غفر الله له ورحمه لجهله إذ كان ذلك الذي فعله مبلغ علمه ولم يجحد قدرة الله على إعادته عنادا أو تكذيبا

Se um desses assuntos de fé é negado por ignorância ou má interpretação, então ele é desculpado e quem o fez não se torna um incrédulo, como na narração em que o homem negou a providência de Allah e ele ordenou ao seu povo que o queimasse  e espalhasse suas cinzas ao vento. Apesar desse erro, Allah perdoou o homem e teve piedade dele por causa de sua ignorância. O conhecimento sobre a providência de Allah que o alcançou não foi negado por teimosia ou intenção de mentir.

Fonte: Madarij As-Salikeen – 01/347

Embora em geral as pessoas que rejeitam conscientemente o verdadeiro Islam irão para o Fogo do Inferno, não é permitido dizer que um indivíduo específico esteja no Paraíso ou no Fogo do Inferno, exceto aqueles explicitamente foram nomeados no Alcorão e na Sunnah. O Profeta nos disse que algumas pessoas parecem destinadas ao Fogo do Inferno, mas na realidade entram no Paraíso e vice-versa.

Sahl ibn Sa’d relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

إن الرجل ليعمل عمل أهل الجنة فيما يبدو للناس وهو من أهل النار وإن الرجل ليعمل عمل أهل النار فيما يبدو للناس وهو من أهل الجنة

Recomendado para você:  Qual a definição de um mártir no Islam? - Sheykh Muhammad Akram Nadwi

Em verdade, um homem pode parecer ao povo como se estivesse praticando os atos do povo do Paraíso, enquanto na realidade ele está entre o povo do Fogo do Inferno, e outro poderia parecer ao povo como se estivesse praticando os atos do povo do Fogo do Inferno, enquanto na realidade ele está entre o povo do Paraíso.

Fonte: Sahih al Bukhari – 2742

Judeus, cristãos e não-muçulmanos são considerados incrédulos no sentido externo porque não praticam o Islam. Eles seguem diferentes leis religiosas e realizam rituais diferentes em relação a orações, funerais, enterros, herança e assim por diante. Só podemos julgar suas ações exteriores e não seus corações, por isso não é permitido declarar que um indivíduo específico entre eles seja um incrédulo absoluto ou um morador do Fogo do Inferno, porque somente Allah conhece sua verdadeira situação. Em vez disso, devemos deixar o destino deles para Allah somente.

Allah disse:

إن الذين آمنوا والذين هادوا والصابئين والنصارى والمجوس والذين أشركوا إن الله يفصل بينهم يوم القيامة إن الله على كل شيء شهيد

Quanto aos fiéis, judeus, sabeus, cristãos, masdeístas ou idólatras, certamente Allah julgará à todos no Dia da Ressurreição, porque Allah é Testemunha de todas as coisas. (22:17)

Sendo assim, é melhor abordar os judeus e os cristãos como “povo do Livro” e não como “incrédulos”, porque Allah disse em vários versículos:

يَا أَهْلَ الْكِتَابِ

Ó povo do Livro (03:64,98-99)

Allah sempre se referiu a eles como o povo do Livro, uma ênfase em sua fé em Moisés, Jesus e os profetas, عليهم صلاة وسلام, assim como Ele os criticou por seus atos de incredulidade.

Para concluir, Allah certamente se reserva o direito de admitir qualquer pessoa no Paraíso, apesar do como poderíamos julgar suas ações externas.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe melhor.

Fonte: https://abuaminaelias.com/will-allah-forgive-the-jews-the-christians-and-the-non-muslims/?fbclid=IwAR13wapJQN6Hn03tB1Y_KMQCT1A3yAXCiUmYfyVyldW6GHBhpTf1iCvK8QI

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.