Página Inicial » História Islâmica » O que foi o Califado Omíada?
O castelo de Qusair Amra, construído em princípios do século VIII (provavelmente entre 711 e 715) pelo califa omíada Walid I. A estrutura servia como local de lazer para os membros da dinastia.

O que foi o Califado Omíada?

O Califado Omíada foi o segundo de quatro califados islâmicos (sunitas), e foi fundado na Arábia após a morte do Profeta Muhammad. Os omíadas governaram o mundo islâmico de 661 a 750, e sua capital se localizava na cidade de Damasco; O fundador do califado, Muawiya ibn Abi Sufyan, havia sido o governador da Síria (antes de fundar sua dinastia após o fim do califado rashidun).

Originalmente de Meca, Muawiya nomeou sua dinastia como “Filhos de Umayya” em homenagem a um antepassado comum que ele compartilhava com o Profeta Muhammad.

A família omíada tinha sido uma dos principais clãs combatentes na batalha de Badr (em 624), a batalha decisiva entre Muhammad e seus seguidores, de um lado, e os poderosos clãs de Meca, do outro.

Muawiya triunfou sobre Ali, o quarto califa e genro de Muhammad, em 661, e fundou oficialmente o novo califado. O califado de omíada transformou-se em um dos centros políticos, culturais, e científicos principais do inicio da Idade Média.

Os omíadas também iniciaram o processo de difusão do Islã por toda a Ásia, África e Europa. Eles se mudaram para a Pérsia e para a Ásia Central, convertendo os governantes das principais cidades de oásis da Rota da Seda , como Merv e Sistan. Eles também invadiram o que é agora o Paquistão, iniciando o processo de conversão nessa área que continuaria por séculos. As tropas omíadas também atravessaram o Egito e trouxeram o Islã para a costa mediterrânea da África, de onde se espalhariam pelo sul através do Saara ao longo de rotas de caravanas até que grande parte da África Ocidental se tornasse muçulmana.

 Finalmente, os omíadas travaram uma série de guerras contra o Império Bizantino baseado no que hoje é Istambul. Eles procuraram derrubar este império cristão na Anatólia e converter a região ao Islã; A Anatólia acabaria por se converter, mas somente após vários séculos após o colapso da dinastia omíada na Ásia.

Entre 685 e 705 , o Califado Omíada atingiu seu ápice de poder e prestígio. Seus exércitos conquistaram áreas da Espanha a oeste a Sindh no que é agora a Índia. Uma após a outra, outras cidades da Ásia Central cairam para os exércitos muçulmanos – Bukhara, Samarcanda, Khwarezm, Tashkent e Fergana. Este império em rápida expansão tinha um sistema postal, uma forma de operação bancária baseada no crédito e algumas das mais belas arquiteturas jamais vistas.

Recomendado para você:  6 importantes conversões ao Islam

Só quando parecia que os omíadas realmente estavam preparados para governar o mundo, no entanto, o desastre aconteceu. Em 717, o imperador bizantino Leão III levou seu exército a uma vitória esmagadora sobre as forças omíadas, que haviam sitiado Constantinopla. Depois de 12 meses tentando romper as defesas da cidade, os omíadas famintos e exaustos tiveram que recuar de mãos vazias de volta à Síria.

Um novo califa, Umar II, tentou reformar o sistema financeiro do califado aumentando os impostos sobre os muçulmanos árabes ao mesmo nível dos impostos sobre todos os outros muçulmanos não-árabes. Isso causou um grande clamor entre os fiéis árabes, é claro, e causou uma crise financeira quando se recusaram a pagar quaisquer impostos. Finalmente, novas rixas estouraram entre as várias tribos árabes em torno deste tempo, deixando o sistema omíada cambaleando.

Conseguiram pressionar por mais algumas décadas. Os exércitos omíadas chegaram tão longe na Europa Ocidental quanto a França em 732, onde foram derrotados na Batalha de Tours. Em 740, os bizantinos deram aos omíadas outro golpe quebrantador, expulsando todos os árabes da Anatólia. Cinco anos depois, as rivalidades entre as tribos árabes Qays e  Kalb iniciaram uma guerra em larga escala na Síria e no Iraque. Em 749, os líderes religiosos proclamaram um novo califa, Abu al-Abbas al-Saffah, que se tornou o fundador do  califado abássida.

Sob o novo califa, membros da antiga família governante foram caçados e executados. Um sobrevivente, Abd-ar-Rahman, escapou para Al-Andalus (Espanha), onde fundou o Emirado (e mais tarde califado) de Córdoba. O califado omíada na Espanha sobreviveu até 1031.

Fonte: https://www.thoughtco.com/what-was-the-umayyad-caliphate-195431

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.