Página Inicial » História Islâmica » Mehmed II ordena a proteção dos cristãos
Como Mehmed segundo protegeu os cristãos

Mehmed II ordena a proteção dos cristãos

A foto mostra o edito imperial emitido pelo sultão Mehmed II, o Conquistador de Constantinopla, no ano 1463, após a conquista da Bósnia. Neste edito imperial ele descreveu como os habitantes das terras conquistadas deveriam ser tratados, e deixou claro que ele nunca viria a comprometer os valores islâmicos de bom tratamento com os súditos cristãos, e não permitiria que nenhum muçulmano o fizesse. O sultão descreveu os direitos dos franciscanos bósnios:

“Eu, sultão Mehmed Han comando que : Ninguém será susceptível a perturbar ou prejudicar essas pessoas ou suas igrejas. Deixe-os viver em paz no meu império e deixem que essas pessoas que estão fixas ou são imigrantes vivam com segurança e livremente. Deixai-os voltar às suas pátrias dentro das fronteiras de meu império e que vivam e estabeleçam seus mosteiros.

Nem um membro da família real, nem os meus vizires, nem meus servos, nem os cidadãos deste império irão violar a honra ou ferir essas pessoas.

Declarão de Mehmed II

Ninguém está autorizado a atacar vidas dessas pessoas, a propriedade ou igrejas delas, ou insultá-las ou prejudicá-las, e mesmo se estas pessoas trouxerem cidadãos de outros países para o meu país, estas novas pessoas irão gozar dos mesmos direitos.

Juro por Deus, o Criador e Senhor dos céus e da terra, pelo Mensageiro de Deus, nosso Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah esteja com ele), pelos 124.000 Profetas, e pela espada que estou usando que nenhum dos meus cidadãos contrariará esta ordem, sendo eles leais a mim e seguidores dos meus mandamentos “

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.