Página Inicial » Perguntas e Respostas » Como repor orações perdidas
Muçulmana em posição de sujud

Como repor orações perdidas

A oração é o pilar da religião, a principal das boas ações e a primeira das ações pelas quais seremos julgados no dia da ressurreição. Portanto, é uma obrigação para os muçulmanos compensar as orações perdidas como uma expiação por estar ausente durante a oração em seu horário fixado.

Quem perde uma oração por esquecimento honesto ou sono ou outra desculpa válida, então sua única expiação é realizar essa oração assim que ele se lembrar. Ao fazer isso, ele será absolvido de qualquer pecado por perder a oração.

Anas ibn Malik relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

مَنْ نَسِيَ صَلَاةً فَلْيُصَلِّهَا إِذَا ذَكَرَهَا لَا كَفَّارَةَ لَهَا إِلَّا ذَلِكَ

Quem se esquece de uma oração deve fazê-la quando se lembra. Não há outra expiação além disso.

Fonte: Sahih Bukhari – 572

A falta deliberada de uma oração é um grande pecado que devemos nos esforçar e evitar. Os estudiosos discordaram sobre a expiação de um muçulmano que perde uma oração de propósito devido à preguiça ou outra desculpa inválida. A maioria dos eruditos afirma que ele deve fazer essas orações o mais rápido possível, enquanto uma minoria de eruditos afirma que essas orações não serão válidas.

Imam Nawawi disse:

أَجْمَعَ الْعُلَمَاءُ الَّذِينَ يُعْتَدُّ بِهِمْ عَلَى أَنَّ مَنْ تَرَكَ صَلَاةً عَمْدًا لَزِمَهُ قَضَاؤُهَا وَخَالَفَهُمْ أَبُو مُحَمَّدٍ عَلِيٌّ بْنُ حَزْمٍ فَقَالَ لَا يَقْدِرُ عَلَى قَضَائِهَا أَبَدًا وَلَا يَصِحُّ فِعْلُهَا أَبَدًا قَالَ بَلْ يُكْثِرُ مِنْ فِعْلِ الْخَيْرِ وَصَلَاةِ التَّطَوُّعِ لِيَثْقُلَ مِيزَانُهُ يَوْمَ الْقِيَامَةِ وَيَسْتَغْفِرُ اللَّهَ تَعَالَى وَيَتُوبُ

Existe um consenso entre os estudiosos confiáveis, de que quem deixar uma oração de propósito deve fazê-la. Ibn Hazm discordou deles sobre isso e disse que essa pessoa nunca poderá repô-las e elas serão inválidas. Em vez disso, ele disse que se deve aumentar suas boas ações e orações voluntárias para aumentar sua balança no Dia da Ressurreição e que ele deve pedir perdão a Deus, o Exaltado, e se arrepender.

Recomendado para você:  Um muçulmano pode trabalhar para um restaurante que serve carne de porco e álcool?

Fonte: Majmu Sharh Al Muhadhab – 03/79

Ibn Hazm e aqueles que concordaram com ele, sustentam que as orações perdidas sem uma desculpa válida não serão aceitas, devido ao dito de Allah, o Exaltado:

إِنَّ الصَّلَاةَ كَانَتْ عَلَى الْمُؤْمِنِينَ كِتَابًا مَّوْقُوتًا

Em verdade, a oração é um dever para os crentes nos horários prescritos. (04:103)

Esses estudiosos disseram que não é prescrito para um muçulmano repor essas orações, mas ele deve compensar aumentando suas boas ações, buscando o perdão de Allah e se arrependendo.

Ibn Taymiyyah disse:

وتارك الصلاة عمدا لا يشرع له قضاؤها ولا تصح منه بل يكثر من التطوع وكذا الصوم وهو قول طائفة من السلف كأبي عبد الرحمن صاحب الشافعي وداود وأتباعه

Não foi legislado para quem deixar a oração de propósito repor elas, e isso não será aceito dele. Em vez disso, ele deve aumentar suas boas ações voluntárias, como o jejum. Essa é a opinião de um grupo de justos predecessores (salaf), como Abdur Rahman, companheiro do Imam Shafi, Dawud, e aqueles que os seguiram.

Fonte: Al Ikhtiyarat – 34

Em nossos dias, alguns muçulmanos às vezes perdem muitas orações ao longo dos anos. Se é possível que uma pessoa calcule quantas orações foram perdidas e as faça de uma maneira razoável, então deve fazê-las, de acordo com uma programação diária fixa, se necessário.

No entanto, se não for possível calcular o número de orações perdidas ou compensá-las de uma maneira razoável ou se tal dificuldade impedir uma pessoa de retornar à oração, então ele deve aumentar suas boas ações, buscar o perdão de Allah e se arrepender.

Recomendado para você:  Dhul Hijjah chegou! O que devemos fazer?

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe melhor.

Fonte: https://abuaminaelias.com/making-up-missed-prayers/?fbclid=IwAR2XSsqcgrupMsi8vYGLxkC9acT4jto1WDWD980bRmxrjEoF2kjS2-dDxfI

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.