Página Inicial » História Islâmica » Ertugrul: Quem Foram Os Personagens Na Vida Real?
Ertugrul Quem Foram Os Personagens Na Vida Real

Ertugrul: Quem Foram Os Personagens Na Vida Real?

  • Os personagens da série tiveram um grande impacto na história turca
  • Alguns deles tiveram papel decisivo na fundação do Império Otomano e no desenvolvimento da civilização islâmica
  • Apesar de se basear em fatos reais, boa parte da série não possui confirmação histórica

Muitas pessoas acompanham atentamente a série Ertugrul que, no Brasil, ganhou o nome de O Grande Guerreiro Otomano e é exibida pela Netflix. A narrativa é inspirada em uma história real e também traz uma série de personagens que foram importantes para erguer o Império Otomano e para o desenvolvimento da civilização islâmica.

Muitas pessoas estão aproveitando esta fonte de entretenimento para aprender um pouco mais sobre a idade média islâmica e conhecer alguns personagens que foram fundamentais naquele período. Abaixo, confira uma lista com alguns deles.

Ertugrul Bey

Ertugrul Bey

Ertugrul é o pai de Osman I, o fundador do Império Otomano. Ele foi o líder da tribo dos Kayi, que surgiu no norte da Pérsia e se estabeleceu na Anatólia, onde hoje é a Turquia. Também foi a primeira liderança da história turca que não seguiu o estilo de vida nômade. 

Foi leal ao sultão Aladin Caicobado I, que o ajudou a se estabelecer na Anatólia até o dia em que o sultão foi morto por envenenamento. O responsável pela morte foi Sadettin Kopek, que sucedeu o reinado de Caicobado I.

O personagem na série ficou marcado por ser um sujeito muito amoroso com sua esposa, Halime Sultan, com quem teve quatro filhos. Próximo aos dez anos finais de sua vida, ele passou o reinado para o filho Osman I, e faleceu com cerca de 90 anos de idade.

Ficou marcado na história graças às moedas cunhadas por Osman I, que mostravam que Ertugrul era o nome de seu pai. No entanto, boa parte do que se sabe sobre a vida dele é composta apenas por contos folclóricos.

Osman I

Osman I

Nascido em 1258, Osman I entrou para a história como o fundador do Império Otomano que, em alguns livros, é também reconhecido como a dinastia Osmanli.

Seu nascimento foi descrito como um milagre, pois seus pais já eram idosos quando ele veio ao mundo. Sua mãe, em especial, já não estava mais em idade fértil naquela ocasião.

Recomendado para você:  Jerusalém e Umar Ibn Al-Khatab

Muitos fatos sobre sua vida ainda são desconhecidos e os registros que existem só foram descobertos após 100 anos de sua morte.

Suleyman Shah

Suleyman Shah

Foi uma figura muito importante para a história turca, e continua sendo respeitado até os dias atuais.

Ele teve quatro filhos com Hayme Hatun. Morreu afogado no Rio Eufrates, perto de Aleppo, na Síria. No entanto, o local onde foi enterrado pertence à Turquia, e para visitá-lo, é necessário ter um passaporte turco.

Por causa dos ataques do Daesh (ISIS), seu mausoléu precisou ser transferido para a Turquia no ano passado, devido à ameaça do local ser destruído.

Gundogdu & Sungurtekin

Gundogdu & Sungurtekin

Não há muita informação sobre eles, apenas relatos verbais. Sabe-se que eles não apoiaram Ertugrul, mas ao que tudo indica, viveram uma vida tranquila. No entanto, eles sofreram duras perdas durante a invasão mongol e subserviram ao seu domínio.

Dundar Bey

Dundar Bey

Foi um guerreiro renomado e habilidoso, e é descrito como uma pessoa que se dedicou à sua família e à sua tribo. No entanto, sua personalidade é motivo de controvérsia, e sabe-se que ele cometeu alguns erros. 

Dundar Bey morreu com mais de 90 anos pelas mãos de Osman I, após se rebelar contra uma de suas decisões.

Turgut Alp

Turgut Alp

Considerado um dos maiores guerreiros da história da Turquia, ele foi extremamente leal a Ertugrul e a seu filho, Osman I. Há relatos de que ele tenha vividos extraordinários 125 anos e de que tenha morrido no campo de batalha.

Após a morte de Ertugrul, manteve-se leal a Osman I, que o condecorou pelos seus feitos. Ele foi reconhecido com um governante de estado no início do sultanato.

Bamsi Beyrek

Bamsi Beyrek

Bamsi Beyrek foi um herói lendário. Sua história é contada no “Livro de Dede Korkut”, que narra várias histórias de turcos oguzes. O que se sabe é que ele era dono de uma personalidade íntegra e também constituiu família.

Estima-se que tenha vivido bastante tempo, mas não se sabe quando ele morreu, apenas que perdeu a vida em uma emboscada.

Recomendado para você:  5 invenções Islâmicas que mudaram o mundo

Ibn Arabi

Ibn Arabi

Famoso sábio, cronologista, místico e poeta. Na série ele se mostra um grande apoiador de Ertugrul. Seu legado é apreciado por muçulmanos até os dias atuais.

Nasceu na cidade de Múrcia, em Andaluzia, atual Espanha, e suas obras também foram influentes no mundo cristão.

Morreu em 1240, aos 75 anos. Relatos apontam que seus discípulos mostravam vários manuscritos com seus ensinamentos a Ertugrul, como forma de apoio ao líder. 

Historicamente é improvável que Ertugrul e Ibn Arabi tenham se conhecido, apesar de que é fato que Ibn Arabi serviu, historicamente, como apoio espiritual para o Império Otomano.

Halime Hatun

Halime Hatun

Foi uma princesa do Império Seljúcida, mas abriu mão de seu título e de suas posses para se casar com Ertugrul. Este matrimônio selou a união dos turcos oguzes e seljúcidas. 

Ela foi uma grande apoiadora de Ertugrul durante toda convivência que os dois tiveram.

Hayme Hatun

Hayme Hatun

Era descrita como a “mãe do povo” e foi muito respeitada em sua época. Há controvérsias se ela era mãe de Gundogdu, ou se este era filho da primeira esposa do Suleyman Shah mas, com certeza, ela o criou. 

Era uma mulher muito inteligente e carinhosa, e foi a Bey de sua tribo após a morte de Suleyman Shah.

Saddetin Kopek

Saddetin Kopek

As fontes otomanas mostram que Saddetin Kopek era dono de uma índole ruim, além de ser um homem muito ambicioso. Talvez sua melhor característica era o fato de ele ser bastante devoto ao seu estado. 

Ele foi o responsável pela morte do Aladin Caicobado I e também pelo assassinato da esposa do sultão e de seus dois filhos, no ano de 1238.

Proclamou o terceiro filho de Aladin como sultão e conseguiu muito poder através desta manobra, no entanto, isto não lhe valeu muita coisa. Após um ano, ele foi morto por enforcamento.

Artuk Bey

Artuk Bey

Foi um grande general do Império Seljúcida durante o século XI e, inclusive, foi um dos comandantes turcos durante a Batalha de Manziquerta em 1071 contra o Império Bizantino. As campanhas das quais ele participou ajudaram a conquistar o território da Anatólia. 

Ele também reprimiu uma revolta contra o sultão no ano de 1077. No ano de 1086, ficou ao lado de Tutush em uma batalha contra o sultão Suleyman, da qual saiu vencedor. 

Recomendado para você:  Imam Al Bukhari e a Ciência dos Hadiths

Mais tarde, tornou-se governante de Jerusalém, entre os anos de 1085 e 1091.

Teve dois filhos: um foi El Gazi ibn Artuk, que lutou contra Baldwin II de Edessa na Batalha de Hab, na Síria (1119), e o outro foi Soqman ibn Artuk, que era aliado do governante de Damasco Tugtekin Bey na guerra contra os cruzados em 1104, na Batalha de Harran, perto de Raqqa.

Após 11 anos do falecimento de Artuk Bey, seus filhos ajudaram a estabelecer o Beylik de Artukids, que tinha este nome em homenagem ao pai.

Emir Al-Aziz

Emir Al-Aziz

Foi o Emir Ayyubi de Aleppo, filho de az-Zahir Gazi e neto do grande Saladino Al Ayubi, o libertador de Jerusalém dos cruzados. Começou a governar Aleppo em 1216, após a morte de seu pai mas, como era muito novo para o poder, só assumiu quando tinha 17 anos.  

Durante o seu governo, não se envolveu em muitas disputas entre os membros de sua dinastia. Sempre focou em desenvolver a infraestrutura e as defesas de Aleppo. Entre algumas obras que iniciou, está o reforço da estrutura da cidadela, a construção do palácio, da mesquita e das cisternas de água.

Foi casado com Fátima Khatun, filha de al-Kamil, com quem teve dois filhos. Ele morreu no dia 26 de novembro de 1236, com apenas 23 anos. Devido ao fato de seu filho mais velho ter apenas sete anos, sua mãe Dayfa Khatun assumiu o poder. 

A filha de Al-Aziz, Ghaziya Khatun, casou-se com o sultão seljúcida de Rum, Kaykhusraw II (Giyaseddin Ibn Caicobado).

Fontes

  • İslâm Ansiklopedisi Online (in Turkish)” PDF “TDV Encyclopedia of Islam”
  • Yüce- Sevim, p.164
  • Yüce-Sevim, p.68
  • Yücel, Yaşar; Sevim, Ali (1990). Türkiye Tarihi Cilt I. Ankara: AKDTYK Yayınları
  • Humphreys,R. S. From Saladin to the Mongols: The Ayyubids of Damascus 1193-1260, SUNY Press 1977
  • Wikipedia
  • Islamic History Project

Links para Leitura

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.