Página Inicial » Novidades » Como um Muçulmano pode lidar com inclinações Homossexuais?

Como um Muçulmano pode lidar com inclinações Homossexuais?

Alguns muçulmanos sentem atração por pessoas do mesmo sexo, veja como é possível lidar com isso e o que é preciso ser evitado nesses casos.
  • Um muçulmano com inclinações homossexuais não precisa se expor publicamente, ele deve continuar protegendo sua modéstia e a dos outros.
  • Não é necessário evitar contato com pessoas do mesmo sexo, exceto nos casos onde a pessoa não consegue controlar seus impulsos e pensamentos.
  • Se manter ocupado, focar em boas tarefas e práticas religiosas são alguns dos hábitos que ele deve adquirir para conseguir lidar melhor com seus desejos.

Pergunta: 

Assalamu aleikum

1) Para um homem que sente atração sexual por outros homens, o que constitui relações de gênero apropriadas? É apropriado apertar a mão de outros homens? Onde essa pessoa deve rezar em jamaat (ou é melhor rezar em casa)? É permitido viver nos mesmos aposentos que um homem sem laços familiares (por exemplo, em um dormitório compartilhado)?

2) É permitido que uma pessoa minta ou engane outras pessoas com relação à orientação sexual?

Resposta: 

Jazakum Allah khayran por suas perguntas, que são muito importantes.

A situação que você descreveu é muito difícil para qualquer pessoa religiosa experimentar. Não ser capaz de agir e satisfazer as próprias paixões básicas é, sem dúvida, um grande teste de paciência, força e fé. Que Deus facilite as coisas para aqueles que têm de suportar tais provações e recompense-os imensamente.

Deus é Onisciente, e não se pode imaginar quanto prazer e alegria estão reservados para o crente que se detém por causa d'Ele. Nesse ínterim, deve-se apegar-se a Deus o máximo possível e encontrar consolo em saber que o sofrimento é de vários tipos, mas a tolerância e a gratidão só trazem o prazer de Deus e serão uma luz formidável para a pessoa no Dia do Juízo, insha'Allah.

Relações de gênero

De um modo geral, não há proibição de impedir um homem sexualmente atraído por homens de interagir com outros homens. Não é preciso evitar apertar as mãos ou assistir às orações congregacionais. Da mesma forma, não é proibido estar em reclusão com outro homem. Ainda é importante fazer parte da comunidade muçulmana e ter interação social e comunitária.

No entanto, as regras acima são gerais e as pessoas diferem em seus níveis de desejo e paciência. Se alguém descobrir que é incapaz de controlar seus pensamentos sexuais, abaixar o olhar e conter os impulsos físicos, deve limitar sua interação com outros homens de acordo. Isso é algo que cada indivíduo terá que avaliar por si mesmo. Nesses casos, deve-se evitar situações que eles sabem que exacerbam seus desejos. Como você mencionou corretamente, a modéstia é um ramo da fé, e nossa responsabilidade não é apenas proteger nossa própria modéstia, mas também a modéstia dos outros.

Mentir sobre a própria orientação sexual

Nessas situações tão delicadas, onde, infelizmente, muitas pessoas podem reagir de forma insensível ou julgar, seria permitido mentir sobre a própria orientação sexual, se necessário.

Se alguma vez surgir a ideia de casamento, deve-se apenas mencionar que está se dedicando ao trabalho, estudo etc.

Lidando com os desejos

Ter desejos sexuais é natural e o Islam não é pudico quando se trata de discutir esses assuntos. Nos casos em que uma pessoa é incapaz de agir de acordo com seus instintos sexuais, pode-se tentar várias maneiras de ajudar a domar os desejos tanto quanto possível:

  1. Jejuar ou diminuir a comida: Este foi o conselho do Profeta ﷺ para aqueles que não podem se casar. Algumas pessoas acham, a princípio, que o jejum aumenta o desejo sexual, mas com o tempo isso deve passar. Jejuar dois dias por semana, segundas e quintas, é sunna e um bom começo.
  2. Diminua a ingestão de certos alimentos, como laticínios e carne, e aumente a ingestão de vegetais e peixes, se possível.
  3. Exercite-se regularmente, uma mistura de força e cardio.
  4. Manter-se ocupado e envolver-se em atividades comunitárias, bem como atividades intelectuais e artísticas que considerem satisfatórias.
  5. Mantenha laços estreitos com a família, se possível.
  6. Leia o Alcorão e faça dhikr de Allah e abençoe o Profeta ﷺ o máximo que puder, refletindo sobre as palavras que estão sendo faladas. Volte seu coração para Allah e peça a Ele todos os dias para mantê-lo paciente e firme na fé. Busque conhecimento, mesmo que aos poucos.
  7. Evite situações ou artigos de mídia que discutam assuntos relacionados, mantendo a mente longe do assunto, que por sua vez afasta o coração e os membros do corpo.
  8. Em uma situação em que o casamento nunca é uma possibilidade, se alguém realmente acha difícil controlar seus desejos e sente genuinamente que cairá no ilícito, então é permitido, e talvez até obrigatório, que tal pessoa masturbar-se para liberar a energia sexual e evitar cair em um pecado maior. No entanto, ao fazê-lo, não seria permitido invocar pensamentos ilegais para despertar o desejo de alguém. [Tuhfa al Muhtaj]

Apoio, suporte

É muito importante que essa pessoa tenha algum apoio emocional. Infelizmente, seria difícil ter apoio nessas situações, pois ninguém saberá disso. Por esta razão, se houver necessidade de compartilhar, deve-se procurar um conselheiro muçulmano praticante, ou um estudioso local sensível e confiável, ou ambos, para apoio e orientação contínuos. É importante que quem se dirige seja íntegro, praticante e tenha um bom entendimento da religião.

Salams calorosos,

[Shaykh] Jamir Meah

Via Seekers Guidance

Links Para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por especialistas na Religião Islâmica, profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês). Acesse nosso Quem Somos.