Página Inicial » Novidades » Como devo contar aos meus pais que me tornei muçulmano?

Como devo contar aos meus pais que me tornei muçulmano?

Os muçulmanos convertidos devem iniciar sua jornada focando no aprendizado daquilo que é fundamental e buscando tratar os pais de maneira gentil.
  • Em muitos casos, o muçulmano não deve se preocupar em contar sobre sua conversão aos pais no primeiro momento.
  • Praticar e ter uma boa compreensão dos preceitos fundamentais é mais importante do que revelar a sua crença para todos.
  • No entanto, os muçulmanos que decidirem contar aos pais devem buscar amparo em Allah e conversar com eles de maneira que compreendam.
  • Jamais os pais devem ser tratados de forma leviana, grosseira ou desrespeitosa.

Pergunta

Tenho um amigo próximo de 14 anos que se converteu recentemente ao Islam. Ele vai à oração de sexta-feira na escola, mas ainda não pode orar em casa porque seus pais não sabem. O que ele deve fazer para contar aos pais? Se a reação deles for negativa, como ele pode continuar praticando o Islam em casa?

Resposta

Eu rezo para que você esteja bem. Alhamdulillah (Graças a Allah), que Allah guie seu jovem amigo na religião e torne sua fé firme.

Não há uma resposta única para sua pergunta, pois a melhor maneira de lidar com a situação depende de muitas variáveis. Como e quando lidar com contar a seus pais sobre sua conversão, se é que deve contar, em grande parte se baseia em seu relacionamento com seus pais, na personalidade dos pais e sua perspectiva de vida, sua compreensão e exposição ao Islam e aos muçulmanos e, de fato, as próprias convicções religiosas dos pais, etc. Todos esses fatores devem ser levados em consideração.

No entanto, podemos oferecer orientações gerais que podem ser aplicadas:

Sugestões

  1. Faça Dua (Súplica): O meio mais poderoso de superar quaisquer dificuldades é recorrer e confiar naquele que está no controle de todos os negócios, seus primórdios e resultados. Seu amigo deve pedir a Allah para guiá-lo no trato com seus pais, para tornar a situação fácil e para fazer de seu Islam uma fonte de felicidade e orientação para todos eles.
  2. Avalie a situação: Só seu amigo sabe se deve contar aos pais agora ou mais tarde. Isso depende de qual será a reação dos pais dele. Se eles forem gentis e toleráveis, pode ser uma boa ideia contar o quanto antes.

Ao mesmo tempo, porém, ele deve se dar tempo suficiente para se sentir confortável na religião. Tornar-se muçulmano é um grande passo e é o primeiro de muitos passos. Depois de entrar no Islam, é aqui que a maior parte da orientação é necessária para os novos muçulmanos, pois muitas questões podem surgir e encontrar o caminho da religião e, entre os muçulmanos, nem sempre é muito fácil.

Por esta razão, ele deve dar tempo para si mesmo para se adaptar e construir confiança na religião, entender mais sobre ela e como a fé se traduz em prática. Pode ser bom fazer isso antes de contar aos outros, talvez incluindo os pais, porque falar com algum conhecimento e experiência é muito diferente de falar sem conhecimento e sem experiência.

Nesse período, ele pode orar em seu quarto e evitar certos alimentos em casa. Fora isso, durante este período de auto-adaptação, ele não precisa implementar todas as regras do Livro em casa, causando confusão e discórdia para seus pais que ainda não conhecem a religião.

Por outro lado, se ele sente que as reações de seus pais serão hostis e até ameaçadoras, então seria melhor que ele não lhes contasse, pelo menos por enquanto, especialmente por causa de sua pouca idade. Nesse caso, ele deve agir normalmente e orar em seu quarto sem chamar atenção para sua nova fé. Allah conhece a situação de todos.

  1. Misericórdia e amor: Se seu amigo decidir contar a seus pais agora, então ele deve se assegurar de ser respeitoso e calmo em todos os momentos, mesmo que eles mostrem raiva ou fiquem chateados. Ser defensivo ou agressivo não conquistará o coração de ninguém.

Recebemos a ordem de ser compassivos e bondosos com nossos pais em todas as situações. Se temos que permanecer firmes por causa da religião e isso significa aborrecer os pais, devemos ficar firmes sem partir seus corações mais do que o que pode acontecer inevitavelmente. Em seguida, fazemos o possível para consolá-los por outros meios. Por isso, seu amigo deve mostrar ainda mais carinho e preocupação por eles, agora que é muçulmano, para que vejam que sua religião eleva a pessoa, ordena o bem, não rebaixa a pessoa e não a convida ao mal e à aspereza. Ações amorosas atingem o coração com calor e geram aceitação, enquanto a dureza penetra com frieza e cria hostilidade.

  1. Mantenha a mensagem simples: Aceitando ou não sua conversão, no final das contas, a maioria dos pais deseja o que é melhor para seu filho. É normal temer o que não sabemos e, para a maioria dos não muçulmanos, o Islam é um desconhecido ou mesmo uma ameaça. Seu amigo deve estar ciente disso e compreendê-los, pois respeitar e dissipar os medos e preocupações dos outros geralmente é mais eficaz do que ficar na defensiva. Não é a falta de familiaridade com o Islam que pode perturbá-los, mas é a incerteza de “perder” seu filho para o Islam.

Se ele contar aos pais, deve apenas falar com o coração e explicar o que o motivou a tomar essa decisão, e o que ele sente que a religião lhe ofereceu. Essa abordagem pessoal terá muito mais efeito sobre seus pais, porque eles saberão por si próprios que é o filho deles falando, e não a influência ou a voz de outras pessoas.

Embora possam surgir questões polêmicas sobre o Islam, ele deve evitar entrar em discussões detalhadas sobre aspectos periféricos ou politizados da religião, e, em vez disso, devolver tudo à pura essência do Islam, ou seja, acreditar em um Deus, em todos os Profetas, os livros etc. , e os 5 pilares.

O objetivo desta abordagem é construir sobre o que é comum ou familiar para eles, ao invés de discutir os muitos aspectos ou questões não familiares em suas mentes ligados à religião. Desta forma, construímos em alicerces prontos, não tendo que cavar do nada; pontes são construídas, não queimadas; e pode ocorrer entendimento, não mal-entendido.

Ao fazer isso, a mensagem pura do Islam se tornará mais clara para seus pais, e eles podem começar a entender o que está por trás da nova fé de seu filho sem se distrair e seus pensamentos desordenados com outras questões ou noções anteriores que tinham em suas mentes. Esta abordagem simples será fácil e mais prontamente processada e agradável.

  1. Fale de acordo com o seu entendimento: Além disso, ele deve falar de acordo com o nível de compreensão de seus pais. Se ele precisar discutir as coisas com mais detalhes, deverá usar as coisas que sabe que agradam a eles ou tocam seus corações. Por exemplo, se eles se orgulham de ser pessoas tolerantes e de mente aberta, ele deve evocar os princípios elevados que sempre o ensinaram a seguir. Se eles são pessoas que acreditam em fazer caridade e boas obras, então ele deve enfatizar a caridade dos Profetas e a ênfase do Islam em ajudar os outros. Se eles não forem nenhuma das opções acima, talvez até mesmo anti-religião ou intolerantes com os outros, mas talvez muito orientados para a família, então ele deve se concentrar na família e no que a religião diz sobre laços familiares e pais etc., ou se eles forem materiais e orientados para o dinheiro, então ele pode colocar mais ênfase que o Islam não exige que desistamos de toda a nossa vida mundana e confortos por causa da fé, mas sim pode ser um equilíbrio de ambos, e assim por diante.

  2. Apoio: Por último, é importante que você, como amigo dele, e outros, continuem a apoiá-lo e orientá-lo para a clareza e facilidade na religião. Não o sobrecarregue com muitas informações. Ao invés disso, dê-lhe espaço, permitindo que ele se acostume com os fundamentos absolutos da religião antes de qualquer outra coisa. Mais importante ainda, mantenha-o forte sendo você mesmo forte e mostre a ele a beleza da religião sendo uma pessoa bonita.

Que Allah faça você e seus amigos entre os crentes fortes e a próxima geração de líderes. Amin.

Por: Sheikh Jamir Meah

Via: Seekers Guidance

Links para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por especialistas na Religião Islâmica, profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês). Acesse nosso Quem Somos.