Página Inicial » Profeta Muhammad » Lições do Profeta: Prevenir-se contra doenças não é falta de Fé

Lições do Profeta: Prevenir-se contra doenças não é falta de Fé

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, os ensinamentos deixados pelo Profeta Muhammad devem ser seguidos na hora de lidar com doenças.
  • Muitos dos conselhos deixados pelo Profeta Muhammad servem para os muçulmanos lidarem com a pandemia de coronavírus.
  • A importância de ficar em casa e manter a higiene durante o surto de uma doença eram temas que o Mensageiro de Deus já ressaltava há mais de 1.400 anos.
  • Seguir orientações médicas não é falta de fé, mas sim um recurso que Allah nos oferece para lidarmos com doenças.

O mundo está vivendo uma crise de pandemia causada pelo novo coronavírus. Desde o final de 2019, o avanço da doença foi rápido e mortal: até agora, mais de 9 mil pessoas perderam a vida por causa da COVID-19. Na expectativa de tentar se salvar, muitos grupos religiosos propuseram grupos de oração e até curas milagrosas para se livrar do vírus.

No entanto, fazer encontros ou prometer curas em que não há certeza se serão obtidas pode ajudar a propagar a nova doença. Diante disso, alguns muçulmanos podem pensar que ficar em casa e tomar cuidados pode ser um sinal de falta de fé em Allah.

Porém, muitos exemplos dados pelo Profeta Muhammad mostram que não há nada de errado em tomar precauções e, além disso, a pureza é uma parte importante da fé do muçulmano.

“Um dia, o Profeta Muhammad notou um beduíno deixando seu camelo sem amarrá-lo. Ele perguntou ao beduíno: “Por que você não amarra seu camelo?”. O beduíno respondeu: “Confio em Deus”. O Profeta, então, disse: “Amarre seu camelo primeiro, depois confie em Deus”.” 

A orientação da religião é algo muito importante para o Islam, mas os fiéis devem buscar ter bom senso para lidar com situações cotidianas. Também devem lembrar que ter pureza espiritual e física, além de tomar cuidados com a saúde é uma forma de obedecer a Allah.

O que disse o Profeta sobre doenças contagiosas?

Há mais de 1.300 anos, muitos conceitos da ciência moderna sequer existiam. No entanto, os conselhos do Profeta sobre como proceder diante de uma doença ainda são muito parecidos com as recomendações da medicina atual:

“Se você ouvir um surto de peste sobre um local, não entre nele. E se acontecer no local onde você já estiver, não saia dele.”

Frase do Profeta Muhammad sobre surtos

Outras frases ditas pelo Mensageiro de Deus mostram como é importante se resguardar quando há ameaça de alguma doença.

“Aqueles com doenças contagiosas devem ser mantidos afastados daqueles que são saudáveis”.

Além de práticas para evitar o contágio, o Profeta Muhammad sempre enfatizou a higiene e a pureza como uma marca da fé, e todos os muçulmanos que se esforçam para ter boa conduta religiosa sabem da importância de se manter limpo.

“A limpeza faz parte da fé.”

“Lave as mãos depois de acordar; você não sabe para onde suas mãos se moveram enquanto dorme.”

“As bênçãos da comida estão em lavar as mãos antes e depois de comer”.

Buscar tratamento é falta de fé?

A vida é um presente que Allah nos deu. Portanto, é necessário ter cuidado com aquilo que Ele nos dá. Quando alguém tinha uma doença, o Profeta Muhammad sempre orientava aos seus discípulos que buscassem tratamento:

“Faça uso de tratamento médico”, disse ele, “pois Deus não fez uma doença sem indicar um remédio para ela, com exceção de uma doença – a velhice”. 

O Islam enfatiza a importância da oração como um dos seus principais pilares. No entanto, é sempre importante lembrar que, no caso desta pandemia, Allah também nos enviou a prevenção e os cuidados médicos para que possamos nos manter saudáveis.

É fundamental manter as orações, mas seguir as recomendações médicas de lavar bem as mãos e, se for possível, ficar em casa, também são maneiras eficazes de fazer com que o surto do coronavírus termine o quanto antes.

Links para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.