Página Inicial » Notícias » Coronavírus: Enterros em Massa no Irã e Quarentena na Turquia

Coronavírus: Enterros em Massa no Irã e Quarentena na Turquia

O Coronavírus tem impactado fortemente alguns países de maioria islâmica. Irã e Turquia, com grandes populações, sofrem com os crescentes problemas.
  • Novos casos da doença provocada pelo coronavírus continuam sendo registrados ao redor do globo.
  • No Irã, o alto número de mortes resultou em enterros em massa. O país é o terceiro mais atingido pelo COVID-19 no mundo.
  • A Turquia registrou os primeiros contágios pelo vírus na semana passada. 18 casos já foram confirmados e mais de 10 mil pessoas estão em quarentena.
  • Em ambos os países, as atividades religiosas foram suspensas para evitar aglomeração de pessoas.

O coronavírus (COVID-19) continua afetando profundamente o cotidiano de vários países e causando danos à saúde dos pacientes que contraem a doença. No mundo islâmico, diversos países alteraram sua rotina e as notícias sobre o impacto do vírus continuam chocando. 

No Irã, o terceiro país mais afetado, atrás apenas da Itália e da China, estima-se que cerca de 16 mil pessoas já contraíram o coronavírus e mais de 900 pessoas morreram em decorrência das complicações de saúde. O grande aumento no índice de mortes exigiu uma manobra rápida para lidar com o problema: uma área no cemitério de Qom foi expandida para enterrar as vítimas.

Devido ao risco de contaminação, os corpos estão sendo enterrados com procedimentos diferentes dos habituais. Eles são depositados em bolsas pretas e, em seguida, são encaminhados para as covas dos cemitérios por funcionários da saúde vestidos com equipamentos de segurança. O objetivo dessas ações é evitar novos casos da doença.

Confira imagens repassadas pelo South China Morning Post:

Todas as 31 províncias do Irã registraram casos de infecção. Aulas foram suspensas, eventos com grande aglomeração de pessoas foram cancelados e até as orações das sextas-feiras nas mesquitas deixaram de ser feitas por causa da ameaça do vírus. Críticos do governo iraniano afirmam que o número de mortes é muito maior do que foi informado oficialmente.

Turquia registra primeiros casos de COVID-19

A Turquia confirmou os primeiros casos de contaminação pelo coronavírus apenas na semana passada. No entanto, somente no último domingo (14/03), 12 novos casos foram confirmados no país e, até o momento, 47 pessoas já tiveram o diagnóstico confirmado. Por causa do risco, as orações da sexta-feira também foram suspensas nas mesquitas do país. Porém, os locais de culto ainda estão abertos para orações voluntárias.

Peregrinos que retornaram neste sábado (13/03) da peregrinação menor em Meca, na Arábia Saudita, devem ficar em quarentena. Somente nesta semana, mais de 5 mil passageiros que estiveram na Cidade Sagrada islâmica ficaram resguardados em salas exclusivas para o monitoramento.

Ao todo, mais de 10 mil pessoas que voltaram de Meca estão em quarentena. Além desta, outras medidas já estão sendo tomadas para evitar novos contágios. Alguns espaços públicos, como bibliotecas, escolas e universidades foram fechados, no entanto, o governo ainda permite que a população tenha acesso gratuito a revistas científicas que apresentem informações sobre o combate ao vírus.

Locais públicos e espaços de lazer onde há grande aglomeração de pessoas também foram fechados por determinação do Ministério da Saúde desde o último domingo. Alguns voos foram interrompidos e até julgamentos não emergenciais estão suspensos.

Com informações de CNN e Al Jazeera.

Links para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.