Página Inicial » Notícias » Invocar bençãos sobre o Profeta após o Azan, uma Sunnah esquecida

Invocar bençãos sobre o Profeta após o Azan, uma Sunnah esquecida

Pergunta: Qual é a regra sobre enviar bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos estejam com ele) depois do azan?

Resposta: Invocar as bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos estejam com ele) depois do azan  (o chamado à oração) está firmemente estabelecido no corpo dos autênticos hadiths. Abdullah Ibn Amr Ibn al-As (que Deus esteja satisfeito com os dois) narrou que ele ouviu o Profeta (que a paz e bênçãos estejam com ele) dizendo: “Quando você ouve o muazin (a pessoa que faz o chamado à oração), convidando a oração, repita o que ele diz e invoque bênçãos sobre mim, porque quem assim fizer, receberá uma recompensa de dez vezes. Então suplique a Deus que me conceda al-Wasilah: é uma classificação elevada no Paraíso dos servos de Deus, e espero ser essa pessoa. Intercederei por quem pedir que eu alcance al-Wasilah “(Muslim, Abu-Dawud, at-Tirmdhi e an-Nasa`i).

Não há texto que obriga uma única maneira, audível ou silenciosa, a enviar bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos estejam sobre ele); o assunto é aberto e amplo. Quando Allah Todo-Poderoso legisla um assunto de uma maneira geral e pode ser executado e aplicado por vários meios, deve ser deixado em geral e é inadmissível restringi-lo a uma certa maneira sem dar provas. Há relatos que evidenciam a [permissibilidade de] invocar bênçãos sobre o Profeta (que a paz e as bênçãos estejam sobre ele) audivelmente após o azan. Abu al-Darda (que Deus esteja satisfeito com ele) narrou que depois de ouvir o azan, o Mensageiro (que a paz e as bênçãos estejam sobre ele) diria: “Allahuma Rab hadhihi ad-da’wah at-tama was-salah al-qa`imah, salli ‘ala Muhammad wa a`tih su`alihu yawm al-qiyamah ” , Ó Deus, Senhor deste mais perfeito chamado e oração que agora está sendo estabelecido, envie suas bênçãos sobre Muhammad e conceda-lhe seu desejo no Dia de Ressurreição “(At-Tabarani em Al-Mu’jam Al-Kabeer). Isso foi ouvido pelos que o rodeavam e repetiam as palavras do muazin. O Profeta (que a paz e as bênçãos estejam com ele) disse: “Quem diz isto quando ouve o muazin, cabe a mim interceder por ele no Dia do Juízo”.

Recomendado para você:  Muçulmanos retornam a Ilha de Creta após 130 anos de Exílio

O assunto é aberto e a coisa certa a fazer é deixar as pessoas se comportarem naturalmente. Quem quiser enviar bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos estejam com ele) é livre para fazê-lo da maneira e das palavras que melhor lhe atraem, pois é importante que a maneira e a fórmula ressoem em seu coração. É inadmissível que alguém negue o que os outros fazem enquanto o assunto é aberto e amplo.

E Deus Todo Poderoso sabe melhor.

Fonte: http://www.dar-alifta.org/Foreign/ViewFatwa.aspx?ID=7790

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.