Página Inicial » Opinião » Reflexão » Ao se estudar o Islam, primeiro é preciso estudar a Conduta Islâmica
stone stack closeup, concept of balance and harmony

Ao se estudar o Islam, primeiro é preciso estudar a Conduta Islâmica

O bom caráter, a moral e as boas maneiras são o coração do Islam. Todas as ciências islâmicas são direcionadas à refinação do comportamento interno e externo das pessoas e seu relacionamento com Allah e a humanidade em geral. A ética é sua própria ciência no Islam, e na realidade é a ciência mais importante que precede todos os outros campos avançados do conhecimento.

Foi estabelecido pelo Profeta ﷺ e seus companheiros que a transmissão do conhecimento ético é um objetivo essencial da religião islâmica.

Abu Huraira رضي الله عنه relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

إِنَّمَا بُعِثْتُ لِأُتَمِّمَ صَالِحَ الْأَخْلَاقِ                                                                                                                      

“Em verdade, só fui enviado para aperfeiçoar o caráter justo.”                                        

Fonte: Musnad Aḥmad 8729                                                                                                

Ad-Dahhak, رحمة الله عليه disse:

السَّيِّدُ الْحَسَنُ الْخُلُقِ                                                                                                                                    

“O ‘x’ da questão é o bom caráter.”               

Fonte: Makarim al Akhlaq lil-Khara’iti – 524

Portanto, todas as regras, conceitos e práticas do Islam, devem afetar o comportamento interno e externo.

Ibn al Qayyim escreve:

الدِّينُ كُلُّهُ خُلُقٌ فَمَنْ زَادَ عَلَيْكَ فِي الْخُلُقِ زَادَ عَلَيْكَ فِي الدِّينِ

“A religião em si é de caráter inteiramente bom, então quem ultrapassa você em caráter, ultrapassou você na religião.”

Fonte:  Madarij al-Salikin – 2/294

E Ash-Shatibi escreve:

وَالشَّرِيعَةُ كُلُّهَا إِنَّمَا هِيَ تَخَلُّقٌ بمكارمِ الْأَخْلَاقِ

“A Sharia em sua totalidade é apenas criar uma nobre moral.”

Fonte:  al-Muwafaqat – 2/124

Os companheiros entenderam que a ética é uma ciência distinta, mas integral para outras ciências islâmicas. Eles encorajaram seus estudantes e os muçulmanos como um todo, a buscar conhecimento e ao mesmo tempo, aprender boas caraterísticas e boas maneiras.

Imran ibn Muslim relatou: Umar ibn Al Khattab, رضي الله عنه , disse:

تعلموا العلم وعلموه الناس وتعلموا له الوقار والسكينة وتواضعوا لمن يعلمكم عند العلم وتواضعوا لمن تعلموه العلم ولا تكونوا جبابرة العلماء فلا يقوم علمكم بجهلكم

“Adquira conhecimento e ensine as pessoas. Aprenda com isso dignidade, tranquilidade e humildade para aqueles que ensinam a você e humildade para aqueles a quem você ensina. Não sejam eruditos tirânicos e, assim, baseie seu conhecimento sobre (acima de) sua ignorância.”

Fonte: Shu’b al-Iman – 1650

Recomendado para você:  Sheikh diz que Sol gira em torno da Terra

Bom caráter e boas maneiras não é algo que vem sem esforço. Assim como estudamos grandes livros de comentários sobre o Alcorão e a Sunnah da mesma forma, precisamos estudar ética e etiqueta.

Raja Ibn Haywah relatou: Abu Darda, رضي الله عنه , disse:

إِنَّمَا الْعِلْمُ بِالتَّعَلُّمِ وَإِنَّمَا الْحِلْمُ بِالتَّحَلُّمِ

“Na verdade, o conhecimento só se alcança aprendendo. E a indulgência só se alcança cultivando a tolerância.”

Fonte: Rawḍat al-ʻUqalā 100

O caráter e as maneiras são, na verdade, dois lados da mesma moeda, dois aspectos da realidade ética única. O caráter (al-akhlaq) de acordo com Ibn Manzur, em Lisān al Arab, são as qualidades que residem no coração, e as maneiras (al-adab) são o comportamento externo que as pessoas manifestam. Em outras palavras, as boas maneiras são o resultado de um bom caráter. Como tal, precisamos aprender sobre os métodos de alcançar um coração puro e o comportamento social que deve segui-lo.

Ibn Al Qayyim escreve:

وحقيقة الأدب استعمال الخلق الجميل ولهذا كان الأدب استخراج ما في الطبيعة من الكمال من القوة إلى الفعل

“A realidade das boas maneiras é o que resulta de um belo caráter. Assim, as maneiras são a externalização da integridade e da força na disposição interior em ação.”

Fonte: Madarij al Salikin – 2/361

Como a ética ocupa um lugar tão importante no Islam, essa deve ser nossa maior preocupação depois de aprendermos o básico das crenças e adorações islâmicas. 

Foi prática dos predecessores justos (al salaf salihin) se concentrar em adquirir bom caráter e maneiras, antes de se aproximar seriamente dos campos avançados do conhecimento islâmico relacionados à exegese alcorânica (al-tafsir), a Sunnah (al-hadīth), a crença (al aqidah), a lei (al fiqh), a biografia (al sirah), a história (al-tarikh), a liderança (al-imamah) dentre outros assuntos.

Malik ibn Anas, رحمة الله عليه , disse:

تَعَلَّمِ الأَدَبَ قَبْلَ أَنْ تَتَعَلَّمَ الْعِلْمَ

“Aprenda boas maneiras antes de buscar conhecimento.”

Fonte: Gharaib Malik ibn Anas – 45

Recomendado para você:  Livro ''Guerra Santa'' de Nigel Cliff

E o Imam Malik disse:

أمي تعممني وتقول لياذهب إلى ربيعة فتعلم من أدبه قبل علمه

“Minha mãe me vestia e dizia: Vá para o Sheikh Rabiah e aprenda suas maneiras antes de seu conhecimento.”

Fonte: Tartib al Madarik – 1/130

Ibn al Mubarak, رحمة الله عليه , disse ao povo de hadīth:

أنتم إِلَى قَلِيلٍ مِنَ الْأَدَبِ أَحْوَجُ منكم إِلَى كَثِيرٍ مِنَ الْعِلْمِ

“Você tem mais necessidade de um pouco de educação do que de muito conhecimento.”

Fonte: Tarikh Dimashq – 32918

E também Ibn al Mubarak disse:

طلبت الأدب ثلاثين سنة وطلبت العلم عشرين سنة وكانوا يطلبون الأدب ثم العلم

“Busquei boas maneiras por trinta anos e busquei conhecimento por vinte anos. Os predecessores justos, buscariam boas maneiras e depois então buscariam conhecimento.”

Fonte: Ghayat al Nihayah – 1/446

Sufyan Ath-Thawri, رحمة الله عليه , disse:

كَانَ الرَّجُلُ إِذَا أَرَادَ أَنْ يَكْتُبَ الْحَدِيثَ تَأَدَّبَ وَتَعَبَّدَ قَبْلَ ذَلِكَ بِعِشْرِينَ سَنَةً

“Se um homem pretendesse escrever o hadith, ele estudaria boas maneiras e adoração durante vinte anos antes de fazê-lo.”

Fonte: Hilyat al-Awliya – 361

Laith ibn Saad, رحمة الله عليه , disse ao povo de hadith:

تَعَلَّمُوا الْحِلْمَ قَبْلَ الْعِلْمِ

“Aprenda a tolerância antes de buscar conhecimento.”

Fonte: Jami’ Bayan al-i’lm – 581

De fato, os predecessores justos aprenderiam mais com as maneiras de um estudioso, do que com seu conhecimento.

Az-Zuhri, رحمة الله عليه , disse:

كُنَّا نَأْتِي الْعَالِمَ فَمَا نَتَعَلَّمُ مِنْ أَدَبِهِ أَحَبُّ إِلَيْنَا مِنْ عِلْمِهِ

“Chegávamos a um erudito e o que aprendíamos com seus modos era mais amado para nós do que seu conhecimento.”

Fonte: Hilyat al-Awliya – 4575

Ibn Wahb, رحمة الله عليه , disse:

مَا تَعَلَّمْتُ مِنْ أَدَبِ مَالِكٍ أَفْضَلَ مِنْ عِلْمِهِ

“O que aprendi com os modos de Malik foi melhor do que o seu conhecimento.”

Fonte: Jami’ Bayan al-i’lm 581

A falha em entender a importância da ética e seu status entre os campos do conhecimento, está causando muitas dúvidas sobre os muçulmanos hoje em dia. A razão é que as ciências islâmicas avançadas contêm detalhes complicados relacionados à credos, seitas, diferenças de opinião e questões confusas que a maioria das pessoas não entendem sobre isso.

Recomendado para você:  Zombaria no Islam

Somente aqueles que são fortemente fundamentados na ética islâmica são capazes de abordar essas questões da melhor maneira, sem causar confusão entre as massas ou entregando-se à argumentos infrutíferos. Em contraste, muitos jovens aprendem um pouco de conhecimento avançado, sem suas maneiras necessárias, e assim, se envolvem em sectarismo e transgressão contra outros muçulmanos.

O Profeta ﷺ e os eruditos justos nos advertiram que debates amargos e arrogantes na religião, são uma das principais causas que levam as pessoas a se desviarem e fomentarem o ódio.

Abu Umamah رضي الله عنه relatou: O Mensageiro de Allah, , disse:

مَا ضَلَّ قَوْمٌ بَعْدَ هُدًى كَانُوا عَلَيْهِ إِلَّا أُوتُوا الْجَدَلَ

Ninguém se desvia após ser guiado, exceto aqueles que se entregam a argumentos.

Então o Profeta recitou o verso:

مَا ضَرَبُوهُ لَكَ إِلَّا جَدَلًا بَلْ هُمْ قَوْمٌ خَصِمُونَ

Eles dão um exemplo para você apenas discutir. Pelo contrário, eles são um povo briguento. (43:58)

Fonte: Sunan at-Tirmidhi – 3253

Malik ibn Anas, رحمة الله عليه , disse:

الءُمِرَاءُ وَالْجِدَالُ فِي الْعِلْمِ يَذْهَبُ بِنُورِ الْعِلْمِ مِنْ قَلْبِ الرَّجُلِ

A disputa e os argumentos sobre o conhecimento sagrado fazem com que a luz do conhecimento se extinga no coração do homem.

E ele disse:

الْمِرَاءُ فِي الْعِلْمِ يُقَسِّي الْقَلْبَ وَيُؤَثِّرُ الضَّغْنَ

A disputa sobre o conhecimento sagrado faz com que o coração endureça e resulte em ódio.

Fonte: Jami’ al ‘Ulum wal Ḥikam – 1/248

A solução é retornar ao conhecimento ético no Alcorão e na Sunnah como a principal ciência islâmica. O propósito de tudo o que aprendemos no Islam é nos tornar pessoas melhores, melhores servos de Allah e melhores companheiros para a humanidade em geral. Quando entendermos isso, seremos capazes de confrontar problemas modernos e questões complicadas sem cair em desorientação e ódio.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe melhor!

Fonte:https://abuaminaelias.com/good-character-comes-before-knowledge-of-islamic-sciences/?fbclid=IwAR1ftnCOQz_qmf70YZ2hcSTQESd7PYkLRK2TlQxDRa7Asy7guARTdTYVpqE

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.