Página Inicial » Praticando o Islam » Última Semana do Ramadan: Como Aproveitar ao Máximo
Anuncios Livres
Desjejum ou Iftar em comunidade
Desjejum ou Iftar em comunidade

Última Semana do Ramadan: Como Aproveitar ao Máximo

  • Os eventos que ocorrem na última semana do Ramadan são marcantes pela profunda adoração a Allah e pelos atos de generosidade que eles inspiram.
  • São rituais como orações, práticas de caridade e celebração do desjejum, que fazem com que os muçulmanos vivam um período de fé intensa.
  • Além de ser parte da tradição do mês sagrado, alguns desses atos de devoção são obrigatórios para maioria dos adeptos do Islam.

A última semana do Ramadan é um período muito importante para o mês sagrado em que o jejum e a oração também passam a ser acompanhados da prática da caridade, de noites em vigília e de uma linda festa de encerramento. 

Os últimos dias do mês intensificam o espírito de generosidade que acompanha os muçulmanos durante o mês do Ramadan e as boas práticas mostram o quanto é importante viver sob a luz dos ensinamentos islâmicos ao longo do restante do ano.

Veja as ações às quais você deve ter atenção para que tire o máximo possível de proveito desta semana.

1. Faça súplicas

Uma das razões pelas quais o Ramadan é tão aguardado é a Noite do Decreto (Laylat al-Qadr). Nesta data, os muçulmanos celebram o que, para a religião, é o maior de todos os milagres: a revelação do Alcorão

É fato conhecido que o Profeta Muhammad recebeu a primeira revelação do anjo Gabriel em uma noite do mês do Ramadan. No entanto, não há certeza sobre o dia exato em que ela aconteceu, mas sabe-se que foi em uma noite de número ímpar no calendário, entre os dez últimos dias do mês (isto é, 21,23, 25, 27 e 29). 

Recomendado para você:  7 Dicas para aproveitar melhor o Ramadan

Esta noite é a mais especial do calendário islâmico, pois é quando Allah recompensa um ato de devoção mais do que se ele fosse feito durante mil meses no tempo normal. Portanto, tenha comprometimento com sua fé, especialmente no período do jejum, e faça muitas súplicas durante a Laylat al-Qadr pois, nesta data, a misericórdia divina está ainda mais evidente.

2. Pratique caridade

O jejum não faria sentido se não pensássemos naqueles que realmente passam fome e que não têm a opção de comer na hora que bem desejam. Portanto, todo muçulmano que consegue se sustentar deve estar atento aos necessitados, especialmente no Ramadan.

Aqueles que possuem condições devem, até dois dias antes do final do mês sagrado, fazer a caridade do fim do jejum (zakat el-fitr). Para calcular a quantidade de alimento que deve ser doada, o muçulmano deve multiplicar aproximadamente 2,3 quilos pela quantidade de membros de sua família. O resultado dessa conta é o tanto de comida que deve ser repassada aos necessitados.

Se você ainda não sabe para quem doar, ou não conhece nenhuma instituição que atenda pessoas vulneráveis, use a internet para lhe ajudar. Através das redes sociais e de websites, você pode procurar por quem precise de suas doações e também conhecer melhor a situação dos necessitados, para saber se é possível fazer algo a mais por eles.

Infelizmente, ainda vivemos em um mundo onde as pessoas sentem fome e enfrentam muitas dificuldades. Portanto, aproveite este período especial para usar aquilo que lhe sobra em benefício do próximo.

3. Encerre o Ramadan com gratidão

O Ramadan termina com a chegada do mês de Shawwal. Neste dia, os muçulmanos fazem as orações na mesquita (Salat al-Eid) e celebram festa do fim do jejum (Eid al-Fitr). É comum que os fiéis prepararem banquetes, visitem familiares e amigos e façam grandes reuniões para encerrarem o mês sagrado juntos.

Recomendado para você:  Arabeza - Alfabeto Árabe da Língua Portuguesa

Ao orar, peça a Allah que aceite o seu jejum e, acima de tudo, agradeça a Ele por lhe permitir ter cumprido mais esta etapa, que é tão importante para seu crescimento como muçulmano. 

Ao sentir fome e testemunhar as dificuldades daqueles que enfrentam problemas financeiros, você provavelmente perceberá o quanto é importante o sustento que Deus lhe oferece. Portanto, lembre-se, durante o restante do ano, de usar aquilo que você possui para a glória d’Aquele que te proporcionou tudo isso. 

Ao quebrar o jejum, aprecie o alimento apenas o suficiente para saciar sua fome, evitando excessos e desperdícios. Afinal, não há nada mais coerente do que tratar a comida com respeito, especialmente após um mês como o Ramadan.

Links para Leitura

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.