Página Inicial » Sharia e Fatwas » Os Direitos dos Animais no Islam

Os Direitos dos Animais no Islam

O Islam defende os direitos dos animais ao tratamento gentil e à justiça, da mesma forma como faz para o ser humano. Os animais não devem ser abusados ​​ou tomados como garantia. Allah nos informou que os animais são comunidades como seres humanos e têm direitos semelhantes.

Allah disse:

وَمَا مِن دَابَّةٍ فِي الْأَرْضِ وَلَا طَائِرٍ يَطِيرُ بِجَنَاحَيْهِ إِلَّا أُمَمٌ أَمْثَالُكُم

Não existem seres alguns que andem sobre a terra, nem aves que voem, que não constituam nações semelhantes a vós. (06:38)

Imam Al Qurtubi, رحمة الله عليه, comenta sobre este versículo dizendo:

هم جماعات مثلكم في أن الله عز وجل خلقهم وتكفل بأرزاقهم وعدل عليهم فلا ينبغي أن تظلموهم ولا تجاوزوا فيهم ما أمرتم به

Eles são grupos como vocês, em que Allah o Exaltado os criou, provê para eles e faz justiça entre eles. Assim, você não deve errar ou transgredir os limites que lhe foram ordenados.

Fonte: Al Jami’l Ahkam al Qur’an – 6:38

Como somos considerados responsáveis ​​por nosso comportamento em relação a outras pessoas, também somos responsáveis ​​por nosso comportamento em relação aos animais.

No Dia do Juízo, Allah irá restaurar os direitos de todas as criaturas, incluindo os animais. Se tivermos violado os direitos de um animal no mundo, então Allah irá retribuir em seu nome na outra vida.

Abu Huraira, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

لَتُؤَدُّنَّ الْحُقُوقَ إِلَى أَهْلِهَا يَوْمَ الْقِيَامَةِ حَتَّى يُقَادَ لِلشَّاةِ الْجَلْحَاءِ مِنْ الشَّاةِ الْقَرْنَاءِ

Os direitos de todos serão restaurados no Dia da Ressurreição até que a justiça seja cumprida, mesmo entre as ovelhas sem chifres e as ovelhas com chifres.

Fonte: Sahih Muslim – 2582

Abu Huraira, رضي الله عنه, disse:

يحشر الله الخلق كلهم ​​يوم القيامة البهائم والدواب والطير وكل شيء فيبلغ من عدل الله يومئذ أن يأخذ للجماء من القرناء

Allah reunirá toda a criação no Dia da Ressurreição: as bestas, as criaturas, os pássaros, tudo. Então, eles procurarão a justiça de Allah naquele dia, mesmo entre as ovelhas sem chifres e as ovelhas com chifres.

Fonte: Tafsir at-Ṭabari – 6:38

Um dos direitos mais importantes que pertencem aos animais, é o direito ao nosso bom tratamento. Allah recompensa nossos atos de caridade que fazemos à qualquer criatura viva, todos humanos e animais inclusos. 

De fato, Allah aprecia tanto a misericórdia, bondade e empatia pelos animais que pode resultar no perdão dos nossos pecados.

Abu Huraira, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

بينما رجل يمشي بطريق اشتد عليه العطش فوجد بئرا فنزل فيها فشرب ثم خرج فإذا كلب يلهث يأكل الثرى من العطش فقال الرجل لقد بلغ هذا الكلب من العطش مثل الذي كان بلغ مني فنزل البئر فملأ خفه ماء ثم أمسكه بفيه حتى رقي فسقى الكلب فشكر الله له فغفر لَهُ

Certa vez, um homem sofria de sede enquanto andava em uma jornada. Quando ele encontrou um poço, ele desceu e bebeu dele. Então ele saiu e viu um cachorro pendurando sua língua de sede e lambendo o chão. O homem disse: Este cão sofreu sede assim como eu sofri com isso. Ele desceu no poço, encheu o sapato com água e pegou em sua boca enquanto subia. Então ele deu uma bebida ao cachorro. Allah apreciou esta ação, então ele o perdoou.

Foi dito: “Ó Mensageiro de Allah, existe uma recompensa pela caridade até mesmo pelos animais?”. E o Profeta, ﷺ, disse:

فِي كُلِّ كَبِدٍ رَطْبَةٍ أَجْرٌ

Em todo ser vivo há uma recompensa pela caridade.

Fonte: Sahih al Bukhari – 5663

Em outra narração, o Profeta, ﷺ, disse:

غفر لامرأة مومسة مرت بكلب على رأس ركي يلهث قال كاد يقتله العطش فنزعت خفها فأوثقته بخمارها فنزعت له من الماء فغفر لها بذلك

Allah uma vez perdoou uma prostituta. Ela passou por um cachorro ofegante perto de um poço. Vendo que a sede quase o matara, ela tirou o sapato, amarrou-o no cachecol e tirou um pouco de água. Allah a perdoou por isso.

Fonte: Sahih al Bukhari – 3143

Recomendado para você:  O Islã permite estupro?

Essa grande recompensa pela caridade será aplicada a qualquer animal, independentemente de estarem ou não sob os nossos cuidados.

Anas bin Malik, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

مَا مِنْ مُسْلِمٍ يَغْرِسُ غَرْسًا أَوْ يَزْرَعُ زَرْعًا فَيَأْكُلُ مِنْهُ طَيْرٌ أَوْ إِنْسَانٌ أَوْ بَهِيمَةٌ إِلَّا كَانَ لَهُ بِهِ صَدَقَةٌ

Não há nenhum muçulmano que planta uma árvore ou semeia sementes e depois um pássaro, ou uma pessoa, ou um animal come dela, exceto que isso seja considerado uma caridade para ele .

Fonte: Sahih al Bukhari – 2195

Suraqa ibn Ju’shum, رضي الله عنه, relatou: Perguntei ao Profeta sobre um camelo perdido que vinha beber água das minhas cisternas que preparei para meus próprios camelos: “Serei recompensado se eu der água para ele beber?”. E o Profeta,ﷺ, disse:

نَعَمْ فِي كُلِّ ذَاتِ كَبِدٍ حَرَّى أَجْرٌ

Sim, em todos os seres vivos há uma recompensa pela caridade .

Fonte: Sunan Ibn Majah – 3686

Temos que ser gentis com os animais, mesmo quando temos que discipliná-los. Às vezes é necessário golpear o animal levemente para treiná-lo em alguma tarefa, mas devemos fazer o possível para não cometer excessos e nunca prejudicar o animal no processo.

Aisha, رضي الله عنها, relatou: Eu estava em cima de um camelo que estava se comportando mal, então eu comecei a bater nele. O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse-me:

عَلَيْكِ بِالرِّفْقِ فَإِنَّ الرِّفْقَ لَا يَكُونُ فِي شَيْءٍ إِلَّا زَانَهُ وَلَا يُنْزَعُ مِنْ شَيْءٍ إِلَّا شَانَهُ

Você deve ser gentil. Em verdade, a gentileza não está em nada, exceto que a embeleze, e não é removida de qualquer coisa exceto que a desonre.

Fonte: Musnad Ahmad – 24417.

Há momentos em que precisamos abater um animal por sua carne ou por sua pele, para fazer roupas. É permissível fazê-lo quando necessário, mas mesmo nessa situação temos que cuidar deles da melhor maneira. Devemos nos certificar de que eles sejam abatidos de uma maneira que não cause dor ou aflição, para que sua carne não seja contaminada pelo pecado.

Shaddad ibn Aws, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

إن الله كتب الإحسان على كل شيء فإذا قتلتم فأحسنوا القتلة وإذا ذبحتم فأحسنوا الذبح وليحد أحدكم شفرته فليرح ذبيحته

Em verdade, Allah prescreveu excelência em tudo. Se você tem que matar, então mate da melhor maneira. Se você abater, então abata da melhor maneira. Deixe um de vocês afiar sua faca para que seu animal não sinta dor.

Fonte: Sahih Muslim – 1955.

Em outra narração, o Profeta, ﷺ, disse:

وَإِذَا قَتَلْتُمْ فَأَحْسِنُوا فَإِنَّ اللَّهَ عَزَّ وَجَلَّ مُحْسِنٌ يُحِبُّ الإِحْسَانَ

Se você tem que matar, então mate da melhor maneira. Em verdade, Allah, o Exaltado, é excelente e Ele ama a excelência.

Fonte: Al Mu’jam Al Awsat – 5884.

Se pudermos evitar o abate dos animais quando não houver necessidade, então é melhor deixá-los continuar a pastar. Allah apreciará e recompensará tais atos de misericórdia.

Qura ibn Iyas, relatou: Um homem disse: “Ó Mensageiro de Allah, eu teria matado uma ovelha, mas tive misericórdia dela.” O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

وَالشَّاةُ إِنْ رَحِمْتَهَا رَحِمَكَ اللَّهُ مَرَّتَيْنِ

Se você teve misericórdia das ovelhas, então Allah terá misericórdia de você duas vezes.

Fonte: Al Adab Al Mufrad – 368.

Matar um animal sem motivo benéfico ou comportar-se com ele de maneira cruel é um pecado grave e uma violação dos direitos conferidos à eles por Allah. Mesmo os pequenos pássaros que são mortos injustamente virão implorando por justiça no Dia do Juízo.

Abdullah ibn Omar, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

Recomendado para você:  O problema da apostasia no Islã

مَنْ قَتَلَ عُصْفُورًا فَمَا فَوْقَهَا بِغَيْرِ حَقِّهَا سَأَلَ اللَّهُ عَزَّ وَجَلَّ عَنْهَا يَوْمَ الْقِيَامَةِ

Se alguém matar tanto um pardal ou algo maior sem uma causa justa, então Allah, o Exaltado, perguntará à ele sobre isso no Dia da Ressurreição.

Fonte: Sunan Al Nasa’i – 4445.

Sharid,. رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

من قتل عصفورا عبثا عج إلى الله عز وجل يوم القيامة يقول يا رب إن فلانا قتلني عبثا ولم يقتلني لمنفعة

Qualquer um que mate um pardal, injustamente, pedirá (o pardal) à Allah no Dia da Ressurreição, dizendo: Ó Senhor, ele me matou sem motivo, e ele não matou por nenhum propósito benéfico .

Fonte: Sunan Al Nasa’i – 4446.

Abdullah ibn Ja’far, رضي الله عنه, relatou: O Profeta, ﷺ, entrou em um jardim dos Ansar. Quando um camelo viu o Profeta, começou a chorar e fazer sons enquanto suas lágrimas corriam. O Profeta foi até ele e deu um tapinha na cabeça, então ficou em silêncio. E o Profeta disse:

مَنْ رَبُّ هَذَا الْجَمَلِ لِمَنْ هَذَا الْجَمَلُ

Quem é o mestre deste camelo? À quem pertence?

Um jovem dos Ansar veio e disse: “Este é meu, ó Mensageiro de Allah”. Então o Profeta disse:

أَفَلَا تَتَّقِي اللَّهَ فِي هَذِهِ الْبَهِيمَةِ الَّتِي مَلَّكَكَ اللَّهُ إِيَّاهَا فَإِنَّهُ شَكَا إِلَيَّ أَنَّكَ تُجِيعُهُ وَتُدْئِبُهُ

Você não teme à Allah em relação a este animal que Allah colocou em sua posse? Na verdade, ela reclamou para mim que você a mantém com fome e cansado.

Fonte: Sunan Abi Dawud – 2549.

Omar Ibn Al Khattab, رضي الله عنه, disse:

لَوْ مَاتَتْ شَاةٌ عَلَى شَطِّ الْفُرَاتِ ضَائِعَةً لَظَنَنْتُ أَنَّ اللَّهَ تَعَالَى سَائِلِي عَنْهَا يَوْمَ الْقِيَامَةِ

Se uma ovelha perdida sob meus cuidados fosse morrer nas margens do Rio Eufrates, eu esperaria que Allah, o Exaltado, me perguntasse sobre isso no Dia da Ressurreição.

Fonte: Hilyat al-Awliya – 137.

Da mesma forma, a crueldade injustificada contra animais para fins de esporte e entretenimento é proibida.

Said ibn Jubair, رحمة الله عليه, relatou: Eu estava na presença de Ibn Omar, quando passamos por um grupo que havia amarrado uma galinha e eles  estavam a usando como alvo. Quando eles viram Ibn Omar, eles fugiram e deixaram para trás. E Ibn Omar disse:

مَنْ فَعَلَ هَذَا إِنَّ النَّبِيَّ صَلَّى اللَّهُ عَلَيْهِ وَسَلَّمَ لَعَنَ مَنْ فَعَلَ هَذَا

Quem quer que tenha feito isso, então o Profeta, , o amaldiçoou.

Fonte: Sahih al Bukhari – 5196.

Em outra narração, Ibn Omar disse:

إِنَّ رَسُولَ اللَّهِ صَلَّى اللَّهُ عَلَيْهِ وَسَلَّمَ لَعَنَ مَنْ اتَّخَذَ شَيْئًا فِيهِ الرُّوحُ غَرَضًا

O Mensageiro de Allah, ﷺ, amaldiçoou quem usa algo com uma alma como seu alvo.

Fonte: Sahih Muslim – 1958.

Abdullah ibn Ja’far, رضي الله عنه, relatou: O Profeta passou por algumas pessoas que estavam atirando flechas em um carneiro por esporte. Então o Profeta, ﷺ, detestou aquilo e disse:

لَا تَمْثُلُوا بِالْبَهَائِمِ

Não mutile seus animais.

Fonte: Sunan al-Nasa’i – 4440.

Sem dúvidas, o fato de apenas angustiar um animal sem justa causa é uma violação de seus direitos. O Profeta uma vez repreendeu seus companheiros quando eles perturbavam próximo à uma ave mãe.

Abdullah relatou: Nós estávamos em uma jornada e vimos um pardal vermelho que tinha dois filhotes com ela. Nós pegamos seus filhotes, então o pardal começou a bater suas asas. O Profeta, ﷺ, veio até nós e disse:

مَنْ فَجَعَ هَذِهِ بِوَلَدِهَا رُدُّوا وَلَدَهَا

Quem a perturbou ao levar seus filhos? Dê seus filhos de volta para ela.

Fonte: Sunan Abu Dawud – 5268

Não só animais que andam ou voam, mas insetos também devem ser deixados em paz, desde que não estejam prejudicando alguém. Em uma ocasião, Allah criticou um profeta que havia queimado a casa inteira de uma colônia de formigas somente porque uma delas o havia mordido.

Recomendado para você:  Como um convertido poderia seguir uma escola de jurisprudencia (madhab) corretamente?

Abu Huraira, رضي الله عنه, relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

نزل نبي من الأنبياء تحت شجرة فلدغته نملة فأمر بجهازه فأخرج من تحتها ثم أمر ببيتها فأحرق بالنار فأوحى الله إليه فهلا نملة واحدة

Uma vez havia um profeta que estava descansando debaixo de uma árvore quando uma formiga o mordeu, então ele ordenou que seus pertences fossem retirados e que a casa da formiga fosse queimada com fogo. Allah revelou a ele: Uma formiga não era suficiente?

Fonte: Sahih al Bukhari – 3141.

Em outra narração, o Profeta, ﷺ, disse:

فَأَوْحَى اللَّهُ إِلَيْهِ أَفِي أَنْ قَرَصَتْكَ نَمْلَةٌ أَهْلَكْتَ أُمَّةً مِنْ الْأُمَمِ تُسَبِّحُ

Allah revelou a ele: Uma única formiga te mordeu, mas você destruiu uma nação que glorifica Allah?

Fonte: Sahih al Bukhari – 2241.

Um benefício adicional derivado dessa tradição é a proibição da punição coletiva na lei islâmica.

Os eruditos clássicos freqüentemente incluíam os direitos dos animais em seus tratados de lei e ética. Para o agricultor e o fazendeiro, eles prescrevem boas práticas baseadas no tipo de tratamento e proíbem más práticas baseadas na crueldade.

Ezzedin ibn Abdu Salam, رحمة الله عليه, escreve:

حقوق البهائم والحيوان على الإنسان وذلك أن ينفق عليها نفقة مثلها ولو زمنت أو مرضت بحيث لا ينتفع بها وألا يحملها ما لا تطيق ولا يجمع بينها وبين ما يؤذيها من جنسها أو من غير جنسها بكسر أو نطح أو جرح وأن يحسن ذبحها إذا ذبحها ولا يمزق جلدها ولا يَكْسِرَ عَظْمَهَا حَتَّى تَبْرُدَ وَتَزُولَ حَيَاتُهَا وَأَلَّا يَذْبَحَ أَوْلَادَهَا بِمَرْأَى مِنْهَا وَأَنْ يُفْرِدَهَا وَيُح سن مباركها وأعطانها وأن يجمع بين ذكورها وإناثها في إبان إتيانها وأن لا يحذف صيدها ولا يرميه بما يكسر عظمه أو يرديه بما لا يحلل لحمه

Os direitos das criaturas e animais sobre a humanidade são os seguintes: Que ele fornece para eles como eles exigem, mesmo que tenham envelhecido ou adoecido de tal forma que nenhum benefício venha deles; que ele não os sobrecarregue além do que eles possam suportar; que ele não os ponha junto com outra criatura que poderia prejudicá-lo, seja de sua própria espécie ou outras espécies, seja quebrando seus ossos ou os atacando; que o abate seja com delicadeza e não esfolie a pele ou quebre os ossos até que seus corpos se tornem frios e morram; que ele não abata seus filhotes aos olhos deles, mas sim em privado; que ele faça seus lugares de descanso e de alimentação confortáveis; que ele ponha os machos e fêmeas juntos durante suas estações de acasalamento; que ele não descarte o que ele tem caçado;

Fonte: Qawaid al-Ahkam fi Islah al-Anam 1/167

Como podemos ver, o Islã nos ensina a sermos muito cuidadosos em nosso comportamento com os animais e todas as criaturas vivas, pois há uma grande recompensa por tratá-los gentilmente e uma grande punição por violar seus direitos. 

Se este é o caso dos animais, quão mais somos responsáveis ​​pelas pessoas? Quão pior é violar os direitos de alguém a quem Allah ama?

Fadil ibn Yad, رحمة الله عليه, disse:

وَاللَّهِ مَا يَحِلُّ لَكَ أَنْ تُؤْذِيَ كَلْبًا وَلَا خِنْزِيرًا بِغَيْرِ حَقٍّ فَكَيْفَ تُؤْذِي مُسْلِمًا

Por Allah, não é lícito para você prejudicar um cão ou um porco sem uma causa justa, então como você pode prejudicar um muçulmano?

Fonte:  Siyar Aʻlam al-Nubalaʼ – 8/427

Em suma, devemos tratar bem os animais e considerá-los como se fossem pessoas. Não devemos transgredir os limites estabelecidos por Allah ao abatê-los e usá-los para o trabalho manual. Se dedicarmos uma parte da nossa caridade aos animais, isso pode ser suficiente para inclinar a escala de nossos atos em nosso favor ao Paraíso no Dia do Juízo.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe melhor!

Fonte: https://abuaminaelias.com/the-rights-on-animals-in-islam/?fbclid=IwAR16tkssWSm_nvZDXHh6_fKWjAQnkgKGG9HXxAeslhCJZ2t-7Kl3y9wC2FM

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.