Página Inicial » Temas Diversos » O Conceito de Masculinidade no Islam

O Conceito de Masculinidade no Islam

Com uma variedade de ideologias, filosofias e religiões modernas competindo para definir o que significa ser um “homem”, é cada vez mais importante para os muçulmanos entender seu papel como era entendido pelos justos predecessores. 

Diferentemente das teorias machistas que promovem o ‘macho alfa’ como dominando outros homens e mulheres, as características destinadas aos homens no Islam, servem para cumprir os bons traços de caráter e maneiras dignas, ensinados pela religião como um todo.

Um verdadeiro homem muçulmano é justo, gentil, compassivo, perdoador, responsável, trabalhador, humilde, paciente, tolerante, sincero, digno de confiança, corajoso, generoso, honrado com as mulheres, controlando seus desejos e instintos, atendendo às necessidades dos outros antes de si mesmo, aperfeiçoando continuamente seu intelecto, melhorando seu caráter, buscando conhecimento como aprendiz ao longo da vida, evitando comportamentos indignos e atos pecaminosos e vergonhosos, emulando o caráter Profeta, ﷺ, e seus justos seguidores da melhor maneira possível.

O conceito islâmico de masculinidade, virilidade, hombridade ou ‘brio’ (al-muru’ah) pode ser resumido pelas amplas injunções éticas do Alcorão e da Sunnah.

Ibn Marzuban relatou: Ali ibn Abi Talib, رضي الله عنه, passou por algumas pessoas que estavam conversando. E disse: “O que você está fazendo?” E eles disseram: “Estamos discutindo a masculinidade”. Então, Ali disse:

اَوْ مَا كفاكم الله عز وَجل ذَاك فِي كِتَابَة اذا يَقُول إِنَّ اللَّهَ يَأْمُرُ بِالْعَدْلِ وَالْإِحْسَانِ فالعدل الانصاف والاحسان التفضل فَمَا بَقِي بعد هَذَا

Allah, Todo-Poderoso, não foi suficiente em Seu livro, onde Ele disse: ‘Em verdade, Allah ordena justiça e excelência’ (16:90)? Justiça, ter um senso de justiça e excelência, significa preferir os outros a si mesmo. O que te falta entender sobre masculinidade depois disso?

Fonte: Al Muru’ah – 01/97

Os homens devem se ver compostos de mente, corpo e alma, e trabalhar constantemente para melhorar cada dimensão de seu ser, especialmente seu caráter interior.

Al Mawardi relatou: Omar ibn al-Khattab, رضي الله عنه, disse:

أَصْلُ الرَّجُلِ عَقْلُهُ وَحَسَبُهُ دِينُهُ وَمُرُوءَتُهُ خُلُقُهُ

O fundamento de um homem é seu intelecto, sua honra está em sua religião e sua hombridade está em seu caráter.

Fonte: Adab al Dunya wal Din – 17

Os antecessores justos, entendiam que a masculinidade era abrangia todas as virtudes religiosas no Islam.

Amro ibn Ubayd relatou: Foi dito a Hasan al-Basri, رحمة الله عليه: “O que é hombridade?” Hasan disse:

الدِّينُ

É a religião.

Fonte: Al Muru’ah – 64

E Hasan continuou:

إِنَّهُ لَا دِينَ لِمَنْ لَا مُرُوءَةَ لَهُ

Em verdade, não existe religião para alguém sem hombridade.

Fonte: Al Mura’ah – 19

Ibn Marzbun dedicou um livro inteiro à masculinidade, no qual ele compilou e documentou as palavras dos justos predecessores sobre o significado de ser homem. As muitas tonalidades de significado que eles atribuíram à palavra ‘masculinidade’ no árabe clássico estão resumidas no Lexicon de Lane da seguinte forma:

Perfeição viril, consistindo na abstinência de coisas ilegais, ou na castidade dos modos, e tendo alguma arte ou profissão, ou em se abster de fazer secretamente o que alguém teria vergonha de fazer abertamente, ou no hábito de fazer o que é aprovado e evitar o que é reprovado, ou preservando a alma de ações imundas, e o que a desonra na avaliação dos homens, ou nas boas maneiras, e guardando a língua, e desprezando a insolência ou a qualidade da mente, preservando o que um homem é feito para preservar de boas maneiras e hábitos, ou virtude viril ou bondade moral.

Fonte: Lane’s Lexicon – 02/2702

Recomendado para você:  Três coisas que aprendemos sobre ISIS após a morte de Moaz al Kasasbeh

Uma das características mais importantes de um verdadeiro muçulmano é a capacidade de perdoar os outros, mesmo quando a oportunidade de vingança esteja disponível. Essa qualidade de compaixão se opõe diametralmente à crença falsa do ‘macho alfa’ como dominador e vingativo.

Ibn Marzuban relatou: Foi dito a Sufyan ibn Uyaynah, رحمة الله عليه: “Todas as coisas são derivadas do Alcorão, então onde está a hombridade?”. E Sufyan disse:

فِي قولة تعالي خُذِ الْعَفْوَ وَأْمُرْ بِالْعُرْفِ وَأَعْرِضْ عَنِ الْجَاهِلِينَ فَفِيهِ الْمُرُوءَة

Nas palavras de Allah Todo-Poderoso: “Mostre perdão, ordene o bem e afaste-se dos ignorantes” (07:199). Isso é hombridade.

Fonte: Al Muru’ah – 01/133

Al Mada’ini informou: Foi perguntado a Ahnaf ibn Qays, رحمة الله عليه: “O que é hombridade?” E Ahnaf disse:

الْحِلْمُ عِنْدَ الْغَضَبِ وَالْعَفْوُ عِنْدَ الْقُدْرَةِ

Tolerância em um momento de raiva e perdão em um momento de poder.

Fonte: Al Muru’ah – 64

Abdullah ibn Shumait relatou: Ayub al Sakhtiyani, رحمة الله عليه, disse:

لَا يَنْبُلُ الْمَرْءُ وَلَا تَتِمُّ مُرُوءَتُهُ حَتَّى تَكُونَ فِيهِ خَصْلَتَانِ الْعَفْوُ عَنِ النَّاسِ وَالتَّجَاوُزُ عَنْهُمْ

Um homem não atingirá a marca de sua hombridade, nem a cumprirá, até que ele tenha duas características: Perdoar as pessoas e negligenciar suas falhas.

Fonte: Al Muru’ah – 106

Um verdadeiro homem muçulmano deve ser gentil com as pessoas e amar elas da mesma forma que ama a si mesmo. Ele deve emitir uma aura amigável e não ameaçadora, além de colocar as necessidades dos outros sobre si mesmo.

Ahmad ibn Jamil relatou: Muhammad ibn al Nadr, رحمة الله عليه, disse:

أَوَّلُ الْمُرُوءَةِ طَلَاقَةُ الْوَجْهِ وَالثَّانِي التَّوَدُّدُ إِلَى النَّاسِ وَالثَّالِثُ قَضَاءُ الْحَوَائِجِ

A primeira característica da hombridade é um rosto alegre. A segunda é a bondade amorosa com as pessoas. A terceira é estar atendendo às necessidades dos outros.

Fonte: Al Mujalasah wa Jawahir al ‘ilm – 828

Por outro lado, não é uma característica de um homem verdadeiro demonstrar bravata a outros, como se o sinal de um homem fosse sua capacidade de incitar o medo e projetar força. Antes, um homem de verdade é conhecido pela medida de sua confiabilidade e por se abster de ferir aos outros; em outras palavras, sua virtude.

Ibn al Mubarak relatou: Omar ibn al Khattab, رضي الله عنه, disse:

لا يُعْجِبَنَّكُمْ مِنَ الرَّجُلِ طَنْطَنَتُهُ وَلَكِنَّهُ مَنْ أَدَّى الأمَانَةَ وَكَفَّ عَنْ أَعْرَاضِ الضِ

Não se deixem impressionar pelo rugido de um homem. Antes, se ele cumpre a confiança e se impede de prejudicar a honra das pessoas, então ele será verdadeiramente um homem.

Fonte: al Zuhd wal Raqa’iq – 681

Al Bayhaqi relatou: Ahnaf ibn Qais, رحمة الله عليه, disse:

لا مُرُوءَةَ لِكَذُوبٍ

Não existe hombridade para o mentiroso.

Fonte: Shu’ab al Iman – 6123

Um verdadeiro homem muçulmano não se deixa arrastar pela sarjeta de insultos, zombaria e argumentos amargos. É abaixo da dignidade de um crente humilhar ou zombar dos outros, pois isso contradiz o espírito de boa vontade que ele deveria ter.

Abdullah ibn Mas’ud relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

لَيْسَ الْمُؤْمِنُ بِالطَّعَّانِ وَلَا اللَّعَّانِ وَلَا الْفَاحِشِ وَلَا الْبَذِيءِ

O crente não provoca os outros, não amaldiçoa os outros, não usa palavrões e não abusa dos outros.

Fonte: Sunan al-Tirmidhi – 1977

Ibn Abi Dunya relatou: Said ibn al-‘As, رحمة الله عليه, disse:

مَا شَتَمْتُ رَجُلا مُنْذُ كُنْتُ رَجُلا

Não insulto ninguém desde que me tornei homem.

Fonte: al Hilm li-Ibn Abi Dunya – 119

Recomendado para você:  Os 7 atos mais amados por Allah

Al Dhahabi relatou: Ibn al Mubarak, رحمة الله عليه, disse:

مَنِ اسْتَخَفَّ بِالْإِخْوَانِ ذَهَبَتْ مُرُوءَتُهُ

Quem menosprezar seus irmãos perderá seu brio.

Fonte: Siyar A’lam al Nubala – 17/251

Além disso, o autêntico sinal de força é a capacidade de controlar os desejos e impulsos, principalmente a raiva. Um homem que não pode se controlar é espiritualmente fraco, mesmo que ele tenha os maiores músculos.

Abu Huraira relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

لَيْسَ الشَّدِيدُ بِالصُّرَعَةِ إِنَّمَا الشَّدِيدُ الَّذِي يَمْلِكُ نَفْسَهُ عِنْدَ الْغَضَبِ

Os fortes não são os melhores lutadores. Na verdade, os fortes são apenas aqueles que se controlam quando estão com raiva.

Fonte: Sahih al Bukhari – 5763

Abu Nuaym relatou: Sufyan al-Thawri, رحمة الله عليه, disse:

الْمَرْأَةُ تَمُرُّ بِالرَّجُلِ فَلَا يَمْلِكُ نَفْسَهُ عَنِ النَّظَرِ إِلَيْهَا وَلَا هُوَ يَنْتَفِعُ بِهَا فَأَيُّ شَيْءٍ أَضْعَفُ مِنْ هَذَا

Uma mulher passa por um homem e ele não pode se impedir de olhá-la com luxúria, embora não haja benefício nisso. O que poderia ser mais fraco do que isso?

Fonte: Hilyat al Awliya – 7/68

Mansur ibn Abdullah relatou: Al Kattani, رحمة الله عليه, disse:

العاجز من عجز عن سياسة نفسه

O homem verdadeiramente fraco é aquele que é fraco demais para se controlar.

Fonte: Tarikh Dimashq – 54/254

É bom ter um corpo saudável e forte, mas alguns homens são naturalmente mais musculosos que outros. Essa bênção que eles não conquistaram não tem valor para Allah Todo-Poderoso.

Abdullah ibn Mas’ud, رضي الله عنه, era um desses companheiros que tinha uma constituição menor do que a maioria dos homens, mas era absolutamente enorme em termos de conhecimento, justiça e serviço ao Islam.

Ibn Mas’ud relatou: Ele estava colhendo palitos de dentes de uma árvore de Arak e tinha canelas minúsculas. O vento soprou e o fez cair, então as pessoas riram dele. 

O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

مِمَّ تَضْحَكُونَ

Do que você está rindo?

Eles disseram: “Ó Profeta de Allah, de suas pequenas canelas.” Então, o Profeta disse:

وَالَّذِي نَفْسِي بِيَدِهِ لَهُمَا أَثْقَلُ فِي الْمِيزَانِ مِنْ أُحُدٍ

Por aquele em cuja mão está minha alma, ambas serão mais pesadas ​​na balança do que a montanha de Uhud.

Fonte: Musnad Ahmad – 3981

Um verdadeiro homem muçulmano pode ter uma constituição menor do que a maioria dos homens, mas ainda assim é melhor para Allah do que a maioria dos homens. Por esse motivo e muitos outros, um homem de verdade nunca deve tirar sarro da aparência natural e física de outro.

Um verdadeiro homem muçulmano não tem vergonha de mostrar suas emoções no momento apropriado. O Profeta, ﷺ, e seus companheiros choravam e choravam em público, porque seus corações eram brandos.

Abu Huraira relatou:

زَارَ النَّبِيُّ صَلَّى اللَّهُ عَلَيْهِ وَسَلَّمَ قَبْرَ أُمِّهِ فَبَكَى وَأَبْكَى مَنْ حَوْلَهُ

O Profeta, ﷺ, visitou o túmulo de sua mãe e ele chorou e fez os outros ao seu redor chorar.

Fonte: Sahih Muslim – 976

Abu Huraira relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

مَا نَفَعَنِي مَالٌ قَطُّ مَا نَفَعَنِي مَالُ أَبِي بَكْرٍ

A riqueza de ninguém me beneficiou tanto quanto a riqueza de Abu Bakr.

Abu Bakr chorou e disse:

أَنَا وَمَالِي إِلَّا لَكَ يَا رَسُولَ اللَّهِ

Eu e minha riqueza somos apenas para você, ó Mensageiro de Allah.

Fonte: Musnad Ahmad – 7397

É saudável liberar emoções graciosamente e até exibi-las em público, chorando se o momento for apropriado. A idéia de que “meninos não choram” é prejudicial ao bem-estar emocional de um homem, porque, embora ele suprima suas emoções, elas acabam sendo liberadas e provavelmente de maneira prejudicial.

Recomendado para você:  Confiança em Allah - Taqdeer e Tawakkul

Um verdadeiro muçulmano é cavalheiresco e honrado em relação às mulheres de sua vida: mãe, irmãs, filhas, tias, primas, irmãs no Islam e mulheres em geral. A medida do caráter de um homem está diretamente relacionada à maneira como ele trata as mulheres.

Abu Huraira relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

أَكْمَلُ الْمُؤْمِنِينَ إِيمَانًا أَحْسَنُهُمْ خُلُقًا وَخِيَارُكُمْ خِيَارُكُمْ لِنِسَائِهِمْ خُلُقً

Os mais completos crentes na fé são aqueles com o caráter mais excelente, e os melhores de vocês são os melhores em comportamento para com as mulheres.

Fonte: Sunan al-Tirmidhi – 1162

Abdullah ibn Amr relatou: O Mensageiro de Allah,ﷺ, disse:

خِيَارُكُمْ خِيَارُكُمْ لِنِسَائِهِمْ

Os melhores de vocês são os melhores para suas mulheres.

Fonte: Sunan Ibn Majah – 1978

Um verdadeiro homem muçulmano não tem vergonha de expressar adequadamente seu amor pelas mulheres de sua família e suas esposas. O Profeta, ﷺ, não teve vergonha de contar aos outros o quanto ele amava suas esposas.

Amr ibn Al-As relatou: Eu disse: “Qual das pessoas é mais amada a você?” O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

عَائِشَةُ

Aysha.

Fonte: Sahih Bukhari – 3462

Não é característica dos homens verdadeiros ‘dominar’ as mulheres, degradá-las, explorá-las ou gabar-se de suas ‘conquistas’ sexuais. De fato, é precisamente o oposto; um homem de verdade protege as mulheres vulneráveis ​​ao abuso e à injustiça.

Abu Huraira relatou: O Mensageiro de Allah, ﷺ, disse:

اللَّهُمَّ إِنِّي أُحَرِّجُ حَقَّ الضَّعِيفَيْنِ الْيَتِيمِ وَالْمَرْأَةِ

Ó Allah, emita um aviso em relação aos direitos de dois grupos vulneráveis: órfãos e mulheres.

Fonte: Sunan Ibn Majah 3678

Isso é mais aparente no relacionamento matrimonial, que deve ser baseado em amor, misericórdia e parceria. Os piores homens são aqueles que maltratam suas esposas, financiando a lei para contornar seus fundamentos éticos. Embora um erudito possa ter uma opinião de que o mau comportamento de um marido é “legal” no sentido em que não traz conseqüências ilegais, é, no entanto, corrupto, imoral, pecaminoso e sem hombridade.

Rajaa relatou: Dawud ibn Abi Hind, رحمة الله عليه, disse:

جالست الفقهاء فوجدت ديني عندهم وجالست أصحاب المواعظ فوجدت الرقة في قلبي وجالست كبار الناس فوجدت المروءة فيهم وجالست شرار الناس فوجدت أحدهم يطلق امرأته على شيء لا يساوي شعيرة

Sentei-me com os juristas eruditos e encontrei minha religião com eles. Sentei-me com os pregadores e encontrei suavidade em meu coração. Sentei-me com os mais velhos e encontrei hombridade entre eles. Sentei-me com as piores pessoas e descobri que um deles se divorciam de suas esposas por uma ofensa que nem chega a ser um fio de cabelo.

Fonte: al-Mujalasah wa Jawahir al-‘ilm – 458

Em suma, um verdadeiro homem muçulmano é caracterizado pelo equilíbrio de todas as virtudes ensinadas pelo Islam: justiça, compaixão, perdão, bondade, humildade, paciência, veracidade, coragem, responsabilidade, cavalheirismo e assim por diante. 

O conceito de “macho alfa” como dominador, agressivo, vingativo, possessivo e “forte” é uma crença falsa e tóxica que estimula o mau comportamento em geral e os maus-tratos às mulheres em particular. Pelo contrário, homens verdadeiramente fortes são aqueles capazes de se controlar e percorrer o caminho mais alto e reto da virtude, em oposição às tendências animalescas da alma humana.

O sucesso vem de Allah, e Allah sabe melhor.

Fonte: https://abuaminaelias.com/true-men-manhood-and-masculinity-in-islam/?fbclid=IwAR1wKzVeiF7EXUUqJVyVYkYj_zBi0d1ZKVa7nGGRyoGs4Bne4W32Swh9GHE

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.