Página Inicial » Notícias » Muslim 11 Brasil: Muçulmanos brasileiros que foram destaque em 2020

Muslim 11 Brasil: Muçulmanos brasileiros que foram destaque em 2020

Em 2020, muitos muçulmanos no Brasil deixaram um legado de boas ações que beneficiaram diversas pessoas. Conheça exemplos que se destacaram.
  • Mesmo em uma comunidade islâmica pequena como a do Brasil, é possível encontrar grandes contribuições para a religião no país.
  • Listamos muçulmanos de diferentes áreas, que lidam com diversas iniciativas, mas que viabilizam a prática e promovem o respeito ao Islam de algum modo.
  • Os exemplos abaixo levam em conta a relevância dessas pessoas e o trabalho que elas exerceram em 2020.

O Brasil conta com grandes iniciativas pró-Islam que ajudam a comunidade local e até mesmo a internacional de diversas maneiras, seja através da divulgação da religião, da prática da caridade, da luta pela quebra de preconceitos e para estabelecer uma estrutura em que os muçulmanos tenham material e espaço para seguir o Islam no Brasil.

Há diversas pessoas no Brasil que provam que, embora a comunidade no país não seja uma das mais numerosas do mundo, ela conta com boas influências nas quais os muçulmanos brasileiros podem se espelhar e, assim, aprender. Na lista abaixo, você confere 11 exemplos de pessoas que marcaram o ano de uma maneira positiva e contribuíram de alguma forma para a prática e manutenção da boa imagem do Islam.

A lista leva em conta a influência das personalidades e o impacto que elas causaram através de seus respectivos trabalhos sob a luz dos valores islâmicos durante o ano de 2020.

Sheikh Mohamad Bukai (Líder religioso)

Foto: Reprodução / Facebook

Frequentemente apontado como um dos muçulmanos mais influentes do Brasil pela lista da Muslim 500, o Sheikh Mohamad Bukai é imam na Mesquita Brasil, em São Paulo, a mais antiga do país, e diretor de assuntos religiosos na União Nacional das Entidades Islâmicas. 

Neste ano, Sheikh Bukai se destacou não somente pela liderança e divulgação da religião, como de costume, mas também pelos sermões das orações de sexta-feira transmitidos pela internet, ao vivo, durante o isolamento social causado pela pandemia do coronavírus. 

Graças a esta atitude, muitos muçulmanos puderam continuar mantendo a conexão religiosa, incluindo durante o mês sagrado do Ramadan. Na ocasião, foram transmitidas as orações do Tarawih através de lives nas redes sociais. 

Sheikh Mohanad (Caridade)

Foto: Acervo Pessoal

Outro líder religioso que protagonizou uma atitude muito tocante durante a pandemia foi o Sheikh Mohanad, de Barretos, em São Paulo. No período do isolamento, quando muitas pessoas sofriam pelo desemprego e falta de oportunidades para obter recursos e assistências, Sheikh Mohanad, com ajuda da comunidade de Barretos, SP, garantiu que muitas pessoas conseguissem almoçar

Ele é dono de um restaurante especializado em comida árabe, mas durante a semana, disponibilizou várias marmitas com arroz, feijão, salada, macarrão e carne, que eram vendidas pelo preço popular de R$ 6,00. Mas para aqueles que não poderiam pagar pela refeição, elas eram distribuídas gratuitamente. 

Com a ajuda de outros membros da comunidade de Barretos, o Sheikh Mohanad também faz doações de alimentos e dinheiro para instituições de caridade que cuidam de moradores de rua.

Professor Hamza (Educação)

Foto: TV Brasil

O Professor Hamza é responsável pela Instituição Estrelas da Terra, voltado para meninos, e a Instituição Coletora de Rosas, direcionado às meninas. Ambos funcionam na cidade de São Paulo e têm como objetivo ensinar leitura de Alcorão, memorização, aulas de jurisprudência, história islâmica, história da vida dos profetas, com foco especial na vida do Profeta Muhammad, e aulas de árabe clássico para alunos em nível avançado.

O centro destinado aos meninos funciona há dez anos e o direcionado às meninas, há três. Nos anos anteriores, eles funcionavam no sistema de internato e os alunos dormiam e comiam em seu respectivo centro, correspondente ao sexo de cada estudante.

No entanto, em 2020, as operações precisaram ser alteradas por causa da pandemia. As aulas, que anteriormente eram totalmente presenciais, passaram a ser transmitidas pela internet. Para 2021, novas vagas estão disponibilizadas a qualquer um que se encaixe nos critérios dos centros de educação. As aulas serão feitas presencialmente, mas respeitando algumas normas de saúde para evitar a propagação do coronavírus.

Dr. Mohamed Zoghbi (Empresário)

Foto: Fambras

O Dr. Mohamed Zoghbi é presidente da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (FAMBRAS), a associação mais importante de divulgação do Islam e certificação Halal do Brasil, sendo fundamental para o fortalecimento das entidades islâmicas do Brasil. 

A FAMBRAS é responsável pela geração indireta de milhares de emprego no Brasil, por possibilitar que empresas atuem no gigante mercado Halal internacional, respeitando as melhores práticas exigidas mundialmente.

Embora 2020 tenha sido um ano difícil para a economia, e até mesmo para as atividades religiosas, a associação buscou formas seguras de manter suas operações, oferecendo treinamentos, capacitações e participando de cursos, fóruns econômicos e outros segmentos relacionados à economia Halal

Victor Peixoto (Divulgador)

Foto: Acervo Pessoal

Principal nome à frente da página História Islâmica e um dos responsáveis pelo Iqara Islam, Victor Peixoto desempenha, desde 2014, um papel importante na divulgação da religião islâmica no Brasil, com mais de 2 milhões de pessoas impactadas todos meses no país.

Além de administrar algumas das mais acessadas sobre o Islam em língua portuguesa, em 2020 Victor esteve empenhado na elaboração do Nizam, o primeiro app islâmico do Brasil. Juntos, esses dispositivos contribuem para disseminação de informações corretas sobre a religião no país. 

Victor também promoveu debates inter-religiosos pela internet com seguidores de diferentes crenças, contribuindo para a disseminação de informações entre os públicos de outras páginas, trabalhando na questão da percepção dos muçulmanos no Brasil e mundo. Victor também é sócio fundador da Taha Brasil, primeira empresa latino americana especializada em conteúdo islâmico.

Carima Orra (Influenciadora) 

Foto: Reprodução / Facebook

Muitas muçulmanas brasileiras tiveram grande destaque no Instagram em 2020 e uma delas foi Carima Orra. Ela é mãe, educadora e palestrante e atraiu um grande número de seguidores ao mostrar parte de seu cotidiano, revelando algumas coisas sobre a religião islâmica que, normalmente, boa parte das pessoas não conhece.

Ao compartilhar sua rotina, Carima não somente apresenta uma perspectiva positiva sobre o Islam, mas também mostra que muçulmanos são pessoas comuns. Ela é acostumada a lidar com um grande público, que muitas vezes está habituado a receber somente notícias negativas sobre a religião e, por meio de suas publicações, ela contribui para desconstruir esta imagem ruim.

Girrad Sammour (Ativismo)

Foto: ANAJI

Girrad Sammour é advogado e presidente da Associação Nacional de Juristas Islâmicos (ANAJI), uma das instituições islâmicas mais atuantes do país, que defende os direitos judiciais da comunidade muçulmana no Brasil. 

A ANAJI presta constantes orientações sobre os direitos dos muçulmanos em ter sua fé e suas práticas respeitadas. A associação desempenha um papel fundamental na garantia da liberdade religiosa no país e busca sempre agir de acordo com os anseios da comunidade brasileira, aderindo às normas e princípios islâmicos para uma boa convivência. 

Em meio às limitações impostas pelo isolamento social, a ANAJI se propôs a levar conteúdo relevante para a comunidade islâmica no Brasil, oferecendo lives nas redes sociais com personalidades muçulmanas relevantes e falando sobre assuntos de interesse para os adeptos da religião no país.

Dib Ahmad El Tarrass (Profissional)

Foto: Fambras

Dib Ahmed El Tarras é diretor de certificação de produtos industrializados na FAMBRAS – esta é uma das atividades mais importantes desempenhadas pela associação e possui grande relevância econômica para o país.

O Brasil possui um grande destaque na produção de alimentos Halal, mas também busca ampliar suas atividades para outros setores como, por exemplo, o de cosméticos e farmacêuticos, que possui boas projeções de crescimento.

O trabalho de Dib é importante para garantir um bom desempenho econômico do país neste segmento e também para garantir que a economia do Brasil possa continuar se expandindo e ganhando mais espaço entre os consumidores muçulmanos. 

Ricardo Almeida (Diálogo inter-religioso)

Foto: Reprodução / YouTube

Coordenador e ativista político ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL), Ricardo Almeida participa de várias ações de diálogos inter-religiosos e aparece em vídeos na internet fazendo uma abordagem positiva sobre o Islam. A importância do seu trabalho se deve especialmente ao fato de ele apresentar a religião para um grande público, sem abordar visões clichês sobre o assunto. 

Através de raciocínios elaborados, Ricardo consegue propor uma reflexão mais profunda para pessoas que, muitas vezes, estão habituadas a enxergar os muçulmanos como vilões, e trata sobre questões que muitas vezes são sensíveis aos muçulmanos. 

Manter um diálogo amistoso tem sido cada vez mais fundamental para a comunidade islâmica em países onde muçulmanos são minorias, seja para reafirmar o compromisso dos adeptos da religião com o bem-estar de todas as pessoas ou na busca pelo respeito.

Maria Christina (Tradução)

Maria Christina
(Foto: Acervo Pessoal)

Muçulmana convertida há 30 anos, Maria Christina dedicou anos de sua trajetória para divulgar a religião e traduzir conteúdo islâmico para língua portuguesa. Atualmente, ela está à frente do projeto Al-Tasnim, que em 2020 traduziu dois livros do Imam Al Ghazali.

Maria Christina foca em tradução de conteúdo de conteúdo islâmico para internet há mais de 20 anos, sendo uma das pioneiras no Brasil neste segmento.

No momento, ela está trabalhando em mais uma tradução do Imam Al Ghazali, chamada “As Maravilhas do Coração”. Este é o livro 21 da obra “O Renascimento das Ciências da Religião”, e o seu lançamento está previsto para o mês de Março de 2021.

Marcelo Jafar (Novos Materiais)

Foto: Reprodução / YouTube

Responsável pela Editora Bismillah, Marcelo Jafar se dedica a publicações de livros que seguem os princípios ortodoxos do Islam. Em 2019, a editora já havia publicado três livros de Sheikh Nazim al Haqqani, um grande mestre da Ordem Naqshbandi, e neste ano foi lançado o livro “Os Noventa e Nove Nomes de Deus”, do grande jurista Imam Al Ghazali.

O lançamento de livros impressos também é parte de um movimento muito importante para suprir a carência de materiais sobre o Islam traduzidos para o português, sobretudo ligados à ortodoxia islâmica, que ainda não é muito difundida nem mesmo dentro da comunidade islâmica do Brasil.

Em seu canal no YouTube, Marcelo Jafar também ensinou passos importantes sobre como fazer a ablução e a oração islâmica e como garantir que ambos sejam válidos segundo as leis da religião.

Links para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por especialistas na Religião Islâmica, profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês). Acesse nosso Quem Somos.