Página Inicial » Notícias » Muçulmanos salvam vidas no atentado em Viena e viram heróis

Muçulmanos salvam vidas no atentado em Viena e viram heróis

Durante a tragédia ocorrida em Viena, três heróis muçulmanos se arriscaram em meio ao fogo cruzado e conseguiram salvar quatro vidas.
  • Em meio ao atentado terrorista em Viena, ocorrido nesta semana, três jovens muçulmanos se destacaram pelo seu heroísmo.
  • Dois lutadores de família turca e um jovem palestino foram responsáveis por salvar a vida de quatro pessoas.
  • As ações dos rapazes foram reconhecidas pelas autoridades austríacas e homenageadas por muçulmanos de diversas partes do mundo.

A cidade de Viena, na Áustria, foi palco de um ataque violento nesta segunda-feira (02/11/2020), no qual um homem de 20 anos, simpatizante do grupo terrorista Estado Islâmico, abriu fogo com uma arma automática em uma área bastante movimentada, resultando na morte de quatro pessoas. 

A tragédia, no entanto, poderia ter sido maior se não fosse a ação de dois jovens de ascendência turca e um outro palestino, que mobilizaram forças para salvar vidas em meio à tragédia. A ação heróica foi reconhecida pelas autoridades da Áustria e foi vista como um grande exemplo por muçulmanos de diversos países.

Lutadores austro-turcos salvam três vítimas

Os três heróis protagonizaram duas histórias diferentes. Uma delas foi a dos rapazes Recep Tayyip Gultekin e Mikail Ozen, que são lutadores austríacos de MMA, mas são de família de imigrantes turcos. Juntos, eles salvaram a vida de duas mulheres e um policial, que foram alguns dos alvos durante o atentado.

Os rapazes estavam no centro de Viena quando escutaram os tiros. Ao invés de fugir, eles foram na direção do barulho e se depararam com o homem atirando em uma pessoa. Neste momento, eles se empenharam em salvar a primeira vítima, que era uma mulher que estava ferida. 

Enquanto carregava-a, Gultekin relata que o terrorista apontou a arma em sua direção, e ele precisou se jogar no chão para se salvar, o que fez com que ele machucasse a perna neste momento. Em seguida, eles entraram em um carro e foram em direção à delegacia relatar o incidente.

A segunda vítima salva pelos dois jovens turcos foi uma idosa que estava em um local de risco e foi levada para uma área segura pelos rapazes.

Durante o confronto, um policial ficou ferido e outros dois agentes se jogaram sobre ele para protegê-lo. Neste instante, eles pediram a Recep Tayyip Gultekin e Mikail Ozen que ficassem atrás para que a segurança deles não ficasse em risco.  No entanto, ao avistarem a equipe de paramédicos, os jovens não tiveram dúvida: pegaram o policial ferido e o carregaram até a ambulância. As imagens abaixo mostram este exato momento: 

Em entrevista a AlJazeera, Ozen afirmou: “Eu, como um muçulmano de ascendência turca, quero dizer que moro na Áustria, nasci na Áustria, fui para a escola na Áustria e aprendi minha profissão aqui na Áustria”.

“Se a mesma coisa acontecesse novamente hoje, eu faria exatamente a mesma coisa sem pensar duas vezes. Porque vivemos na Áustria, estamos com a Áustria”, concluiu.

Homenagens da Turquia

O ministro das relações exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, usou suas redes sociais para parabenizar os dois rapazes pela atitude heróica que tiveram ao salvar as três vítimas do atentado. 

“Na noite passada, havia dois heróis em Viena. Recep Tayyip e Mikail fizeram o que se espera de um verdadeiro turco e muçulmano! Obrigado, rapazes. Nós estamos orgulhosos de vocês!”  Escreveu Cavusoglu, no Twitter.

Jovem palestino salva vida de polícial

Osama foi homenageado pela polícia austríaca (FOTO: Twitter/@Omar Al-Rawi)

O imigrante Osama Joda, de 23 anos, trabalhava em um restaurante de fast-food na praça onde ocorreu o atentado. Ele viu um policial ferido e o ajudou a se esconder atrás de um bloco de concreto, tentou estancar o sangramento e alertou outros agentes. Ele ainda chegou a ajudar a carregá-lo para uma ambulância enquanto o terrorista ainda estava atirando.

Por causa da coragem de Osama, a polícia austríaca o condecorou com uma medalha de ouro em reconhecimento por suas ações durante o atentado. 

As ações dos três heróis de Viena foram divulgadas em sites de notícias e entretenimento islâmicos, e muitos muçulmanos de diversas partes do mundo parabenizaram os rapazes pela conduta e bravura.

Com informações de: AlJazeera e Anadolu Agency

Links para Leitura

Sobre a Redação

Responsável religioso: Sheikh Khaled Taky El Din. A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica.