Página Inicial » Praticando o Islam » 6 Dicas para o Ramadan em tempos de Coronavírus

6 Dicas para o Ramadan em tempos de Coronavírus

A quarentena fará com que o Ramadan deste ano seja diferente, mas não será menos abençoado. Veja como aproveitar o mês sagrado dentro de casa.
  • Jejuar em quarentena é algo inédito para a maior parte dos muçulmanos.
  • Passar tanto tempo em casa pode trazer dificuldades para muitas pessoas, mas também promete novos aprendizados.
  • Para lidar com este desafio, é necessário ter disciplina e criar um cronograma que envolva aprender sobre a religião islâmica.

Neste ano, o início do mês sagrado do Ramadan será entre os dias 23 e 24 de abril e muitos muçulmanos estão se preparando para um jejum diferente, provocado pelo isolamento social causado pela pandemia do coronavírus. Atividades como a caridade, o desjejum em comunidade e a oração do tarawih nas mesquitas, que são tão comuns neste período, sofrerão algumas mudanças.

Além disso, passar o Ramadan em casa, para muitas pessoas, significa estar distraído pela falta de trabalho e próximo da constante tentação de quebrar o jejum. Estar focado no objetivo do mês sagrado será um esforço muito grande para alguns, portanto, é necessário usar o tempo para tarefas úteis e produtivas, tentar extrair o máximo de lições possíveis e tentar a todo custo se manter saudável.

1. Seja Produtivo 

A preguiça e a procrastinação são inimigas de todo bom aprendizado, e todo exercício de fé no Islam está acompanhado de muita disciplina. A oração possui horário para ser feita, o jejum depende de dedicação para ser concluído e a caridade precisa de comprometimento para beneficiar o próximo.

Estar em casa não precisa ser sinônimo de não fazer nada de útil, afinal, você pode aproveitar este tempo para estudar sobre a religião, lembrar de Deus ( fazer zikr) ou, simplesmente, se ocupar de tarefas domésticas, tendo em mente como isso beneficia sua família e vizinhança, e como sua atitude lhe torna mais apto a ajudar o próximo.

Se você não sabe fazer zikr, você pode recitar os nomes de Allah ou versos do Alcorão de maneira simples e calma. Veja um exemplo: 

Quanto aos estudos, além da leitura do Alcorão, que já é uma tradição do mês sagrado, você pode ler um tafsir ou buscar aprender sobre assuntos que você ainda não domina tão bem.

2. Esteja Atento aos Necessitados

Estamos vivendo um período de dificuldades, onde as pessoas estão enfrentando necessidades financeiras, falta de alimentos e suprimentos básicos para a sobrevivência. Se você possui condições de ajudar, saiba que o Ramadan é um período especial para praticar caridade e boas ações. Portanto, esteja atento àqueles que precisam. 

Com a pandemia causada pelo coronavírus, muitas pessoas perderam os empregos e não poderão sustentar a família ou a si próprias. Além disso, um período de crise financeira também significa queda de doações para ONGs e instituições que ajudam pessoas vulneráveis.

O zakat é uma doação obrigatória para pessoas que possuem poder aquisitivo para fazê-la, mas a caridade voluntária (sadaqah) está ao alcance de todas as pessoas. Você pode usar a internet e as redes sociais para se inteirar sobre aqueles que precisam de sua ajuda e para saber como você pode beneficiá-los.

Muitas vezes, as necessidades não são de quantias em dinheiro, mas de comida, roupa, agasalho ou mesmo da ajuda de alguém para cumprir uma tarefa. Recentemente, em Barretos, no interior de São Paulo, vimos um belo exemplo do Sheikh Mohanad Hussein, que está doando marmitas para aqueles que não têm condições de pagar por uma refeição.

3. Cuide da sua Higiene 

O surto viral causado pela COVID-19 também serve como um alerta sobre a importância dos cuidados com a higiene para manter uma boa saúde. Para os muçulmanos, essas medidas não servem apenas como prevenção de doenças, mas também como um exercício de fé. 

Mantenha o ambiente do seu lar limpo e puro ritualmente, evite o acúmulo de sujeiras, especialmente aquelas trazidas da rua, pois elas podem favorecer a propagação de doenças, incluindo o coronavírus. Evite o máximo possível ficar andando em casa com roupas usadas na rua, tome banho ao chegar em sua residência e faça, principalmente, higienização das mãos com frequência.

Lembre-se que a higienização e a purificação ritual andam lado a lado, pois ambas servem para que você evite sujeiras, sejam elas de natureza física ou espiritual. Tente sempre manter sua ablução, pois isso lhe ajudará a manter disciplina com sua limpeza e a sua pureza. 

Evite ao máximo as aglomerações e o contato com outras pessoas, a não ser aquelas que já estão passando a quarentena com você. Afinal, a proximidade e o contato com pessoas na rua favorece uma propagação mais rápida da COVID-19.

4. Cuide de sua Alimentação

Tenha atenção com a sua alimentação, afinal, estar em jejum não significa comer sem qualidade. Aproveite o horário do desjejum (iftar) para comer alimentos que satisfaçam a todo o seu corpo, e não somente o paladar. 

Alimentos saudáveis podem ser fundamentais para manter a nutrição e também para auxiliar na manutenção de um bom sistema imunológico. Siga as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que orienta que as pessoas tenham uma dieta rica em alimentos in natura, que são aqueles que não sofreram nenhum tipo de processo de industrialização, como as frutas, legumes, carnes, ovos, grãos, oleaginosas e verduras. 

Dê uma preferência menor aos produtos processados, que são aqueles que contém adição de sal, açúcar ou algum outro ingrediente para aumentar a durabilidade do alimento. Evite o consumo dos ultraprocessados, que são comidas industrializadas ricas em açúcar, sódio, gordura, que possuem pouco ou nenhum alimento inteiro e cujo valor nutricional é muito baixo. 

Seguindo essas recomendações, você aumenta a disponibilidade de nutrientes e conseguirá ter um Ramadan mais proveitoso e saudável.

5. Entretenha-se

Assim como em qualquer outra época do ano, você sentirá necessidade de se divertir, ler livros, assistir filmes, séries, etc. Uma boa opção para você se entreter e aprender no mês sagrado é consumir conteúdo islâmico.

Existem bons títulos para aqueles que querem aprender sobre o Islam durante o Ramadan como, por exemplo, os livros de Sheikh Nazim publicados no Brasil pela Editora Bismillah

Caso queira assistir filmes e seriados, você pode conferir em nosso site uma lista com várias opções de conteúdo cinematográfico que falam sobre a história da religião e que exaltam valores da fé dos muçulmanos. 

6. Aproveite o Momento  

Tenha certeza de que Allah possui um propósito para este momento, pois mesmo nos períodos difíceis, é possível enxergar os sinais da misericórdia divina.

Observe à sua volta e você encontrará inúmeros motivos para ser grato, seja pela presença de pessoas queridas, pelo sustento lícito ou simplesmente pela oportunidade de aprender sobre a religião que Ele revelou à humanidade. 

Sentir gratidão é uma forma de mostrar humildade diante de Allah e também é um gesto que traz satisfação para nossa alma. Quando você agradece pelo que faz parte de sua vida, você reconhece a importância daquilo para o seu bem estar, pelo aprendizado que aquilo lhe proporciona e também entende que o Criador lhe mandou o que é necessário para a sua jornada.

Portanto, aproveite esta oportunidade única que você está tendo para aprender, pois um Ramadan como este talvez nunca mais se repita e você deixaria passar uma grande chance para aperfeiçoar sua fé e espiritualidade.

Links para Leitura

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.