Página Inicial » Sufismo (Tasawwuf) » Confiança em Allah: Taqdeer e Tawakkul

Confiança em Allah: Taqdeer e Tawakkul

A crença de que tudo o que aconteceu, está acontecendo e vai acontecer é de acordo com o conhecimento, vontade e comando de Deus Altíssimo é chamada Taqdeer.
  • Taqdeer e Tawakkul são conceitos que servem para explicar o que Allah determinou na vida das pessoas.
  • Para compreender isso de maneira profunda, os muçulmanos precisam exercitar sua fé naquilo que Deus escolheu como o destino de cada um.
  • O Profeta Muhammad ensinou que tanto o bem quanto o mal só acontecem se o Criador permitir.
  • No entanto, o muçulmano não deve se exceder ou omitir nas ações, pois isso não significa confiar em Deus.

A crença de que tudo o que aconteceu, está acontecendo e vai acontecer é de acordo com o conhecimento, vontade e comando de Deus, o Altíssimo, e é chamada Taqdeer. A crença em Taqdeer é obrigatória.

As vantagens da crença em Taqdeer e Tawakkul (Confiança em Deus)

Não importa o sofrimento ou infortúnio que acontece a alguém, ele será aceito sem pânico e o coração continuará forte em face de tais dificuldades. Forte crença em Taqdeer indicará que o desejo de Deus é esta ocorrência e não pode ser combatido. O sofrimento só vai desaparecer quando desejado por Deus, o Altíssimo. Assim, o homem de Taqdeer aceita o que vem a caminho com resignação contente.

Aquele que compreendeu e aceitou essa concepção de Taqdeer não será superado pela frustração com a demora no cessar da dificuldade. Ele não vai se tornar desanimado e perder a esperança quando o infortúnio perdura por qualquer período de tempo. Ele vai banir a fraqueza.

O adepto do Taqdeer não vai adotar formas ilegais e meios para combater a dificuldade, pois ele sabe que a adversidade foi provocada por Deus, o Altíssimo. Ele entende bem que a eliminação do sofrimento não é possível sem a Vontade de Deus Altíssimo. Ele, portanto, percebe a futilidade de seus esforços na tentativa de eliminar o que Deus, o Altíssimo, quis. Ele, portanto, não desnecessariamente corteja o desprazer de Deus pela adoção de medidas ilegais. Por que buscar a ira de Deus, quando a própria finalidade não pode ser alcançada, mesmo depois de ter desagradado Ele?

O crente em Taqdeer e Tawakkul não vai depender exclusivamente dos materiais e medidas mundanas, mas vai recorrer à dua (súplica) também. Ele acredita que nada pode ser feito sem a Sua Vontade. Ele deriva, assim, maior esperança e força suplicando a Deus, o Altíssimo. Um benefício adicional de se engajar na dua é o fortalecimento do nosso relacionamento com Deus, o Altíssimo. Um forte vínculo de amor com Deus, o Altíssimo, é a base da paz e de todo o conforto.

O crente em Taqdeer não atribui o sucesso, realização e excelência aos seus esforços. Ele vai atribuir tudo à vontade e prazer de Deus Altíssimo. Ele será, assim, imbuído de humildade. Tal homem não será arrogante e altivo.

O resumo do que foi dito acima

O crente em Taqdeer e Tawakkul será grato em momentos e ocasiões de sucesso e prosperidade, e ele vai ser paciente quando o fracasso e adversidade o ultrapassarem. Esta é a grande vantagem que Deus, o Altíssimo, aponta no versículo seguinte:

“Para que vos não desespereis, pelos (prazeres) que vos foram omitidos, nem nos exulteis por aquilo com que vos agraciou, porque Deus não aprecia arrogante e jactancioso algum.” (Surat Hadeed – 57:23)

No Islam, a concepção de Taqdeer não deve ser mal interpretada e as formas e meios essenciais e corretos para assuntos mundanos não devem ser descartados com o pretexto de abandono do Taqdeer. Descartar os meios legais e agências que Deus, o Altíssimo, criou para assuntos mundanos é fraqueza, bem como errado. Tal erro e fraqueza foram criticados no hadith. Hazrat Auf Bin Malik narra que, uma vez, quando o Mensageiro de Allah decidiu uma disputa, aquele contra quem o veredicto foi exclamou:

“Suficiente para mim é Deus e Ele é um bom protetor.”

Esta exclamação foi a intenção de transmitir que o prazer de Deus foi a causa da derrota que ele sofreu. Ouvindo isso, o Mensageiro de Allah disse:

“O Deus Altíssimo não gosta de fraqueza. Esteja alerta!”

Com essa frase, o Mensageiro de Allah exortou que se deve aproveitar os meios corretos para o seu caso e atividade. No entanto, se apesar de instituir as medidas corretas, os resultados são a falha, então será justificado em dizer: “Suficiente para mim é Deus e Ele é um bom protetor”. Este hadith aparece em Abu Dawud.

Hadith em Taqdeer

Hadhrat Jaabir narra que o Profeta disse:

“Você nunca pode ser um Mumin, contanto que você não acredite em Taqdeer (no seu bem e seu mal) de tal forma que o que está a acontecer não vai ser repelido e tudo que é para não acontecer não ocorrerá.” (Tirmidhi)

Hazrat Ibn Abbaas narra:

“Eu estava (uma vez) por trás do Profeta quando ele disse-me: “Ó filho! Vou informá-lo de algumas coisas. Lembre-se de Deus e Ele irá protegê-lo. Lembre-se de Deus e você vai encontrá-Lo perto de você. Quando você tem que pedir algo, peça de Deus Altíssimo. Quando você precisar de ajuda, procure Sua Ajuda. Firmemente convencido de que, se toda a criação deseja beneficiar você em alguma coisa, eles nunca poderão beneficiar você a não ser o que Deus decretou para você. Se todos eles se unissem para prejudicá-Lo, eles não seriam capazes de prejudicá-Lo de alguma coisa, a não ser o que Deus decretou para você.” (Tirmidhi)

Hazrat Abu Dardaa narra que Deus, o Altíssimo, já predestinou cinco coisas para todas as pessoas, que são: a idade, o sustento, obras, local de sepultamento e salvação final ou condenação. (Ahmad, Bazzaz, Kabir, Awsat)

Hadhrat Muaawiyah narra que o Profeta disse:

“Não avance para adquirir algo pensando que você pode adquiri-lo por seus esforços, mesmo que Deus, o Altíssimo, não o tem predestinado para você, nem recue de alguma coisa, pensando que você será capaz de evitar isso por seus esforços, mesmo que Deus, o Altíssimo, o predestinou para você.” (Kabeer e Awsat)

O que quer que Deus, o Altíssimo, predestinou, acontecerá, não importam os esforços feitos pelo homem para conquistar ou evitar.

Hazrat Abu Huraira narra que o Profeta disse:

“Esforce-se para adquirir o que é benéfico para você, procure a ajuda de Allah; não perca a coragem e se um retrocesso o alcança, não diga:  “Se eu tivesse feito isso, então ele teria acontecido como este (ou seja, não o que tinha acontecido)”. Em vez disso, diga: “Allah ordenou isso. O que quer que Ele quis, aconteceu.” (Muslim)

Os hadiths acima foram extraídos de Jamul Fawaid. Estes hadiths, em grande parte, falam sobre Taqdeer. As narrações que aparecerão abaixo referem-se mais a Tawakkul.

Deus, o Altíssimo, diz no Alcorão:

“Portanto, indulta-os, implora o perdão para eles e consulta-os nos assuntos (do momento). E quando te decidires, encomenda-te a Deus, porque Deus aprecia aqueles que (a Ele) se encomendam.” (Surat Ali Imraan – 3:159)

Que riqueza maior que uma pessoa pode pedir que o amor de Deus? Aqueles que confiam e [têm] a dependência [sobre] Allah têm assegurado o Seu amor. Não há nenhuma dúvida no sucesso de tais pessoas. A partir deste verso, é também manifesto que juntamente com Tawakkul deve ser Tadbeer (ou seja, o emprego das agências corretas, meios e formas). A palavra “consulta”, que é mencionada no versículo, é, de fato, uma forma de decidir um caso. No entanto, não se deve repousar a dependência Tadbeer. Mesmo depois de ter instituído as formas e meios, a confiança deve ser colocada em Deus, o Altíssimo.

Deus, o Altíssimo, diz no Nobre Alcorão:

“São aqueles aos quais foi dito: Os inimigos concentraram-se contra vós; temei-os! Isso aumentou-lhes a fé e disseram: Deus nos é suficiente. Que excelente Guardião! Pela mercê e pela graça de Deus, retornaram ilesos. Seguiram o que apraz a Deus; sabei que Deus é Agraciante por excelência.” (Surat Ali Imraan – 3:173-174)

Estes versos são uma referência a um incidente em particular, a partir do qual os Sahabas beneficiaram-se tanto material como espiritualmente. Deus, o Altíssimo, indica aqui que ambos os benefícios foram conseqüência de Tawakkul.

Deus Altíssimo ordena ao Seu Mensageiro no Nobre Alcorão para dizer:

“Dize: jamais nos ocorrerá o que Deus não nos tiver predestinado! Ele é nosso Protetor. Que os fiéis se encomendem a Deus! Dize (ainda): Esperais que nos aconteça algo? Só nos ocorrerá uma das suas sublimes coisas (o martírio ou a vitória). Nós, em troca, aguardamos que Deus vos inflija o Seu castigo, ou então o faça por nossas mãos. Esperai, pois, que esperaremos convosco.” (Surat Taubah – 9:51-52)

Como Deus, o Altíssimo, é o Rei, o servo deve estar satisfeito com o que o rei escolhe. Esta deve ser a condição de todos os muçulmanos. Ambas, prosperidade e adversidade, são benéficas para os muçulmanos. O tempo mostra que as condições de dificuldade são benéficas para os muçulmanos em relação ao resultado final. Em suportar as dificuldades, graus de fé são aumentados e pecados são perdoados. Assim, não importa em qual condição um muçulmano está. Ambos, como a seguir:

“A prosperidade e a adversidade, são vantajosas para os crentes.”

Isso mostra que, mesmo se um muçulmano é ultrapassado por dificuldade e sofrimento, ele não se reduz ao desânimo e frustração, pois ele considera o estado de adversidade também benéfico para ele. Se os benefícios da adversidade não se manifestarem neste mundo, então, com certeza, eles serão manifestados na Akhirah. O Akhirah é a nossa casa e bondade real e original e os benefícios serão para nossa eterna vantagem.

Deus Altíssimo diz:

“E Moisés disse: Ó povo meu, se realmente credes em Deus, encomendai-vos a Ele se sois submissos. Disseram: A Deus nos encomendamos! Ó Senhor nosso, não permitas que fiquemos afeitos à fúria dos iníquos.” (Surat Yunus – 10:85-86)

A partir deste verso é que aprendemos, junto com Tawakkul, Dua é muito eficaz.

Deus, o Altíssimo, diz:

”Quem tem confiança em Deus, Ele é suficiente para ele.”

Deus Altíssimo administra todos os assuntos de quem tem confiança Nele, sejam os assuntos de natureza física ou espiritual. Esta é certamente uma maravilhosa promessa feita para aqueles que adotam Tawakkul.

Hazrat Saad narra que o Profeta disse:

“A boa sorte de uma pessoa é que ele permanece satisfeito com o que Deus tem ordenado para ele. O infortúnio de uma pessoa é que ele se abstém de pedir a Deus para o bem e que ele está descontente com o que Deus tem ordenado para ele.” (Ahmad, Tirmidhi)

Hazrat Amr Bin Aas narra que o Profeta disse:

“O coração do homem perdura depois de tudo. Deus não se importa com um homem que coloca seu coração à disposição de tudo; ele pode ser destruído em qualquer lugar (e forma – Deus não se importa com ele). Quem tem confiança em Allah, Allah é suficiente para ele em todos os assuntos.” (Ibn Majah)

Este hadith aponta que um homem cuja confiança está depositada em Deus não se torna desanimado e não é ferido pela preocupação.

Hazrat Imran Bin Haseen narra que o Profeta disse:

“Aquele que permanece alinhado a Deus com seu coração, Deus vai ser suficiente para ele em todos os seus assuntos. Deus vai conceder-lhe o sustento de tais setores, que ele nem sequer pensa. Quem se alinha com o mundo, Deus o entrega para o mundo.” (Targheebwa Tarheeb)

Hazrat Anas narra que o Profeta disse a um homem:

“Amarre seu camelo e confie em Deus.”

Assim, Tawakkul não prevê o abandono dos meios legais e agências que Deus, o Altíssimo, criou para a execução das atividades. O indivíduo tem que confiar em Deus e não repousar confiança nos meios e formas.

Hazrat Abu Khuzaamah narra que alguém perguntou ao Mensageiro de Allah:

“Fazer encantamentos (mágica) e medicina altera Taqdeer?”

Mensageiro de Allah disse:

“Isso também está incluído na Taqdeer.” (Tirmidhi, Ibn Majah)

De acordo com este hadith, o benefício que resultará da medicina, etc., também é ditado pela Taqdeer.

A soma total dessa discussão é que os muçulmanos nunca devem se tornar desanimados e frustrados em situações difíceis. Tome lição do que foi dito nestes versos e hadiths, assim você não se tornará fraco no seu Deen (religião). Repouse toda a sua confiança em Deus, o Altíssimo.

Links para Leitura

Extraído de Hayat al-Muslimeen, traduzido de Ilm Gate

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.