Página Inicial » Perguntas e Respostas » Como terminar um Noivado islamicamente – Ustadha Saira Abu Bakr
Dry roses on old wooden floor.

Como terminar um Noivado islamicamente – Ustadha Saira Abu Bakr

Pergunta: 

Salam Aleikum! Eu tenho um amigo que ficou noivo há alguns anos. Ele nunca quis se envolver com essa pessoa, porém nunca disse diretamente “não”. Ele tentou recusar, fazendo outras desculpas como “agora não…”, mas no fim, ele concordou devido ter se sentido pressionado. Em seguida, ele tentou mostrar que não estava feliz e agora está dizendo diretamente que não quer se casar com essa garota. Os pais ficaram chateados e disseram que essa decisão quebrará muitas relações porque o noivado está concluído. Eles dizem que a menina é melhor do que alguém que ele escolheria para si e eles só querem o melhor para ele. Como essa pessoa e seus pais devem ser aconselhados?

Resposta: Waleikum Salam Wa RahmatuAllah,

Que Allah facilite a situação. Seria recomendável perguntar ao seu amigo se ele tem alguma razão religiosa para não gostar dela. Também, eles são compatíveis em termos de retidão, educação, classe social e financeira?
Temos um grande exemplo na Sirah de nosso amado Mensageiro, (Que a Paz e as Bênçãos de Allah estejam sobre ele) de um casamento entre dois companheiros muito justos, mas incompatíveis:

Por obediência ao Mensageiro de Allah (Que a Paz e as Bênçãos de Allah estejam sobre ele), Sayidah Zaynab bint Jahsh (prima do Mensageiro de Allah) casou-se com Sayidna Zayd (inicialmente adotado pelo Profeta). No entanto, Sayidah Zaynab era de um clã aristocrático e árabe (Bani Hashim) enquanto Saydina Zayd, era filho de uma escrava africana livre. Como consequência, Sayidah Zaynab ficou muito infeliz com casamento, que acabou sendo dissolvido com a revelação dos versículos que ordenaram o Mensageiro de Allah que se casasse com sua prima e abolisse a adoção.

Recomendado para você:  Resposta de uma muçulmana a pergunta: ''Por que você está dirigindo?'' ''A shariah não te proíbe?''

Caso não se enquadre em nenhum dos casos acima, o irmão deve avaliar se seus temperamentos são incompatíveis. Isso já é o suficiente para causar tensão entre as pessoas. No entanto, se ele não tem nenhuma razão islâmica para recusar a vontade de seus pais, eu o aconselharia a fazer istikharah sobre se ela será um meio de ele se aproximar de Allah. Ele deve repetir o istikharah até ter clareza no assunto. Ele também pode, se assim o desejar, pedir a outro (alguém com uma visão objetiva) que realize istikharah em seu nome.

Se o istikharah indicar que ela vai ajudá-lo a crescer em sua religião e seus pais ainda estiverem insistindo nisso, então ele deve pedir a Allah para colocar compaixão e misericórdia em seu coração por essa irmã. Esta é a base de um bom casamento e ele deve saber que Allah é capaz de transformar o coração da pessoa à quem Ele assim desejar.

“É possível que repudie algo que seja um bem para vós e talvez, goste de algo que vos seja prejudicial” (Alcorão 2:216)

Se o istikharah, ou um traço gritante em seu caráter indica que ela não é adequada para ele, então ele deve comunicar isso aos seus pais. Alguém deve o aconselhar a se comunicar adequadamente com seus pais, mantendo todo o tempo, o máximo respeito. Argumentos removerão a bênção da discussão. Muitas vezes as mães podem ser conquistadas, falando sobre os sentimentos e como seria triste se fossem casados ​​com essa pessoa. Não deve se transformar em um argumento de quem está certo ou errado, nem ser carregado de culpa.

Além disso, aconselhe-o a comunicar aos pais que ele quer tratar sua esposa com amor e respeito. Se ele é casado com alguém de quem não gosta, pode ser muito difícil tratá-la com excelência, assim como recomenda a sunnah. Uma mulher pode sentir se seu marido não gosta dela e se ela está infeliz, por saber que seu marido não a ama, seus pais certamente descobrirão. Isso pode eventualmente levar a problemas maiores entre as famílias. Um divórcio ou brigas constantes entre marido e mulher também não fortalecerá o relacionamento entre as famílias.

Recomendado para você:  O uso do Rosário (tasbih ou masbaha)

A maioria dos pais, em última análise, quer que seus filhos sejam felizes, mas às vezes estão entrincheirados em práticas / modos culturais obsoletos, não baseados na religião. Acima de tudo, ele deve fazer duaa, para que seus pais estejam satisfeitos com ele.

Se chegar à um impasse, ele deve refletir sobre sua vida e remover qualquer coisa que desagrade a Allah e Seu Mensageiro, (Que a Paz e as Bênçãos de Allah estejam sobre ele). Ao fazer isso, deve-se começar com o inadmissível. 

Estudiosos do conhecimento sagrado, dizem que as dificuldades surgem por dois motivos:

Primeiramente, como uma expiação de erros que esteja cometendo na vida de alguém. E em segundo lugar, para elevar alguém em sua na classificação. No final, se alguém tem a intenção correta, tudo pode ser um meio de se aproximar de Allah.

Finalmente, se o irmão não cumpriu suas obrigações religiosas tomando as regras necessárias, ele deve tentar começar a praticar imediatamente. Se ele não sabe por onde começar, então ele precisa consultar um estudioso.

Fonte:http://malikifiqhqa.com/uncategorized/advice-on-breaking-an-unwanted-marriage-engagement-ustadha-saira-abu-bakr/?fbclid=IwAR0KuDGvMKhKd6LH9vsgxkZgnRFImjGJvLunFHn9kRD52RnJI8ouOZmZmng

Sobre A Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês) e especialistas na Religião Islâmica. Atualmente a equipe é composta por 10 profissionais.