Página Inicial » Novidades » As Três Mulheres que Fizeram a Melhor Tradução do Alcorão Para o Inglês

As Três Mulheres que Fizeram a Melhor Tradução do Alcorão Para o Inglês

  • Em 1989, três americanas convertidas ao Islam iniciaram a tradução do Alcorão para o inglês.
  • A tradução foi reconhecida como uma das mais próximas do significado dos versículos originais em árabe.
  • Hoje, as três mulheres são responsáveis pela gestão de uma editora de livros islâmicos na Arábia Saudita.

O Alcorão é um dos livros mais populares do mundo e, embora os muçulmanos considerem somente a versão em árabe como sagrada, as cópias em outros idiomas são importantes para aproximar pessoas falantes de outras línguas do Islam. Por causa disso, era fundamental que a Palavra de Allah também fosse traduzida para o inglês, que é a língua mais falada da atualidade.

Esse trabalho foi feito por três mulheres americanas que se converteram ao Islam na década de 1970 e 1980. A cópia, conhecida como Sahih International, se destacou das outras traduções pela excelência de seu texto e sua linguagem não-arcaica, tornando-se uma das principais versões do idioma e facilitando a compreensão de muitos versículos que até então eram difíceis para os falantes do inglês.

Uma Jornada até o Alcorão

A história do famoso exemplar do Alcorão em inglês começa com a história de jovens que não tinham nada a ver com o Islam. Uma delas é Emily Assami, conhecida atualmente como Aminah ou Umm Muhammad, que cresceu em uma família de ateus e nunca teve um contato íntimo com nenhuma espécie de religiosidade. Porém, as coisas começaram a mudar na década de 1970, após uma aula de história sobre religiões comparadas.

Emily se interessou sobre o que aprendeu a respeito do Islam e quis aprender ainda mais sobre o assunto. Ela quis saber mais sobre o Profeta Muhammad e foi até uma biblioteca para encontrar livros escritos por muçulmanos, mas não conseguiu achar nada. Foi então que achou uma cópia do Alcorão em inglês e, embora tenha lido muitos trechos que não entendeu, outros lhe agradaram bastante.

O destino dela se cruzaria com o de outras duas colegas que nasceram duas décadas depois. Uma delas é Mary Kennedy, que nasceu em uma família cristã na Flórida e desde cedo tinha dúvidas sobre espiritualidade que só conseguiu solucionar após ler textos islâmicos. Seus pais não tiveram dificuldade de aceitar quando ela se converteu, pois seu irmão já havia se tornado muçulmano antes.

Junto delas, havia a jovem que hoje é conhecida como Amatullah Bantley. Ela veio de uma família católica, mas se desencantou com a religião, pois toda vez que confessava algum pecado, ela tinha a mesma penitência e isso lhe causava inquietação. Ela deixou a igreja, embora continuasse acreditando em um poder superior, e só encontrou sentido para sua fé ao conhecer o Islam através de um estudante saudita da universidade em que estudava.

A Tradução do Alcorão

Amatullah acabou se envolvendo com a tradução do Alcorão por causa de uma grande coincidência. Certa vez, no ano de 1989, ela atendeu ao pedido de uma amiga viúva para que entregasse um manuscrito do marido falecido à editora Dar Abul-Qasim, mas Amatullah acabou se interessando pelo conteúdo do documento e perguntou se poderia ler o que estava escrito, quando viu que se tratava de uma tradução do Alcorão.

Na época, ela já falava árabe fluentemente e apontou algumas sugestões para melhorar a tradução. Foi nesse momento que se juntou a Mary e Aminah, que limparam, reorganizaram o texto e o prepararam para impressão. A editora gostou do resultado e em 1997 ele foi publicado. O Sahih International foi considerado uma das traduções mais próximas do Alcorão em árabe e é reconhecido por muitos estudiosos como tal. 

Hoje elas vivem na Arábia Saudita e assumiram a gestão da Dar Abul-Qasim. Elas ainda dedicam seus esforços para traduzir outras obras islâmicas e chegaram a lançar inclusive um livro com os significados dos versículos do Alcorão. As obras são disponibilizadas em vários idiomas, como: inglês, bangla, tagalog (filipino), francês, italiano, chinês, tâmil, bahasa, entre outros. 

Em entrevista ao Arab News em 2017, Mary disse: “Publicamos livros islâmicos de muitos autores. A maioria aprecia o fato de nos disponibilizarem como editoras para aprimorar o texto”.

Com informações de Arab News

Links Para Leitura 

Sobre a Redação

A Equipe de Redação do Iqara Islam é multidisciplinar e composta por especialistas na Religião Islâmica, profissionais da área de Marketing, Ilustração/Design, História, Administração, Tradutores Especializados (Árabe e Inglês). Acesse nosso Quem Somos.