Página Inicial » Pratique o Islam » Comportamento » Resposta de uma muçulmana a pergunta: ”Por que você está dirigindo?” ”A shariah não te proíbe?”

Resposta de uma muçulmana a pergunta: ”Por que você está dirigindo?” ”A shariah não te proíbe?”

A melhor maneira de combater a ignorância que se transfigura no atual preconceito contra o Islã é uma resposta inteligente. 

A jornalista Nargess Moballeghi recebeu uma mensagem no Facebook de alguém informando-a que, como mulher muçulmana que usa o hijab (véu), ela não deveria estar dirigindo devido a ”shariah” ou lei islâmica.

14291812_699371383551199_1881252240617932898_n

A mensagem recebida por Nargess foi a seguinte:

Por que você está dirigindo? Sob a lei da shariah na Arábia Saudita onde o Islã nasceu, você não tem permissão de dirigir. A liberdade que você está usufruindo no Ocidente vem do cristianismo,e não do Islã!
Mediante a mais esta tentativa de pessoas sem conhecimento algum que querem tentar ensinar a muçulmanos oque é o Islã, Nargess poderia ter dado uma resposta furiosa. Mas pelo contrário, decidiu responder da seguinte maneira:
Eu entendo o porque de toda desinformação neste mundo te levar a este pensamento, porém, ele não é válido. Primeiramente, não haviam carros 1400 anos atrás; assim sendo, esta (proibição) não pode ser realmente relacionada a shariah. Segundo, existem muitos direitos dados ás mulheres pelo Islã há uns bons 1400 anos, bem antes de países cristãos começarem a implementa-los (na história bem recente); como o direito ao trabalho e o direito a acordo pré-nupcial. Isto não é uma competição, mas espera, foi você quem quis trazer isto. Terceiro, a Arábia Saudita pode ser o lugar onde o Islã nasceu, porém o Islã praticado por lá agora não é o apoiado pela maioria dos muçulmanos (que aliás encaram a proibição das mulheres de dirigirem por lá como algo ridículo). De fato, a atual monarquia que governa o país tem suas raízes numa tribo que se rebelou contra o Islã sunita (o corpo principal dos muçulmanos). E você pode perguntar por que nós não fazemos nada. Bem, os sauditas são bem protegidos como você vê…e não por muçulmanos. A criação da moderna Arábia Saudita e sua monarquia foi, na verdade, financiada e apoiada pelos britânicos, que queriam explicitamente promover o (extremista) islã-wahabi na região (por razões politicas, é claro). E, apesar de toda sua barbárie e todos os protestos pelo mundo (incluindo um por semana aqui em Londres, onde há protestos contra a relação britânico-saudita promovidos por – pasme – muçulmanos!) então, na verdade seria ótimo se os países do ”ocidente cristão” como EUA e Inglaterra parassem de apoiar os sauditas com armas, dinheiro e diplomacia…você sabe que todas essas coisas que ajudaram a criar estas liberdades ocidentais das quais você está tagarelando sobre, não vieram dos nobres princípios do cristianismo….mas da política de poder que apoia o mesmo pensamento islâmico distorcido que você está criticando. Passar bem!”

Sobre Victor Peixoto

Victor Peixoto é um brasileiro convertido ao Islam, leitor frequente de livros sobre história islâmica e estudante de árabe clássico, que aprendeu no Egito durante sua morada naquele país.