Página Inicial » História Islâmica » Razia Sultana – A Mulher Sultão
Razia Sultana - A Mulher Sultão

Razia Sultana – A Mulher Sultão

Na historia das civilizações islâmicas, muitas mulheres notáveis deram a sua contribuição no poder. Uma delas foi Razia, a filha mais velha do Sultão Iltutmish, que reinou em Delhi por 16 anos, até 1236.

Educada e com um forte interesse na política, ela tornou-se regente de seu pai durante suas campanhas militares. No seu leito de morte, Iltutmish expressou seu desejo de que Razia governasse em seu lugar, mas essa ordem ofendeu os nobres indianos. Iltutmish insistiu. “Meus dois filhos entregaram-se ao vinho, mulheres, jogos de azar e ao culto da lisonja. O Governo é pesado demais para os ombros suportarem. Razia, apesar de ser uma mulher, tem a cabeça e o coração de um homem e é melhor do que vinte desses meus filhos.”.

Desafiando o decreto de seu pai, o meio-irmão de Razia, Rukn-ud-Din Firuz, apoiado pelos nobres e por facções leais à sua mãe, Shah Turkaan, tomou o trono. Seis meses após o início do reinado do novo governante, Razia apareceu diante da congregação na oração de sexta-feira e falou sobre os excessos de seu meio-irmão. Com o apoio do povo, Razia subiu ao trono de Delhi com a idade de 31 anos. Durante o seu reinado de quatro anos a partir de 1236, moedas de prata emitidas em seu nome deram a ela o seu título oficial, “Jalauddin“, mas ela se referia a si mesma como “lmadatun niwan“, o que significa “a grande mulher”. A Sultana Razia percorria Delhi em um elefante com o rosto descoberto.

O Grande Pai de Razia

Iltutmish (1210-1236) foi um pai amoroso, que ordenou grandes celebrações para saudar o nascimento de sua primeira filha, depois de muitos filhos. Ele teve interesse pessoal em sua educação e formação e no momento em que ela completou 13 anos, Razia foi reconhecida como uma talentosa arqueira e cavaleira que frequentemente acompanhava o pai em suas expedições militares. Palavras de Iltumish: “Esta minha filha é melhor do que muitos filhos.”. Razão pela qual ela se tornou a próxima Sultana da dinastia Slave. Uma vez, quando Iltutmish estava ocupado com o cerco do forte Gwalior, ele tinha confiado o governo de Delhi para Razia, e em seu retorno ficou tão impressionado com sua atuação no governo, que ele decidiu nomear ela como sua sucessora.

Recomendado para você:  Jerusalém e Umar Ibn Al-Khatab

As Realizações da Sultana Razia

Sendo uma governante eficiente, a Sultana Razia criou a lei e a ordem correta e completa em seu império. Ela tentou melhorar a infra-estrutura do país, incentivando o comércio, a construção de estradas, escavação de poços. Ela também estabeleceu escolas, academias, centros de pesquisa e bibliotecas públicas que incluíram as obras de filósofos antigos, juntamente com o Alcorão e as tradições de Muhammad. Obras hindus nas ciências, filosofia, astronomia, fiqh, e literatura teriam sido estudadas em escolas e faculdades. Ela contribuiu ainda no campo da arte e da cultura e incentivou poetas, pintores e músicos.

Paixão de Razia

Nada conseguiu parar Razia, exceto o amor. A razão por trás do fim de sua era foi o seu amor inaceitável. Jamal-ud-Din Yaqut, um escravo Siddi Africano virou nobre e era um confidente próximo a ela. Malik ikhtiar-ud-din Altunia, o governador de Bhatinda, foi contra essa relação de Razia. A história diz que Altunia e Razia eram amigos de infância. À medida que cresceram juntos, ele se apaixonou por Razia e a oposição dele era simplesmente uma maneira de ter Razia de volta para ele mesmo. Uma tragédia seguiu-se rapidamente. Yaqut foi assassinado e Altunia aprisionou Razia.

O Fim de Razia

Quando ela estava tentando conter uma rebelião contra ela pelo governador turco de Bhatinda, os nobres turcos que eram contra a permanência de uma mulher no trono, se aproveitaram de sua ausência em Delhi e destronaram-na. Seu irmão Bahram foi coroado. Para salvar sua própria cabeça, Razia sensatamente decidiu se casar com Altunia, o governador de Bhatinda e marchou em direção a Delhi com o marido. Em 13 de outubro de 1240, ela foi derrotada por Bahram e o casal infeliz foi condenado à morte no dia seguinte. A Sultana Razia era uma mulher notável.

Recomendado para você:  A Mesquita Al-Aqsa durante as Eras

Fonte

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.