Página Inicial » História Islâmica » A Primeira mesquita otomana ainda em funcionamento
A mesquita foi construída em algum momento antes de 1280, embora não existam registros detalhados. Registros escritos não foram utilizados no Império Otomano até os anos 1300, tornando impossível indicar o momento exato da construção da mesquita.

A Primeira mesquita otomana ainda em funcionamento

Conhecida como a primeira mesquita estabelecida pelos Otomanos debaixo de uma única cobertura, a “Mesquita com um Poço” é uma atração turística obrigatória que simboliza a antiga tradição otomana do século XIII

Construída no século XIII por Gazi Ertuğrul no distrito de Söğüt da província de Bilecik, a primeira mesquita foi erigida com capacidade para 40 pessoas, e é agora vista como o primeiro edifício histórico que foi contruído pelos Otomanos, atraindo milhares de turistas todo ano.

Conhecido como o pai do Império Otomano, Gazi Ertuğrul foi o pai de Osman Bey e é conhecido como o primeiro otomano a estabelecer uma mesquita em uma tenda que levantou junto a um poço no distrito de Söğüt, onde a mesquita era na realidade conhecida entre os locais como a “mesquita com um poço.”

Passando por restaurações periódicas através dos séculos, a mesquita e o poço foram severamente danificados durante a invasão grega, e o poço foi casualmente descoberto durante trabalhos de restauração feitos pelo Diretório Regional das Fundações Bursa em 2011. Após as restaurações, a mesquita foi aberta para a oração em público, com a primeira oração oficial da sexta-feira realizada em 29 de julho de 2011.

O professor Taner Bilgin, do Departamente de História da Escola de Ciência e Literatura da Universidade Şeyh Edebali falou com a Agência Anadolu, enfatizando que Söğüt foi o primeiro local onde os otomanos se estabeleceram. Bilgin disse ainda que Gazi Ertuğrul estabeleceu a mesquita para suprir as necessidades religiosas de seu povo, ao chegar no distrito com 400 tendas.

Bilgin frisou ainda que a mesquita foi construída em algum momento antes de 1280, embora não existam registros detalhados da mesquita. Registros escritos não foram utilizados no Império Otomano até os anos 1300, tornando impossível indicar o momento exato da construção da mesquita. Apesar da falta de informação, escavações arqueológicas na região apontam remanescentes de várias igrejas históricas na região, e de acordo com os gregos ortodoxos, o local do poço é considerado uma fonte com atributos sagrados.

Recomendado para você:  Carijitas: Quem são e qual sua origem?

Lendas locais indicam que Gazi Ertuğrul comprou a terra de um proprietário não-muçulmano, e, de acordo com Bilgin, até hoje a comunidade não-muçulmana não simpatiza com Gazi Ertuğrul ou com a chegada dos turcos na região.

Para forçar a emigração dos turcos, a comunidade não-muçulmana envenenou a água do poço com uma substância que causava fadiga e doença nas pessoas. Gazi Ertuğrul lutou para encontrar uma solução para o problema, mas falhou. Entretanto, enquanto realizava suas orações diárias um dia, ele adormeceu e teve um sonho que árvores começavam a crescer junto à mesquita. Como um resultado do sonho, ele cavou o poço e, após três dias de escavações, cavou até achar água, e não informou ninguém de sua descoberta. Ele testou a qualidade da água por três dias, dando-a a seu cavalo.

“Essa era uma tradição fundamental entre os Otomanos. Primeiramente, ele testou a água em si mesmo e em seu cavalo, antes de anunciar que ela era segura para ser bebida tanto para a comunidade de muçulmanos quanto para a de não-muçulmanos na região. Ertuğrul construiu essa mesquita para mostrar aos gregos que o ‘Islam é uma religião de justiça e compaixão’”, explicou Bilgin.

A mesquita é conhecida como a “mesquita com um poço” mesmo que tenha sido originalmente entitulada “Mesquita Gazi Ertuğrul”, de acordo com Bilgin.

O edifício foi restaurado entre 1402 e 1902, apesar de não ter sido em conformidade com sua estrutura original. A restauração ao edifício original aconteceu durante o reinado do Sultão Abdulhamid II.

O imam da mesquita nos últimos 12 anos, Şahin Mülayim, afirmou que a mesquita não é considerada propriamente uma mesquita, reiterando que ela foi a primeira obra finalizada pelos Otomanos debaixo de uma cobertura. O poço ficou por anos sem ser encontrado, mas foi descoberto em 2011 durante os trabalhos de restauração como resultado de uma coincidência, e a descoberta começou a atrair mais turistas para uma mesquita antes pouco frequentada.

Recomendado para você:  Imam Maliki, o Estudioso de Medina

Mülayim acrescentou que quando os visitantes escutam a história e ficam sabendo que ali era a tanto o lar como o centro da vida de Gazi Ertuğrul, eles se tornam mais empolgados em aprender com a experiência. Atualmente, as cinco orações diárias e as orações da sexta-feira e do tarawih (orações especiais durante o mês sagrado do Ramadan) são realizadas na mesquita. Além disso, a cada centésima sexta-feira, a mesquita serve comida, dando continuidade a um festejo tradicional de séculos.

 

 

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.