Página Inicial » Pratique o Islam » Comportamento » Os Muitos Perigos da Língua

Os Muitos Perigos da Língua

Afligindo um muçulmano com a Língua

O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse: “O todo do muçulmano é sagrado, seu sangue, sua propriedade e sua honra.” [Muslim]

E, em seu discurso de despedida, ele (que a paz esteja com ele) disse: “.. Na verdade o seu sangue, sua riqueza e sua honra são todos Haraam (sagrado) uns aos outros, assim como este dia é sagrado (o Dia do ‘Eid ul -Adhaa), neste mês sagrado (Zil Hajj) neste lugar sagrado (o lugar do Hajj). [Al-Baihaqee]

Maledicência

Allah, o Altíssimo, disse: Não vos espreiteis, nem vos calunieis mutuamente. Quem de vós seria capaz de comer a carne do seu irmão morto? Tal atitude vos causa repulsa…[Al-Hujuraat 49:12]

O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “Calunia é mencionar algo sobre o seu irmão que ele não gosta” [Malik e Ibn Mubarak]

E em outra narração, ele (que a paz esteja com ele) disse: “Falar mal dos outros é falar sobre uma pessoa, algo sobre ele, em sua ausência”. [Abu Dawud]

O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse: “Você sabe o que é gheebah (calunia) Eles disseram que “Allah e Seu Mensageiro (que a paz esteja com ele) sabem melhor”. Ele (a paz esteja com ele) disse: “A menção sobre o seu irmão que ele odiaria (na sua ausência). Foi dito: “E se o que eu digo sobre o meu irmão é verdade?” Ele (a paz esteja com ele) disse: “Se o que você disse sobre ele é verdade, então você teria usado de maledicência, e se não for verdade, então ele é caluniado (buhtaan) [Muslim].

Com base no Hadices acima maledicência pode ser definida como:

“Mencionar sobre uma pessoa em sua ausência algo que ele odeia mesmo que seja uma característica que ele possui.”

Falar mal dos outros é haram e a pessoa que se envolve nisso deve se arrepender.

Quando falar sobre seu irmão não é considerado calúnia

Hind, esposa de Abu Sufyaan, veio ao Mensageiro (que a paz esteja com ele) e disse:

“Abu Sufyaan é um homem avarento e ele não me dá o suficiente para mim e para o meu filho, exceto se eu tirar dele e ele não souber.” O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse: “Pegue o que é comumente conhecido como o suficiente para você e seu filho”.

[Bukhari & Muslim]

É evidente a partir do exposto Hadice, que, em certos casos específicos, é permitido um muçulmano falar de alguém por trás de suas costas. Por exemplo:

  1. Se um homem é oprimido, ele pode ir para o governante ou juiz ou alguém que tem a capacidade de parar a opressão, e fazer uma petição, como Hind fez.
  2. Além disso, quando se busca uma decisão islâmica, é permitido mencionar má qualidade de uma pessoa, como está estabelecido no hadith de Hind acima, como quando Hind perguntou: “Abu Sufyaan é um homem avarento e ele não me dá o suficiente para eu e meu filho, exceto se eu tomar dele e ele não souber”.
  3. Procurar ajuda para mudar um erro que está tomando o direito de alguém. Se alguém não pode mudá-lo, então ele pode ir até alguém que está em uma posição para mudar isso. Assim, ele terá de caluniar seu opressor para informar a pessoa que pode dar-lhe autoridade. O hadice de Hind acima exemplifica isso.

No caso de “comandar o bem e proibir o mal”, uma pessoa está autorizada a falar da inovação ou do pecado de outra pessoa conhecida, a fim de alertar os outros sobre isso. No entanto, se alguém declara as ações de pessoas que são feitas em segredo, este é considerado maledicência.

É permitido perguntar sobre uma pessoa que tem um apelido específico, como o surdo, ou cego. No entanto, se o seu nome correto é conhecido, então não é permitido o uso de outros nomes falsos.

No mesmo sentido, é permitido prevenir e alertar seu irmão ou irmã, sobre alguém que é um pecador ou inovador, a fim de que eles sejam livres de sua influência. Deus, o Altíssimo, disse: …auxiliai-vos na virtude e na piedade. Não vos auxilieis mutuamente no pecado e na hostilidade, [Al-Maaidah 5:2]

Alguns fatores que causam a maledicência e suas curas

  1. Aplacar a raiva

Isso é feito ao maldizer a pessoa que acende a sua ira, de modo cada vez que essa pessoa o faz ficar com raiva, ele se acalma, maldizendo a pessoa. Através disto (o maldizer), ele sente que está “dando o troco” na outra pessoa. A cura para isso é o conselho do Mensageiro (que a paz esteja com ele) “Quem quer que suprima sua raiva, enquanto em condições de aplicá-la, Allah vai chamá-lo à frente da criação até que ele escolha para si a partir das hoor’in (mulheres especiais do Jannah que estão prometidas para o crente), para ele se casar dentre elas qual quiser. [Ahmad e At-Tabaraanee]

  1. Manter a conveniência

Para manter a amizade com os outros, uma pessoa se entrega a maledizer, porque ele tem medo de perder sua amizade. Assim, ele não os repreende quando eles maldizem, mas entra nessa com eles. Para curar isso, ele deve se lembrar do dito do Mensageiro (que a paz esteja com ele) “Quem solicitar o prazer de homens ao desagradar a Allah, Allah vai entregar ele para a humanidade. [At-Tirmidhi]

  1. Querendo elevar o próprio status frente à outras pessoas

Isso é feito ao rebaixar os outros, dizendo coisas como tal e tal pessoa, é ignorante ou o seu entendimento é fraco, assim, indiretamente, o que implica que ele é mais conhecedor do que a que ele degrada. Para curar esta doença, o autor deve ser lembrado de que Allah é o juiz final e essa pessoa que ele está afirmando ser ignorante, pode ser melhor do que ele com Allah. Além disso, essa pessoa pode ser desculpada por causa de sua falta de compreensão.

  1. Brincando e tirando sarro dos outros

Isso pode envolver a zombaria e p sarcasmo. É suficiente lembrar aqueles que se entregam a essa prática do que Allah, o Altíssimo, disse:  “Ó fiéis, que nenhum povo zombe do outro; é possível que (os escarnecidos) sejam melhores do que eles (os escarnecedores)…[Al-Hujuraat 49:11]

Em outras ocasiões, isto poderia envolver mentiras, como se faz menção de algumas pessoas como maneira de fazer os outros rirem. É o suficiente responder com a afirmação do Mensageiro (que a paz esteja com ele): “Ai daquele que fala e mente para fazer as pessoas rirem, ai com ele, ai ele” [Ahamad, Abu Dawud e outros]

  1. Inveja

Através de inveja, uma pessoa é alvo de maledicência por causa de sua posição nobre e alto nível, a fim de rebaixar e reduzir o seu valor nos olhos das pessoas. O invejoso deve refletir sobre a declaração do Mensageiro (que a paz esteja com ele): “A fé e a inveja não podem coexistir no coração do servo”. [Ahmad 8: 436]

  1. Medo da Culpa

Algo é atribuído a uma pessoa que quer libertar-se disso, culpando outra pessoa totalmente, embora ambos tenham compartilhado no ato. Ele faz isso para que ele possa se ​​libertar de ser responsabilizado. A coisa certa a fazer é absolver a si mesmo, honestamente, e não tentar jogar a culpa em cima de ninguém.

  1. Ter muito tempo livre

Isso pode causar uma pessoa a cair em calúnia, porque é fácil para uma mente ociosa tornar-se ocupada com os homens, sua honra e seus defeitos. Para corrigir isso, uma pessoa deve gastar seu tempo em atos de obediência a Deus, adoração, buscando o conhecimento, e ensinar os outros. O Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “Duas bênçãos são mal utilizadas por pessoas, boa saúde e tempo livre para fazer o bem.” [Bukhari]

  1. Tentar chegar perto de uma pessoa com autoridade para adquirir ganhos materiais

A fim de chegar perto daqueles que têm autoridade e ganhar os seus favores, alguém pode maldizer seus colegas de trabalho com o seu chefe. Para curar isso, ele deve perceber o verdadeiro valor deste mundo com Deus, o Glorioso, e que Ele é o provedor, e que Ele lhe permitiria obter apenas o que ele merece. E nenhum chefe pode dar-lhe qualquer coisa, se Deus, o Sublime não querer tal por ele. O Profeta (que a paz esteja com ele) disse:

Recomendado para você:  O Divórcio Ideal

“… saiba que, se a nação (toda a humanidade) fosse se reunir para beneficiá-lo com alguma coisa, só iria beneficiá-lo com algo que Allah já havia prescrito para você …” [At-Tirmidhi]

Aspectos do maledizer que as pessoas podem não se sentir como maledizer

  1. Se alguém está envolvido em maledizer, e quando ele é repreendido ele responde:. “Eu estou preparado para dizer isso na frente dele”. à ele pode ser respondido com o seguinte: Você mencionou sobre ele algo que ele não gostaria que na sua ausência. Isso é maledicência, e estar preparado para mencioná-la na frente dele, é uma questão completamente diferente. Não há nenhuma prova da Shar’iah que mostre que ser preparados para falar a ele permite maledizer.
  1. Se uma pessoa específica é mencionada, e alguém diz alguma coisa em voz alta que implica algo negativo, como: “Nós procuramos refúgio em Allah de sermos equivocados”, então isso também é maledicência, porque ele está mencionando algo ruim sobre uma pessoa em sua ausência de forma indireta.
  2. A declaração sobre uma pessoa como: “. Tal pessoa está sendo testado com tal e tal” ou “nós costumávamos fazer a mesma coisa”, implica que é algo ruim, e foi mencionado em sua ausência. Não é isso o que temos definido como maledizer?
  3. Pensar que é permitido para caluniar alguém, porque ele é uma pessoa mais jovem. Não há nenhuma prova para isso.
  4. Achar fácil falar de alguém, porque ele é pobre, ou porque ele é fraco, ou um pecador, ou algo semelhante.

Como a pessoa que faz maledicências deve ser tratada

Deve ser corrigido e impedi-lo de maledizer e ele deve ser avisado de que ele está envolvido em um grande pecado.

Aquele a quem a pessoa que faz maledicências vem deve defender o irmão que está sofrendo a maledicência.

Além disso, a pessoa que ouve a maledicência deve estar ciente de que ele está incentivando um mal, e se a pessoa não parar, então ela deve se afastar dele.

Calúnia e falsas acusações

Calúnia, e a fabricação de acusações falsas, são considerados grandes pecados no Islam. Trata-se de fabricar ou espalhar uma mentira sobre seu irmão (Muslim) em sua ausência.

O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse:
“Vocês sabem o que é gheebah (falar mal dos outros) Eles disseram: “Allah e Seu Mensageiro (que a paz esteja com ele) sabem melhor. Ele (que a paz esteja com ele) disse: “A menção sobre o seu irmão que ele odiaria (na sua ausência)”  Foi dito: “E se o que eu digo sobre o meu irmão é verdade ? ‘Ele (a paz esteja com ele) disse:  “Se nele está o que você diz, teria falado mal dele, e se isto não está nele, então ele é caluniado (Buhtaan).”

[Muslim]

Claro, a calúnia é um pecado mais hediondo de calúnia, uma vez que envolve não só maledicência, mas também havia a intenção de desonrar maliciosamente um muçulmano.

O Mensageiro (que a paz esteja com ele) também disse: “… E quem quer que conscientemente argumenta inutilmente, Allah vai continuar a estar zangado com ele, até que ele se abstenha disso, e quem diz sobre um crente, o que não está nele Allah vai abrigá-lo em um moinho de as pessoas do fogo do Jahannam até que ele deixe o que ele disse … “

[Abu Dawud, Al-Haakim & outros]

Algumas das punições por maledicência e difamação são:

  1. Ambos são grandes pecados no Islam, e aquele que não cessa com ele e arrepende-se, seria punido severamente no túmulo. O Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “… Na noite em que fui levado (a Jerusalém e até os céus), vi um conjunto de pessoas que foram (sendo punidas por) tomar suas próprias unhas . (que eram longas e metálicas) e raspavam a carne de seus próprios rostos (e comiam-na) Quando perguntei Jibril sobre elas, ele disse: “estas são as pessoas que costumavam estar envolvidas em maledicência”.

[Ibn Abi Duniya- Kitaab Al-Ghiba wan Nameemah]

Ibn ‘Abbas, que Allah esteja satisfeito com ele, disse: o Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) passou por duas sepulturas e disse: “Os habitantes de (esses túmulos) estão sendo punidos por grandes pecados; um deles costumava envolver-se em caluniar os outros … “

[Al-Bukhari Vol. 2 Pg. 259]

  1. Quem falar mal dos outros ou caluniar, Allah, o Altíssimo promete expor suas falhas. O Profeta (que a paz esteja com ele) disse:. “Ó vós que credes com a língua e não os vossos corações, não busquem as faltas dos muçulmanos, nem intrometam-se em seus erros ou fracassos. Para quem entre vocês investigar os erros dos muçulmanos , então Allah vai atrás de seus erros e irá expô-los, mesmo que esses erros foram cometidos (secretamente) na privacidade de sua casa.”

[Ibn Abi Duniya- Kitaab Al-Ghiba wan Nameemah]

Dando falsos testemunhos ou ser uma falsa testemunha

Entre os outras más utilizações da língua flagrantes é testemunhar a falsidade ou ser uma falsa testemunha.

Deus, o Glorioso, disse:
“… e evitai o perjúrio (afirmação falsa)” [Hajj: 30]

O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse: “Não devo informá-los sobre o maior dos pecados?” Nós dissemos: “Em verdade.” Ele (a paz esteja com ele) disse: “Shirk (associar parceiros) com Deus, ingratidão aos pais ‘, ele estava reclinado e então sentou-se e disse: “e ser uma falsa testemunha “, continuou repeti-lo tanto que disse:. desejamos que ele parasse de falar “

Imam Adh-Dhahabi em sua obra Al-Kabaair (Os Pecados principais) disse: O portador de falso testemunho comete vários grandes pecados. Estes são os seguintes:

(a) Ele está se espalhando mentiras e falsidade. E Allah, o Altíssimo, disse: “…Em verdade, Deus não encaminha ninguém é Musrif (aquele que comete grandes pecados, opressor, transgressor), um mentiroso…” [Ghaafir 40: 28]

(b) Ele foi injusto para com a pessoa contra quem ele testemunhou, porque é a partir de seu testemunho, que a pessoa foi ou privada de seus bens, ou da sua honra ou da sua vida.

(c) Ele foi injusto para com a pessoa em cujo favor ele testemunhou, porque ele tornou possível para ele para adquirir bens que não pertencem a ele, tornando-o assim um pecador.

(d) Ele é injusto para si mesmo, por ser aquele que deu falso testemunho.

Acusar / caluniar as mulheres piedosas (de adultério)

Allah, o Sublime disse:

“Em verdade, aqueles que difamarem as mulheres castas, inocentes e fiéis, serão malditos, neste mundo e no outro, e sofrerão um severo castigo.” [An-Noor 24:23]

Allah, o Altíssimo, deixa claro nesta ayah que quem calunia piedosas mulheres são amaldiçoados neste mundo, e no outro, eles terão um tormento grave.

Recomendado para você:  Como Abster-se das Fofocas

O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse: “Mantenha-se afastado de 7 (sete) pecados perigosos e destrutivos (e deles) é … caluniar as mulheres piedosas (acusando-as de adultério) … “

O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse:

“Quem acusa o que sua mão direita possui de adultério terá o juízo estabelecido (contra ele por isto), no Dia do Juízo, a menos que seja como ele alegou.”

[Bukhari & Muslim]

Nota: A Shar’iah estipula que, para a acusação de Zinaa (adultério ou fornicação), que quatro testemunhas do sexo masculino maduros, devem testemunhar que todos eles (juntos) viram o acusado no próprio ato em si (ou seja, “como um balde entra em um poço “de acordo com o Profeta (que a paz esteja com ele). Se o testemunho não for conforme estipulado acima (ou seja, não viram o ato em si), mas só viram evidências convincentes, ou há três ou menos testemunhas, então seus depoimentos são rejeitados E Allah, o Altíssimo estipula:

“E àqueles que difamarem as mulheres castas, sem apresentarem quatro testemunhas, infligi-lhes oitenta vergastadas e nunca mais aceiteis os seus testemunhos, porque são depravados.” [An-Noor 24: 4]

Mentir é outro mal da língua

Deus, o Sublime, disse:

“Os que forjam mentiras são aqueles que não crêem nos versículos de Deus. Tais são os mentirosos.” [An-Nahl : 105]

Allah, o Todo Poderoso disse:

“Em seus corações há morbidez, e Deus os aumentou em morbidez, e sofrerão um castigo doloroso por suas mentiras.” [Al-Baqarah 2:10]

Ibn Mas’oud, que Allah esteja satisfeito com ele, disse que o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “A verdade orienta para a justiça, e a justiça leva a Janaah e de fato uma pessoa envolveria-se na verdade até que ele seja escrito com Allah como verdadeira. E mentir guia para a imoralidade que orienta ao Jahannam, e uma pessoa iria mentir até que ele seja escrito com Allah como um mentiroso. [Bukhari & Muslim]

Dentre as características de um hipócrita, descrito para nós pelo Profeta (que a paz esteja com ele), é que “quando ele fala ele mente” : [Bukhari & Muslim]

Os hipócritas são o pior das pessoas, por causa de suas más ações que envolvem engano. Consequentemente, sua punição seria a mais grave, no Dia do Juízo. Portanto, irmãos e irmãs, evitem mentir a todo custo, de modo a salvar-se de ser considerado e até ser associado com o pior da humanidade.

‘Aisha, informando-nos sobre o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “Se ele (a paz esteja com ele) encontrava alguém de sua família a mentir, ele iria se afastar-se dessa pessoa até que ele / ela se arrependesse.” [Ahmad e Al-Haakim]

Situações em que mentir é permitido

Uma pessoa só tem permissão a mentir se envolve o seguinte:
-Fazer a paz entre dois muçulmanos.
-Mentir para o inimigo no campo de batalha para proteger outros muçulmanos.

-As mentiras de um homem à sua esposa e ela ao seu marido (para manter seu relacionamento harmonioso). No entanto, isso não deve ser entendido como casos de mentiras claras. Pelo contrário, é a exaltação (exagero) das virtudes do outro, usando palavras agradáveis, embora contenha exageros. E Deus sabe melhor.

Todos os itens acima são estabelecidos no seguinte Hadice do Profeta de Allah (que a paz esteja com ele): “Eu não considero mentir: Um homem que faz a paz entre os outros homens, um homem que fala em batalha, um homem falando com sua esposa, ou uma mulher falando com seu marido.”

[Abu Dawud]

Incidentes ao mentir que não são considerados pelas pessoas como mentiras

Há muitos casos flagrantes de mentira, embora as pessoas não as consideram como tal:

  1. Chamar uma criança por algo e não há nada para lhe dar.

Abdullah ibn ‘Aamir disse: “O Mensageiro de Deus veio a nossa casa quando eu era um garoto, então ele ‘Abdullaah disse:”. Saí para jogar. Minha mãe disse: “Venha ‘Abdullaah até mim para lhe dar (algo) . O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse: “O que você vai dar para ele? Ela disse ‘eu vou dar-lhe uma tâmara’. “Ele (Abdullaah) disse que o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “Se você não tem nada para dar a ele, uma mentira teria sido escrita contra você.”

[Abu Dawud & Ahmad]

Pais, tomem cuidado! Já que queremos criar nossos filhos sobre o Islam, e treiná-los para serem sinceros, é preciso tomar cuidado com mentir para eles, porque isso vai ensiná-los a mentir.

Deve se notar que este incidente foi relatado por alguém que era jovem quando aconteceu a ele. Assim, as crianças tomem nota de incidentes muito mais do que imaginamos. Portanto, não devemos supor que estamos brincando e tentando tirar sarro com eles, enganando-os.

  1. Falando sobre tudo o que ouvimos.

O Mensageiro (que a paz esteja com ele) disse: “É o suficiente (para fazer) um homem mentiroso, se ele falar tudo o que ele ouve.”

Uma pessoa pode transferir o que não foi verificado dizendo: ‘Isto é o que eu ouvi, e eu não acrescentei nada a isso “. Então, qual seria o seu fim, se o que ele ouviu foi calúnia ou difamação de uma pessoa piedosa?

  1. Mentir para fazer os outros rirem. O Mensageiro disse: “Ai de quem fale e minta para fazer as pessoas rirem – ai dele, ai ele.”

[Ahmad, Abu Dawud & outros]

Contador de histórias(leva e trás) e criador de contendas

Deus, o Altíssimo, disse:

“E jamais escutes a algum perjuro desprezível,Detrator, mexeriqueiro,Tacanho, transgressor, pecador,” [Al-Qalm 68:10-12]

O Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “O contador de histórias (semeador de escândalo) não entraria Al-Jannah” [Bukhari & Muslim]

O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse: “Você sabe o que é escandalizar (carregar histórias)? É a transferência do discurso de alguém para outra pessoa para causar problemas entre eles. [Al-Bukhari in Adab Al-Mufrad]

No entanto, deve-se notar que não é escandalizar se um homem informa o seu irmão do que foi dito sobre ele, se não haveria algum benefício com isso. Ibn Mas’oud disse: O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) dividiu alguma coisa, então um homem dos Ansaar disse: “Por Deus! Ele (o Profeta) não fez isso buscando o prazer de Deus (o que implica que ele tenha feito de forma injusta)’; então eu vim para o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) e informei-o, imediatamente seu rosto ficou vermelho e ele disse: “A misericórdia de Deus esteja com Mussa, ele foi testado com mais do que isso e foi paciente.” [Al-Bukhari]

Como tratar o contador de histórias (leva e trás)

Deve-se verificar os contos ou histórias trazidas pelo leva e trás, para não agir de acordo com suas palavras, prejudicando, assim, alguém que é inocente. Deus, o Altíssimo, disse:

“ Ó fiéis, quando um ímpio vos trouxer uma notícia, examinai-a prudentemente, para não prejudicardes ninguém, por ignorância, e não vos arrependerdes depois.” [Al-Hujuraat :6]

O leva e trás deve ser aconselhado​​, admoestado, e mesmo impedido de fazer uma ação tão mal. É preciso também expressar o seu ódio, ao desistir de ouvir tal pessoa. Além do acima exposto, não se deve cometer o mal de contar fofocas, entretendo maus pensamentos sobre seu irmão, ou revelando o que foi dito pelo leva e trás.

É proibido enganar um muçulmano que está buscando conselhos sinceros

O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse: “… e quem dirige o seu irmão em um caso; mas sabe que a orientação correta é diferente da que lhe deu, o enganou.

Recomendado para você:  Como aconselhar apropriadamente Parte 1

[Abu Dawud & Haakim]

Em geral, todas as pessoas que são direta ou indiretamente responsáveis por liderar e educar os muçulmanos, individualmente (ou seja, como a esposa, filhos, parentes, etc) ou coletivamente (ou seja, como sua Jama’ah, Masjids, comunidades, organizações, etc) devem preste muita atenção a este Hadice e suas implicações. Isso é porque eles são os que têm mais probabilidade de encontrar-se envolvidos neste grave pecado da injustiça e da desorientação dos seus irmãos e irmãs. Isso geralmente ocorre quando esses educadores / líderes, sabendo a verdade de uma determinada questão ou assunto, conforme estabelecido a partir do Alcorão e a Sunnah autêntica, deliberadamente dão uma fatwaa, ou promovem, direta ou indiretamente, a opinião errada ou versão de um tema em particular. Os fatores de motivação para tal engano deliberado de seu companheiro muçulmano / s, que investido nele a sua confiança para liderar e orientá-los corretamente, é um ou mais dos seguintes:

(a) Ititbaa’`ul-Hawaa (ou seja, seguindo seus preconceitos pessoais / preferências / gostos / desejos, etc)

(b) Com o objetivo de adquirir ou manter uma posição de gabinete (ou por causa da fama ou dinheiro)

(c) Os motivos políticos (partidarismo ou seja, apoiar o ponto de vista operacional de uma organização em particular porque apela para seus adeptos, ou porque isto atrai as massas).

Este tipo de fraude também pode resultar por causa de benefícios materiais. Por exemplo, alguém busca o conselho de seu irmão em relação a um empreendimento especial, mas seu irmão gosta da idéia para si, e então Shaitaan o influencia a reservar o negócio para si mesmo, assim ele responde ao que procura o conselho contra a entrada no negócio, explicando que há pouco ou nenhum benefício no mesmo. Também pode ser que ele o engana porque ele tem inveja de seu irmão, e por isso ele retém o que sabe dele.

A proibição de propor a uma mulher que está noiva

O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “Ninguém deve propor (a se casar com uma mulher) se seu irmão já propôs.”

Ele (a paz esteja com ele) também disse: “O crente é irmão de um crente, por isso não tem permissão de minar seu irmão em negócio e ele não propõe (para a mesma mulher) a quem seu irmão já propôs, até que a proposta de seu irmão seja cancelada.” [Muslim]

Entregando-se ao difamar um muçulmano

O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “ribaa (juros) é dividido em setenta e duas categorias, o mínimo é (tão mal como) como um homem que vem (fornicar) com sua mãe, e a pior forma de ribaa é (semelhante) a um homem que delibera em honra do seu irmão.” [At-Tabaraanee].

A pessoa duas-caras

A pessoa de duas caras é alguém que se desloca com freqüência entre duas pessoas, que são inimigos uns dos outros, e fala a cada um deles com palavras de louvor para cada um deles, e fala contra o inimigo do outro.

Isso também é manifestado por uma pessoa que elogia outra em uma ocasião (como em sua presença), e em outra, degradando-a. Este é um dos sinais de hipocrisia.

Foi dito a Ibn ‘Umar, que Allah esteja satisfeito com os dois, que quando estamos entre os nossos líderes, falamos altamente deles. No entanto, quando deixamo-los, gostaríamos de dizer o contrário (ou seja, falar mal deles). Ibn ‘Umar disse (dessa atitude): “Nós (os Sahabas) costumávamos considerar essa atitude como hipocrisia, durante o tempo do Profeta (que a paz esteja com ele). [Ibn Abi Duniya Kitaabl Gheeba wan-Nameemah]

Transferir o discurso de cada pessoa para a outra também é descrito como de duas linguas. O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse: “O maior mal do povo é a pessoa duas caras que vêm a estes com uma face e vai para aqueles com a outra.” [Abu Dawud]

Ele (a paz esteja com ele) também disse: “Quem é duas caras neste mundo terá duas línguas de fogo no Dia do Juízo.” [Abu Dawud]

No entanto, se alguém chega a ambos, e concorda com o que é verdadeiro de cada lado, sem tentar encontrar o favor com qualquer um, mas o seu desejo é ser justo e tentar resolver suas diferenças, então este não é duas caras nem hipócrita. Pelo contrário, este é um ato nobre.

Zombaria, sarcasmo e rebaixar muçulmanos

É mal o suficiente para um muçulmano abusar sua língua, entregando-se a zombaria, sarcasmo, rebaixar os muçulmanos, escarnecendo etc Zombaria é destacar as fraquezas e falhas de alguém, de tal maneira que ele é ridicularizado. Isso pode ser tanto pela afirmação, ou ação. Estas e outras características relacionadas, como a ironia, escárnio, zombaria, etc, são todos proibidos no Islam.

Deus, o Glorioso, disse:

“Ó fiéis, que nenhum povo zombe do outro; é possível que (os escarnecidos) sejam melhores do que eles (os escarnecedores). Que tampouco nenhuma mulher zombe de outra, porque é possível que esta seja melhor do que aquela…[Al-Hujuraat :11]

Isto porque, na maioria dos casos, é utilizada para rebaixar a pessoa que é zombada. O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse:

“… É só o mal que faz com que um homem rebaixe seu irmão muçulmano …” [Muslim]

Divulgar e Espalhar Segredos

Segredos são feitos para serem mantidos. Somos proibidos de divulgar e espalhar os segredos de pessoas. O Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse:
“Se alguém confidenciou algo (a outra pessoa), então é uma relação de confiança.” [Abu Dawud, Ahmad e outros].

Então, ao espalhar segredos, haveria infidelidade ou traição de uma relação de confiança. Se houver dano resultante deste, então este é Haraam. Se não há nenhum dano, então é censurável porque Deus, o Altíssimo, disse:

“…e cumpri o convencionado…”  [Al-Israa 17:34]

Quebrar uma confiança é um sinal de hipocrisia. O Mensageiro de Allah (que a paz esteja com ele) disse: “Os sinais de hipocrisia são quatro … (dentre eles é) se à ele foi confiada ele quebra (a confiança) …” [Bukhari and Muslim].

É proibido lembrar o outro de sua própria Generosidade

Allah, o Sublime, disse:

“Ó fiéis, não desmereçais as vossas caridades com exprobação ou agravos como aquele que gasta os seus bens, por ostentação…” [Al-Baqarah 2:264]

Allah, o Todo-Poderoso, disse:

“Aqueles que gastam os bens pela causa de Deus, sem acompanhar a sua caridade com exprobação ou agravos, terão a sua recompensa ao lado do Senhor…” [Al-Baqarah 2:262]

Abu Dhar disse que o Mensageiro de Deus (que a paz esteja com ele) disse:

“Allah não vai falar com três (grupos) de pessoas no Dia do Juízo Final, nem olhar para eles, nem purificá-los, e eles vão ter um tormento grave” Ele (Abu Dhar) disse: O Mensageiro de Allah disse isso três vezes . Abu Dhar disse: “Eles falharam e são perdedores, quem são eles, ó Mensageiro de Deus” Ele (a paz esteja com ele) disse: “Al-Musbil (aquele que usa a sua roupa inferior abaixo dos tornozelos), aquele que lembra (a pessoa que deu) de sua generosidade …” [Muslim]

A atitude correta é descrita por Allah, o Sábio:

“Uma palavra cordial e uma indulgência são preferíveis à caridade seguida de agravos…”

[Al-Baqarah 2: 263]

Fonte: http://www.kalamullah.com/three.html

Fonte: https://txtsislamicos.wordpress.com/2014/05/02/os-muitos-perigos-da-lingua/

Sobre Danielle Aisha

Danielle Aisha reverteu-se ao Islam em 2008, bacharel em comunicação e locutora, é professora de inglês e tradutora. Administradora da página e do canal do youtube Nouman Ali Khan - Português e proprietária do blog Textos Islâmicos Traduzidos, colabora também com a equipe de traduções de vídeos do site O Islam.