Página Inicial » Perguntas e Respostas » O uso do Rosário (tasbih ou masbaha)

O uso do Rosário (tasbih ou masbaha)

Questão respondida por: Sheykh Faraz Rabbani 

Pergunta: Qual é a posição da escola de jurisprudência hanafi sobre o rosário (tasbih ou masbaha)?

Devemos contar com os dedos ou podemos utilizar um rosário?

Resposta: Wa aleykum Assalam.

O tasbih (rosário) é um meio pelo qual se é permitido fazer dhikr ( recordação de Allah).

Devemos praticar o dhikr da maneira mais apropriada para recordar-se e manter a presença divina no coração. A posição dos wahabitas segundo a qual utilizar um rosário é uma inovação (ou bid’a), é ela mesma uma inovação. A utilização do rosário está autorizada em todas as escolas de jurisprudência do Islam sunita. Os maiores especialistas em hadih, entre os quais eminencias como o Imam an-Nawawi, o Imam Ibn Hajjar al-Asqalani, o Imam Badr ad-Din al-Ayni, e outros permitiram explicitamente o uso do rosário. O mesmo fizeram os comentaristas do Alcorão. Se estes homens não entenderam o Alcorão e a Sunnah, então quem entendeu?

A permissibilidade do rosário é mencionada explicitamente no livro “ad-Durr al Mukhtar” do Imam al-Haskafi, nos comentários (hashiias) dos imames at-Tahtawi e Ibn ´Abidin. O imam Abdel-Haii al-Lakhnawi escreveu um excelente tratado sobre o tema, baseado sobre um trabalho mais curto do Imam as-Suyuti.

Outros sábios mencionaram outro elemento que faz do uso do rosário ainda melhor: diferenciar-se do povo da inovação.

Wa Salam!

-Sheykh Faraz Rabbani

Fonte: http://www.sunnismo.com/el-uso-del-rosario-tasbih—sheij-faraz-rabbani.html

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.