Página Inicial » Perguntas e Respostas » O muçulmano deve celebrar o Dia das Mães?
Livro Sol Nascente Mawlana Sheikh Nazim

O muçulmano deve celebrar o Dia das Mães?

O homem é a criação de Allah. Ele, o Altíssimo, honrou o homem por sua humanidade, moldou-o com Suas próprias mãos, inspirou-o em Seu Espírito e ordenou que Seus anjos se prostrassem a ele. Allah expulsou Satanás de Sua misericórdia porque Ele se recusou arrogantemente a obedecer a ordem de Seu Senhor de prostrar-se ao homem.

Respeitar a humanidade é uma das características angelicais que formam a fundação da civilização muçulmana, ao passo que desonrar, humilhar e desdenhar os seres humanos são tendências satânicas que abalam o próprio alicerce das civilizações. Allah diz no Alcorão: ”Seus antepassados haviam conspirado; porém, Deus fez desmoronar as suas construções até o alicerce; o teto ruiu sobre eles e o castigo os açoitou quando menos esperavam.”[16: 26] ”Porém, quem tomar Satanás por protetor, em vez de Deus, Ter-se-á perdido manifestamente.” [An-Nisaa`: 119]

”E (lembra-te) de quando dissemos aos anjos: Prostrai-vos ante Adão! Prostraram-se todos, menos Lúcifer, que era um dos gênios, e que se rebelou contra a ordem do seu Senhor. Tomá-los-íeis, pois, juntamente com a sua prole, por protetores, em vez de Mim, apesar de serem vossos inimigos? Que péssima troca a dos iníquos!” [Al-Kahf: 50]

O Islam homenageia o homem por sua humanidade, independentemente de gênero, raça ou cor. Ele também adicionou outra forma de respeito associada às várias funções que Allah lhe deu e que concordam com as características dadas por Deus. Essa forma adicional de respeito inclui o respeito aos pais de alguém a quem Allah criou como causa para a existência da pessoa.

Allah associou-se mostrando gratidão a eles mostrando gratidão a Ele. Ele, o Todo-Poderoso, diz:”E recomendamos ao homem benevolência para com os seus pais. Sua mãe o suporta, entre dores e dores, e sua desmama é aos dois anos. (E lhe dizemos): Agradece a Mim e aos teus pais, porque retorno será a Mim.” [31: 14] O decreto de teu Senhor é que não adoreis senão a Ele; que sejais indulgentes com vossos pais, mesmo que a velhice alcance um deles ou ambos, em vossa companhia; não os reproveis, nem os rejeiteis; outrossim, dirigi-lhes palavras honrosas. [17: 23]

Recomendado para você:  Muçulmanos podem celebrar festas não-religiosas? - Sheykh Abdullah Bin Bayyah

Isto é porque Allah fez dos pais a causa aparente da existência de alguém, então os dois são a maior manifestação mundana para a característica da criação. Se é assim, então que honra Deus tem sobre eles!

O Profeta estabeleceu que as mães são as mais dignas, dando-lhes precedência sobre os pais. Abu Huraira [que Allah esteja satisfeito com ele] narrou que um homem se aproximou do Profeta e disse:

“Ó Mensageiro de Allah! Quem entre o povo é o mais digno da minha boa companhia?”
O Profeta respondeu: “Sua mãe”.
O homem perguntou: “Então quem?”
O Profeta respondeu: “Sua mãe”.
O homem perguntou ainda: “Então quem?”
O Profeta respondeu: “Sua mãe”.
O homem perguntou novamente: “Então quem?”
O Profeta respondeu: “Então seu pai”.

Maternidade vs. paternidade

A lei islâmica afirma que a relação entre uma criança e sua mãe é um relacionamento biológico e orgânico. Seu relacionamento com ela não depende de se ela o deu dentro ou fora do casamento – na verdade ela é sua mãe em todas as circunstâncias. Isso é contrário à paternidade, que é estabelecida apenas por meios legais.

Entre as expressões externas de respeitar a mãe celebra-se este dia em sua honra e sendo gentil e obediente a ela. Não há nada na lei islâmica que proíba uma ocasião em que os filhos possam celebrar suas mães. Este é um assunto organizacional; não há nada de errado com isso e não tem nenhuma conexão com a questão sobre a qual tantas pessoas murmuram; as inovações rejeitadas são aquelas questões recém-introduzidas que infringem a lei islâmica. O Profeta disse: “Quem introduzir neste nosso caso [a religião do Islã] aquilo que é estranho a ele, será rejeitado” [Relatado por Bukhari e Muslim de um hadith narrado por ‘A`isha, (que Allah seja satisfeito com ela)]. O hadith significa que qualquer assunto recém-apresentado que não contrarie a lei islâmica será aceito.

Recomendado para você:  Resposta de uma muçulmana a pergunta: ''Por que você está dirigindo?'' ''A shariah não te proíbe?''

O Profeta aprovou quando os árabes celebraram comemorações nacionais e vitórias tribais nas quais eles cantariam sobre seus feitos e vitórias tribais. Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) narrou que o Profeta uma vez a encontrou quando acompanhada por duas servas que estavam cantando as canções cantadas na batalha de Bu’ath [Relatado por Bukhari e Muslim].

É mencionado na sunnah que o Profeta visitou o túmulo de sua mãe, Amina, em Alfay Muqanna e nunca foi visto para chorar mais do que naquele dia [registrado por Muslim e por Al-Hakim, que o declarou autêntico].

 

Fonte: http://eng.dar-alifta.org/foreign/ViewFatwa.aspx?ID=4822&text=Mother

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.