Página Inicial » Hadith e Sunnah » O Mais autentico dos dervixes – O giro de Abu Bakr
Iluminação de manuscrito otomano do século 16 mostrando Abu Bakr defendendo o profeta de um apedrejamento.

O Mais autentico dos dervixes – O giro de Abu Bakr

”Umar ibn al-Khattâb, o companheiro do Profeta e segundo califa da comunidade muçulmana relatou:
Um dia o Mensageiro de Allah nos pediu doações (para a comunidade recém estabelecida). O desejo que me veio foi o de ultrapassar Abu Bakr, que sempre esteve à minha frente em todo ato bom. Eu trouxe uma fortuna representando metade de tudo que possuía e vim até a presença do Profeta.

O Santo Profeta questionou a ‘Umar o quê ele deixou para si e para sua família. ‘Umar afirmou que doou metade de suas posses no nome de Allah e que deixou metade para si mesmo e sua família. Então Abu Bakr veio com um saco cheio de ouro e o pôs aos pés de seu Mestre. O Santo Profeta lhe fez a mesma pergunta. Abu Bakr disse que doou toda sua riqueza. Então o Mensageiro de Allah, olhando-me, perguntou a Abu Bakr: “Por que você não deixou nada para seus filhos?” Abu Bakr respondeu: “Minha família e filhos estão aos cuidados de Allah e Seu Mensageiro.”

“Para a mariposa a lâmpada
e para o rouxinol a flor;

Para o Siddîq*, Deus e Seu

Profeta somente bastam.”

-Muhammad Iqbal (1877-1938)

Depois desse incidente Abu Bakr não esteve visível por alguns dias e não apareceu na mesquita do Profeta. Sentindo um vazio na ausência de Abu Bakr, o Profeta perguntou de seu paradeiro. Os companheiros responderam que Abu Bakr distribuiu todas as suas posses e que não tinha nada mais para se vestir além de uma peça de tecido, que ele dividia com sua esposa, alternando o uso entre eles para se envolverem na hora da reza.

Naquela hora o Profeta pediu a Bilâl al-Habashi para que fosse à casa da filha do Profeta, Fâtima, e lhe perguntou se tinha uma peça extra de roupa que pudesse ser levada para Abu Bakr para que ele pudesse se vestir e vir para a mesquita. Tudo o que a nobre Fâtima tinha era uma peça extra de tecido de lã feita de pelo de bode. Quando Abu Bakr a enrolou na sua cintura, era muito curta. Então ele costurou algumas folhas de tamareira ao tecido par que pudesse se cobrir decentemente, e seguiu rumo ao caminho da mesquita.

Recomendado para você:  Onde está a misericórdia?

Antes de ele chegar, o Arcanjo Gabriel apareceu para nosso Mestre nas mesmas vestimentas impróprias que Abu Bakr estava vestindo. Quando o Profeta disse para Gabriel que nunca o vira em tais trajes estranhos, Gabriel respondeu que hoje todos os anjos no céu estão vestidos assim para honrar Hadhrat Abu Bakr, o leal, generoso e fiel.

Allah O Altíssimo estava enviando bênçãos e saudação para Abu Bakr. Gabriel disse: “Diga a ele que seu Senhor está satisfeito com ele se ele estiver satisifeito com Seu Senhor.”

Quando Abu Bakr veio até a presença de nosso Mestre e ouviu as boas novas dos lábios do amado Profeta, levantou-se, agradeceu a Allah, dizendo: “Certamente estou satisfeito com meu Senhor!” e em estado de alegria girou três vezes.”

Notas:

Esta hadith está citado no Kitâb al-Futuwwa de Ibn al-Husain al-Sulami. Ibn al-Husain foi um mestre sufi e sábio altamente respeitado do século X e o livro é fundamentado num isnad (corrente de autoridades) muito forte. O livro pode ser baixado (em inglês) aqui,

* O Profeta costumava chamar Abu Bakr pelo título de “Siddîq”, significando o confiável, o reto. O mesmo que a palavra hebraica Tzaddik (árabe Sâdiq).

Fonte: http://www.techofheart.co/2007/12/whirling-of-abu-bakr-beloved-companion.html

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.