Página Inicial » Temas Diversos » O Hijab está sendo transformado em tudo o que ele é contra?

O Hijab está sendo transformado em tudo o que ele é contra?

Como uma mulher muçulmana que usa o hijab (véu), me agrada ver mulheres de hijab obtendo reconhecimento. As empresas notaram a presença das mulheres muçulmanas e começaram a atender suas modestas necessidades de moda. Por exemplo, a Nike recentemente lançou uma linha adequada para mulheres muçulmanas e aquelas que desejam se vestir com roupas conservadoras. Ela ainda inclui uma peça de cabeça com o logotipo clássico da Nike.

Uniqlo, uma marca de roupas japonesa, também acaba de lançar uma coleção de lenços. Mesmo as empresas de design, como Dolce e Gabbana, lançaram hijabs com motivos florais impressos e abayas para mulheres muçulmanas. Marcas como DKNY e H & M já saíram com “coleções de roupas modestas para o Ramadã”.

Compreensivelmente, muitos muçulmanos estão abraçando os movimentos dessas empresas. E por que não? É um sinal de que estamos sendo reconhecidos como consumidores. As empresas descobriram um nicho no mercado de mídias sociais, onde os blogueiras de moda hijab criaram uma plataforma para si e estão usando aplicativos, em particular Instagram, para mostrar a moda modesta. Algumas das mais populares ”hijabi fashionistas” têm até dois milhões de seguidores. Essas mulheres muçulmanas foram além da moda e da beleza; Existem agora milhares de mulheres vestindo hijab em todo o mundo criando tutoriais de maquiagem sobre como conseguir o delineador alado perfeito.

No entanto, com o bom vem o ruim. Estão as ”hijabis” transformando o hijab (véu) em tudo oque ele é contra?

Além do hijab representar a modéstia, representa também a libertação; Uma posição contra a objetivação e a sexualização. Quando uma mulher se cobre, ela obriga as pessoas a julgá-la com base em seu caráter e em suas ações; Não pelo jeito que ela aparenta. Um hijab não é apenas um lenço, mas uma maneira de se livrar das sociedades que dizem às mulheres que seu valor é determinado pela sua aparência.

Recomendado para você:  Por que o Islam é tão violento?

Mas nós mulheres muçulmanas sucumbimos aos padrões de beleza idealistas, e nós fizemos simplesmente do véu uma tendência de moda; um acessório em vez de nossa identidade como seguidoras da fé islâmica? Parece que agora nos submetemos às exigências de beleza da sociedade que tínhamos resistido desde o início do Islã. Estamos agora a seguir todas as últimas tendências e estilos; A única diferença é que temos um lenço embrulhado em torno de nossas cabeças. O hijab está em processo de comercialização e as empresas multinacionais estão capitalizando com isso.

As empresas não devem parar de atender às necessidades de roupas femininas muçulmanas. Depois de anos de não sermos reconhecidos como consumidoras, estamos agora mimadas pela escolha. No entanto, como mulheres muçulmanas, devemos lembrar exatamente oque o hijab simboliza e fazer justiça, e não permitir que nossas aparências definam quem somos ou deixemos que a moda nos envolva.

Por: Priya Jasmin Begum

Fonte: http://www.huffingtonpost.co.uk/priya-jasmin-begum/is-the-hijab-being-turned_b_15380682.html

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.