Página Inicial » Perguntas e Respostas » Dizer Jummah Mubarak é Bid’ah (inovação repreensível) ?

Dizer Jummah Mubarak é Bid’ah (inovação repreensível) ?

Pergunta: Eu queria saber se é bid’ah (inovação repreensível) dizer Jumma Mubarak aos nossos companheiros muçulmanos. Obrigado!

Resposta : Assalamu alaikum wa rahmatullah,

Rezo para que isso o encontre no melhor da saúde e fé.

Não consegui encontrar qualquer base textual para a frase Jumu’a Mubarak (“tenha uma sexta-feira abençoada”) nas obras de hadith, fiqh, etc. No entanto, como mostrado abaixo, é permitido parabenizar alguém com essa frase, com base na permissibilidade geral de felicitar os muçulmanos por ocasiões especiais, como o Eid.

Eid Mubarak

A maioria dos juristas permite dar parabéns pelo Eid. [Mawsu’a Fiqhiyya Kuwaitiyya]

Ibn Amir al-Hajj, estudioso hanafi do Egito do século IX (Hijri), julgou recomendável, devido às numerosas narrativas sonoras relacionadas aos Companheiros do Profeta, com frases como: “Que Allah aceite de nós e de vós” ( Taqabbal Allahu Minna wa minkum )

Ele então observa que, em seu tempo, “O que é prática comum na Síria e no Egito é que as pessoas digam Eid Mubarak alayka (Que seu Eid (festa) seja abençoado), e assim por diante. Esta [e frases semelhantes] podem ser unidas a essa [frase que é narrada pelos Companheiros] em ambas, sendo legisladas e recomendadas, uma vez que cada uma implica na outra. Isso ocorre porque se as suas obras são aceitas em um certo tempo, então esse tempo é certamente um momento abençoado para tal. Para não mencionar, a oração por bênçãos (baraka) que foi narrada [no Alcorão e na Sunna] em relação a muitas ocasiões, e assim, [o precedente] pode ser derivado [a legislação / recomendação de] de utilizar este tipo de oração(cumprimento) [ no Eid também.” [Ibn Abidin, Radd al-Muhtar]

Recomendado para você:  Dhul Hijjah chegou! O que devemos fazer?

Jumu’a Mubarak

É relatado em narrações bem autenticadas e sonoras que o nosso Profeta (Que a Paz e as bençãos de Allah estejam sobre ele) nos ensinou que sexta-feira é um Eid (festa) dos muçulmanos. [Ibn Maja, Sahih Ibn Hibban]

E com base no raciocínio de Ibn Amir al-Hajj citado acima, sabemos que, como o Eid, a sexta-feira é um dia de muita benção – um dia em que as obras são aceitas, os pecados de alguém são perdoados e as suas orações são respondidas.

Além disso, em seu livro al-Maqasid al-Hasana, Imam Sakhawi  discute a seguinte frase que as pessoas costumam citar como um hadith: “Felicitar em [certos] meses e Eids é o que as pessoas assumem como costume”. Ele afirma que o “significado” básico é certamente narrado dos Companheiros em relação ao Eid especificamente, e que há mesmo uma narração [embora muito fraca] de fazer isso na sexta-feira, bem como uma [de novo, ainda que muito fraca], em geral, parabenizando o próximo por qualquer boa ocasião. Mais forte que tudo isso, no entanto, é o que é narrado em Bukhari e Muslim que Talha levantou-se e felicitou Ka’b no dia em que Allah perdoou o último. [Al-Maqasid al-Hasana]

Pode-se apreciar, então, que o Imam Sakhawi – ele mesmo, um grande mestre em hadith, bem como principal aluno do eminente mestre de hadith Ibn Hajar al-Asqalani – considerou o exemplo geral dos Companheiros felicitando-se mutuamente em ocasiões abençoadas como precedente suficiente para os muçulmanos a fazê-lo em meses especiais e “Eids”, que mostramos acima para incluir a sexta-feira, conforme estabelecido por relatos proféticos sonoros.

À luz do exposto, não haveria nada de errado para uma pessoa felicitar seus colegas muçulmanos na sexta-feira com uma frase como Jumu’a Mubarak . Enquanto “frase”, ela é recém-inventada, mas como um “significado” que coincide perfeitamente com o ponto de vista islâmico da sexta-feira e seus méritos.

Recomendado para você:  Uma clarificação sobre o tema da música no Islam

Wassalam

Shaykh Faraz Rabbani

Fonte: http://seekershub.org/ans-blog/2011/03/31/is-it-a-bida-reprehensible-innovation-to-say-jumua-mubarak-blessed-friday-to-other-muslims/

Para uma explicação mais detalhada sobre o tema da inovação no Islam, recomendamos este livro:

Livro: ”O Profeta não fez!” – Explicando a Falácia da Inovação (Bid’a)

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.