Página Inicial » Pratique o Islam » Ramadan » Dicas para o Ramadan

Dicas para o Ramadan

#1 – Seja diferente!

Muitos de nós sabemos que muitas coisas que fazemos no Ramadan são incorretas como por exemplo comer em excesso e fazer o Taraweh de forma acelerada, porém nós acabamos por faze-las para podermos agradar nossos amigos e familiares.

Meu primeiro conselho para você para o Ramadan que está chegando é que nós não devemos ter medo de sermos diferentes ou estranhos.

Ramadan é para nos aproximarmos de Allah e a primeira coisa que podemos fazer para alcançarmos isso é priorizar o prazer de Allah acima de tudo.

Seja diferente! Foque no que realmente importa! Não tenha apenas mais um Ramadan cultural!

#2 – Entenda o Maqaasid

Uma das principais razões para que nós passemos pelo Ramadan apenas ritualmente é porque nós desconhecemos o Maqaasid (objetivos, sabedorias e metas) do mês do Ramandan e os vários atos de adoração associados à ele.

O Ramadan deve ser uma recarga anual de nosso Imaan (fé), aumento de nossa Taqwa (temor à Allah) e reconexão com Allah. Nós devemos tornar isso nossas metas e moldar nossa adoração no Ramadan para atingir esses objetivos.

Isso pode ser conquistado através de:

  1. Jejuar de pecados e de coisas que façam desperdiçar tempo
  2. Fazer a oração da noite com concentração, entendendo e conectando com Allah
  3. Recitar o Alcorão com entendimento e reflexão, usando-o como uma oportunidade para se reconectar com Allah

#3 – Defina suas metas… agora!

Entrar no Ramadan sem um plano para crescimento pessoal geralmente significa passar pelo Ramadan sem nenhuma mudança sólida. Comece fazendo suas metas e planos agora.

Essas metas devem ser para crescimento pessoal e devem ter um impacto permanente na sua vida. Decidir deixar a barba crescer ou usar o hijab no Ramadan com intenção de parar no dia do Eid não é uma boa meta. Nós devemos ser honestos com nós mesmos ao estabelecermos metas para melhora permanente sem a intenção de voltarmos ao nosso estado anterior.

Recomendado para você:  Três coisas que aprendemos sobre ISIS após a morte de Moaz al Kasasbeh

Algumas ideias de metas para o Ramadan:

  1. Abandone um hábito pecaminoso que você tem tido problemas em abandonar
  2. Comece a cumprir uma obrigação que você tem negligenciado
  3. Adicione alguns atos recomendados de adoração à seus hábitos diários
  4. Complete a leitura ou estudo de um livro específico ou curso(talvez em Tafseer) durante o mês
  5. Melhore seu entendimento em uma área do Islam que você tem pouco conhecimento

Cada um de nós sabemos quais as melhores áreas para melhorarmos em nossas próprias vidas. Seja honesto consigo mesmo e estabeleça metas que irão lhe ajudar a terminar o Ramadan com um nível maior de Taqwa.

#4 – Faça jejum de Pecados

O Profeta (saws) disse: “Aquele que não abandona o discurso mentiroso e deixa de agir sobre ele, então Allah não precisa que ele abandone sua comida e sua bebida.” [Bukhari]

Esse hadith fala por si mesmo. Por alguma razão, nós acabamos pensando que nós podemos aumentar nossa Taqwa (um dos objetivos do jejum) apenas por estarmos longe da comida e bebida enquanto permanecemos em todas formas de pecado.

Se abster da comida e bebida deve ser um treino para si mesmo no auto-controle, o que no caso deveria nos ajudar a ficarmos mais resistentes em frente às tentações dos pecados.

Aqui estão alguns pecados comuns que geralmente acontecem durante o Ramadan:

  1. Quebrar o jejum com cigarros, algo que é extremamente desrespeitoso ao todo conceito de jejum
  2. Fofocar para passar o tempo
  3. Dormir durante os horários dos salats para que o Iftar chegue mais rápido (deixar de lado o segundo pilar do Islam para cumprir o quarto não faz sentido)
  4. Ficar nervoso por algo qualquer e colocar a culpa no jejum
  5. Assistir televisão demais para passar o tempo até o Iftar
Recomendado para você:  Cristianismo, Islam e a Violência - Fatos que vão te chocar

Vamos fazer coisas diferentes nesse Ramadan, e vamos fazer um plano para jejuar corretamente, o que também inclui jejuar dos pecados!

#5 – Faça um Suhoor (desjejum) leve

Quando falamos de Suhoor, nós vemos dois extremos: Aqueles que comem em excesso e aqueles que pulam o desjejum.

Comer demais no Suhoor remove algumas das bençãos e benefícios do jejum e acaba o tornando um ritual espremido entre duas refeições de exagero.

Negligenciar o Suhoor priva o crente da Barakah (bençãos) de um dos mais importantes momentos do dia. É um momento do dia em que as súplicas são aceitas então por qual motivo você se privaria disso?

O Profeta Muhammad (saws) disse: “Sem dúvidas (o Suhoor) é bençãos (Barakah) no qual Allah deu para vocês portanto não o abandone.” (An-Nasa´i)

Um bom Suhoor deve ser um combinado de café da manhã e adoração, uma refeição nutritiva que lhe alimenta e energiza, acompanhada de recitação do Quran, reflexão, Dua or Qiyam Al-Layl e seguido pelo Fajr na mesquita.

Se nós fizermos isso todas as manhãs do Ramadan, nós teremos uma experiência muito espiritual, muito diferente dos dias que nós comíamos em excesso ou pulávamos essa refeição abençoada.

 #6 – Faça um Iftaar leve

Quebrar o jejum depois do por do sol tem como objetivo ser uma experiência espiritual. Sentar na mesquita ou ficar com a família esperando pelo Azan enquanto se faz duá (súplica) e então começar a alimentação com algumas tâmaras e água de Zam Zam antes de proceder para o Salat é uma experiência muito enriquecedora.

Em muitas casas o Iftar é um horário prazeroso. Grandes refeições para “compensarem por ter perdido o almoço” são espremidas entre fofocas e a perda ou atraso da oração do Maghrib, destruindo completamente o valor espiritual do jejum. Faça esse Ramadan diferente e faça o Iftar benéfico através de:

  1. Praticar atos de adoração enquanto espera, como por exemplo recitar o Alcorão, fazer uma Halaqa (aula sobre o Islam) ou duá
  2. Fazendo um Iftar leve e depois procedendo para a oração do Maghrib
  3. Tomando uma refeição de tamanho normal após a oração do Maghrib para que você não fique preguiçoso ou fique arrotando durante o Taraweh
Recomendado para você:  Por que o Islam é tão violento?

Praticar o Iftar da forma correta nos ajuda a experienciar as bençãos espirituais do mês do Ramadan.

#7 – Foco na Mensagem Corânica

Muitos de nós crescemos com a prática cultural de recitar o máximo de quantidade de suratas do Alcorão no Ramadan sem o menor entendimento das mesmas. Essas recitações super rápidas foram ritualizadas e são contra o verdadeiro propósito do Alcorão.

Esse ano, vá devagar, recite menos, recite com entendimento e reflita no que você recitou e a sua aplicação no seu dia a dia. Os resultados virão na mudança em sua vida.

Tente um dos seguintes métodos nesse Ramadan:

  1. Leia um Juz do Alcorão por dia com tradução
  2. Leia um Tafseer de capa a capa
  3. Siga uma aula de Tafseer online ou presencial
  4. Faça uma aula sobre o Islam com sua família e discuta versículos recitados no seu dia e as suas aplicações em sua vida.

“O mês de Ramadan foi o mês em que foi revelado o Alcorão, orientação para a humanidade…” (Surata da Vaca 2:185)

Por Sheikh Ismail Kandar

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.