Página Inicial » Temas Diversos (página 2)

Temas Diversos

A Importância do Sagrado Mês de Rajab

Disse Allah no Alcorão Sagrado (9:36): ”Para Deus o número dos meses é de doze, como reza o Livro Divino, desde o dia em que Ele criou os céus e a terra. Quatro deles são sagrados; tal é o cômputo exato.”  O computo do tempo sempre foi uma preocupação dos seres humanos. Foi concebido para algumas necessidade, propósitos ou conveniências. O esforço ...

Leia Mais »

O Protestantismo do Islã

Não é fácil mutilar o Islã. Em outras religiões, os “reformistas” têm que se infiltrar na hierarquia para implementar seus programas. No Islã, não há hierarquia: nenhum bispo, nenhum Dalai Lama, nenhum rabino-chefe, nada. A ortodoxia, na medida em que esta palavra essencialmente cristã pode ser emprestada com segurança pelos muçulmanos, não é ditada aos fiéis por uma classe de ...

Leia Mais »

Espiritualidade Islâmica: A Revolução Esquecida – Sheykh Abd al-Hakîm Mûrâd

A POBREZA DO FANATISMO “Sangue não é argumento”, como Shakespeare observou. Tristemente, as fileiras de muçulmanos hoje estão inchadas com aqueles que discordam. O World Trade Center, símbolo das finanças globais de ontem, hoje se tornou um monumento para a falha do Islã global de controlar aqueles que creem que o Ocidente pode ser intimidado a mudar suas maneiras rebeldes ...

Leia Mais »

Os Fundamentos da Crença Islâmica – Imâm al-Ghazzâli

Prefácio pelo Prof. Hasan El Fatih, Decano da Universidade Islâmica Umm Durman. Esse livro foi escrito em árabe pelo Imâm Abu Hâmid al-Ghazzâli, ou Algazel como era conhecido na Europa medieval (falecido em 505 h./1111 d.C.). Suas obras numerosas são bem conhecidas, respeitadas e citadas não só no Oriente Médio mas também nas grandes universidades do ocidente. Suas contribuições para ...

Leia Mais »

Até que ponto vão as adulterações de textos islâmicos clássicos?

Pergunta: Até onde as adulterações wahhâbis chegam, o quão difundido é esse crime hediondo? Poderia nos dar alguns exemplos sérios disso? Resposta: Não sei o quão difundido isso é, mas certamente existe. Das evidências duras que eu vi pessoalmente, há a obra que estou traduzindo atualmente, Kitâb al-Adhkâr [O Livro das Lembranças de Allah] pelo Imâm al-Nawawi. O texto que ...

Leia Mais »

Um “Estado Muçulmano” seria outra forma de sionismo? – Dr. Khalid Blankinship

Pergunta: As-salâmu ‘alaikum, Dr. Blankinship. Eu estava assistindo a uma palestra sua intitulada “A Vida do Profeta Muhammad”, e perto do fim havia uma discussão sobre o conceito de Estado Islâmico. Só um esclarecimento quanto à sua posição neste tópico: você nega a ideia de um estado que governa de acordo com os ditados da Sharî’a ou um estado que ...

Leia Mais »

Quem foram al-Albâni e Ibn Bâz? – Sh. Nûh Hâ Mîm Keller

Pergunta: Os salafistas alegam que tanto Ibn Bâz quanto al-Albâni têm ijâzas (autorizações de domínio dum livro, etc. em conhecimento islâmico, do sábio com o qual se estudou) de grandes shuyûkh. Dizem que al-Albâni tem uma ijâza de alguns shuyûkh da Síria. Você tem alguma informação sobre isso? Resposta: Nosso professor em hadîth, Shaikh Shu‘aib al-Arna’ut, conta para minha esposa ...

Leia Mais »

Devemos estudar os hadîth de al-Bukhâri e Muslim por conta própria? – Sh. Nûh Hâ Mîm Keller

2 de fevereiro de 1995 Qualquer muçulmano pode se beneficiar lendo ahâdîth de al-Bukhâri e Muslim, seja por conta própria ou com outros. Quanto a estudar hadîth, o Shaikh Shu’aib al-Arnaut, com quem minha esposa e eu estamos atualmente lendo o Tadrîb al-Râwi [O Treinamento do Narrador de Hadîth] do Imâm al-Suyûti, enfatiza que a ciência do hadîth lida com ...

Leia Mais »

A Obrigação de seguir a opinião Majoritária (Al-Sawad al-A’zam)

Muitos ahâdîth falam da obrigação e da extrema importância de seguir a maioria, o grupo majoritário, e este ensinamento foi frisado pelos sábios de todos os tempos. Em árabe, o grupo majoritário se diz “al-Sawad al-A’zam”, e os Ahl al-Sunna (O Povo da Sunna) o representa, e al-Hâfiz Jalâl al-Dîn ‘Abd al-Rahmân al-Suyûtî (que Allah esteja satisfeito com ele) explicou ...

Leia Mais »

Sonhos verdadeiros são 1/46 da Profecia – Shaykh Gibril Haddad

Eruditos muçulmanos utilizam dois termos árabes ambivalentes para expressar a palavra “sonho”: ru’ya e hulm, que são respectivamente “visão” e “fantasma” – ambos os quais são mencionados no Alcorão e Sunnah do Profete – que divergem muito em aplicação e significado, o primeiro sendo bom e o último ruim ou sem significado. Quando um sonho tem origem em elevadas fontes ...

Leia Mais »