Página Inicial » Temas Diversos » Ashari e Maturidi, um resumo sobre as escolas de crença Islâmica – Sheykh Nuh Ha Mim Keller

Ashari e Maturidi, um resumo sobre as escolas de crença Islâmica – Sheykh Nuh Ha Mim Keller

Os princípios da fé da ortodoxia de Ahl Al Sunna são dados aqui na mesma ordem que aparecem nas referências ashari tradicionais, como Matn al-Sanusiyya e outros. Por mais de mil anos, tais obras foram aprendidas em uma idade precoce por praticamente todos os estudiosos dos madhab Maliki e Shafi, por muitos Hanafis, particularmente no Oriente Próximo, e por alguns Hanbalis – a todos os citados, foi ensinado que adquirir esse conhecimento era pessoalmente obrigatório para todos os muçulmanos, à época tal conhecimento era reconhecido simplesmente como o Islã, e não como asharismo.

Os Maturidis seguiram principalmente a escola Hanafi e predominaram nas terras para além do Oxus na Ásia Central. Seus preceitos não receberam um tratamento especial porque, de acordo com o Imam Taj al-Din al-Subki, eles não diferem dos princípios Ashari, exceto em seis questões, que excluem meramente as diferenças verbais, são eles:

  1. Asharis crêem que, se Deus quisesse, ele poderia, em princípio, punir o obediente e recompensar o desobediente, já que Ele é livre e faz qualquer coisa que quiser, no entanto, Ele prometeu, na revelação, recompensar o obediente e punir o desobediente; enquanto os maturidis acreditam que Deus deve, em princípio, recompensar o obediente e punir o desobediente, e que fazer o contrário é absurdo.
  2. Asharis crêem que o homem torna-se responsável de acreditar em Deus em razão da revelação, não meramente por ser dotado de razão humana, e que ele não tem responsabilidade antes da revelação; enquanto Maturidis crêem que o homem é responsável de acreditar em Deus mesmo antes da revelação, pelo simples fato de ser  dotado de razão.
  3. Asharis crêem que o atributo Divino de agir, tais como criar, outorgar a vida, outorgar a morte, ressuscitar os mortos e assim por diante, são temporais; enquanto os maturidis creem que todos eles são manifestações de um único atributo sempiternamente primordial denominado ”existenciação” (takwin).
  4. Asharis crêem que o próprio discurso desde sempre sem início e eterno de Deus pode ser ouvido, enquanto os Maturidis crêem que não pode.
  5. A maioria dos ashari crêe que em princípio Deus pode impor obrigações morais que o homem não pode suportar, enquanto Maturidis crêem que isso é impossível; embora ambos concordem que na prática Deus nunca o faz.
  6. Ashari tem duas perspectivas sobre a possibilidade dos profetas cometerem pecados menores que não sejam sórdidos: o primeiro ponto é que eles são passíveis de cometê-los distraidamente, enquanto o segundo ponto, é de que não o são.   Os Maturidis dizem que isso é impossível e que eles são Divinamente protegidos de pecados menores e maiores, posição com a qual Taj al-Subki concorda em (Tabaqat al Shafi’iyya al kubra, 3.386-388).
Recomendado para você:  Por que o Islam é tão violento?

Quem reflete nessas questões pode ver que elas são relativamente especulativas e menores, e servem principalmente para sublinhar o acordo mais amplo das duas escolas em questões mais centrais. É por isso que os Imames de Ahl al-Sunna consideram ambas as escolas juntas representar a ortodoxia sunita. Como historiador religioso R.M. No discurso do Seminário teológico de Harvard observou: “à medida que a teologia sunita amadureceu após o século X, os estudiosos se apropriaram livremente de elementos de pensamento de Maturidi e Ashari. Nenhuma linha clara de distinção entre Ashari e Maturidi pode ser discernida na história posterior do pensamento muçulmano “(The Encyclopedia of Religion, 9.286)

Fonte: https://baraka.wordpress.com/2007/02/03/ashari-and-maturidi-school-of-islamic-belief/

Sobre Iqara Islam

O Iqara Islam é uma página dedicada a apresentação do Islam Tradicional para muçulmanos e não-muçulmanos que buscam informação e conhecimento de qualidade sobre vários aspectos da religião islâmica, tais como: espiritualidade, jurisprudência, história e cultura. Sendo uma iniciativa independente, não visamos fins lucrativos. Somos totalmente contra a violência injustificada, terrorismo e ditaduras de qualquer natureza.